Camelot - A saga do Rei Arthur de um jeito muito sombrio

Apesar de existirem obras com um clima sério, como As Brumas de Avalon, ao se falar da mitologia