Jack, o Estripador - Um mistério nunca resolvido...

Todo mundo já ouviu falar de Jack o estripador, isso porque ele é um fenômeno da cultura pop, diversos filmes, livros, quadrinhos, séries e tudo quanto é forma de mídia já usou Jack de alguma forma. Ele é um dos assassinos mais famosos do mundo e o primeiro assassino em série a ganhar fama. Então é bom saber um pouco mais sobre o tal.

Aproximadamente às 3:40 da madrugada de 31 de agosto de 1888 surgiu uma verdadeira lenda quando descobriram o corpo de uma prostituta com dois cortes bem profundos na garganta e um pedaço do abdômen foi arrancado.

Aquele era um ano em que a quantidade de prostitutas era imensa, como havia muita miséria e escassez de trabalho, muitas mulheres acabavam ganhando a vida dessa forma para poder sobreviver. Ocorreram outros assassinatos de prostitutas na época, mas não eram tão brutais assim, por isso foi um caso que se destacou, mas passou a chamar a atenção de verdade quando o método se repetiu.

As Cinco Canônicas

Como eu disse, na época rolou muitos assassinatos de prostitutas e por isso pode-se dizer que a quantidade de mortes que Jack causou foi muito maior! Mas apenas três delas foram realmente confirmadas como tendo sido executadas pela mesma pessoa, e outras duas as investigações dizem que temalta possibilidade de terem sido também do mesmo autor, essas moças passaram a ser conhecidas como "Cinco Canônicas" que são:

Polly

A primeira vítima do Estripador, o seu nome real era Mary Ann Walker e no corte irregular de seu abdômen haviam diversas incisões, o que fez com que a polícia deduzisse que o executor fosse um cirurgião ou algo do tipo para ter esse tipo de habilidade. O corpo foi encontrada na madrugada de 31 de agosto de 1888.

Dark Annie

O nome dela era Eliza Ann Smith e o seu corpo foi encontrado no quintal de uma casa às 6:00 da manhã. Ela carregava os mesmos tipos de ferimentos do assassino da primeira vítima e foi quando as coisas começaram a ficar realmente preocupantes pois se o cara fez isso duas vezes, provavelmente não iria parar até ser pego ou morto. Mas dessa vez a coisa foi muito mais brutal pois o abdômen foi aberto por completo e o útero da mulher foi arrancado. A morte dela ocorreu muito próxima da anterior, no dia 8 de setembro de 1888.

Long Liz

O nome verdadeiro era Elisabeth Gustafsdotter e foi morta no final do mês de setembro, no dia 30 do ano de 1888. Ela foi a primeira vítima do que ficou conhecido como "Evento Duplo" e o corpo foi encontrado, às 1:00 da madrugada, jogado no chão de uma rua que na época se chamava Dutfield's Yard, essa tinha uma incisão no pescoço. Um fato interessante é que essa não teve o corte no abdômen, o que torna incerto se foi feita por Jack, mas existe uma teoria de que enquanto ele estava fazendo cortando a moça, foi interrompido e teve que se livrar rapidamente..

Kate Conway (também conhecida como Mary Ann Kelly)

Foi a segunda vítima do "evento duplo" e também teve o corpo encontrado no dia 30 de setembro de 1888 e acharam o corpo dela na em uma pequena praça de Londres chamada Mitre Square que o tamanho é de apenas 24m x 24m, o nome real da moça era Catherine Eddowes e a garganta dessa tinha os dois cortes que registraram os dois primeiros casos e o abdômen foi aberto também como nos primeiros casos, dessa vez ele tinha sido ainda mais brutal e removido o rim esquerdo e um enorme pedaço do útero foi retirado também.

Ginger

A última vítima que carregava a marca do Estripador, a morte dela ocorreu mais de um mês após a anteriores, em 9 de novembro de 1888. O nome verdadeiro dela era Mary Jane Kelly. Foi ainda mais brutal que as outras e talvez Jack tenha decidido que seria a sua saída triunfal, o corpo foi achado na casa da própria moça aproximadamente 11 da manhã jogado na cama do quarto. Ele mutilou o corpo todo dela, fez os dois cortes brutais no pescoço mas dessa vez se estendendo até a coluna vertebral e o abdômen dela foi aberto e quase todos os orgãos internos retirados, o coração da moça também foi arrancado.

As cartas

A imprensa e a polícia receberam centenas de cartas na época, haviam informações úteis para as investigações, no entanto também tinham pessoas que queriam se divertir se passando por Jack, talvez na intenção de aparecer no jornal (mãe eu to na globo!) ou simplesmente por falta do que fazer mesmo. Mas houveram algumas que realmente acreditaram ser do próprio assassino, e foi de onde tiraram o nome de "Jack o Estripador" já que elas vieram assinadas dessa forma, principalmente uma que veio com metade de um rim que um médico disse ser muito parecido com o de Kate Conway, mas não foi confirmado se era mesmo o rim que foi arrancado. Na carta que acompanhava Jack dizia que a outra metade do rim ele havia fritado e comido.

Desaparecendo nas trevas...

Após a morte de Ginger ele sumiu, ainda houveram mortes de prostitutas mas nenhuma com a marca de Jack e assim os anos se passaram mas ninguém nunca soube quem ele era.

Caramba vocês não acham isso extremamente intrigante? Um homem surgir assim, matar várias prostitutas, provocar a imprensa e a Scotland Yard e depois desaparecer sem deixar rastros? É tão misterioso, tão sinistra a história. Ainda mais sendo no século 19, é tão distante e saber que provavelmente nunca saberemos as resposta para isso é mais sinistro ainda, imaginem como o mundo é grande e quantas coisas sinistras não estão acontecendo agora? Tipo os Snuff Movies ou coisas do gênero O_O! Não é atoa que ele se tornou um verdadeiro ícone da cultura pop e é citado nos mais variados tipos de mídia.


Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Postar um comentário

7 Comentários

  1. Só um detalhe:

    ''fez os dois cortes brutais no pesçoco mas dessa vez se estendendo até a coluna ''bertebal'' ?''

    Tem que ver isso ai LOL!

    Enfim, é realmente misterioso. Só com uma maquina do tempo para saber das tr3tr!s. :|

    ResponderExcluir
  2. Tem aquela parada de ele fazer os assassinatos formando uma cruz no mapa da cidade

    ResponderExcluir
  3. Adoro histórias sobre seriais killers. *-*
    Leio-as desde que eu tinha 8 anos de idade. (É a mais pura verdade, sempre fui considerada uma criança bizarra). Husaushuasha. Lembro que quando eu não tinha computador eu ia pra biblioteca pública aqui da minha cidade e lá tem um telecentro, então eu ficava horas lendo histórias bizarríssimas sobre assassinos. E ficava com medo de que algum adulto me visse, uma criança de 8 ou 9 anos lendo aquele tipo de coisa e me dessem uma bronca. Mas por sorte ninguém me pegou não. XD

    ResponderExcluir
  4. Sky, cadê as estrelinhas pra gente falar se gostou ou não? Você tirou ou aqui que tá bugado?

    ResponderExcluir
  5. Jack estripador...quem nunca ouviu falar dele não é? Pessoalmente acho que o mundo fica muito mais interessante quando existem mistérios como esse *-* não que seja bom aquelas pessoas morrerem,mas...contos assim dão um tempero a nossa existencia '-'

    PS: se o comentario ficou drogado demais considerem o sono de um guerreiro que teve 3 aulas de portugues seguidas na sexta feira u.u'

    ResponderExcluir
  6. Nooooossa, muito boa a matéria, sky, parabéns. Tem coisas que sempre ouço falar e tenho preguiça de pesquisar e vc quem me obriga a saber, shaushuahsau.
    Responda alguma coisa que eu to me sentindo excluído. hummmm...
    Vc viu o video do pokemon ou o jogo do transformice que te mandei?

    ResponderExcluir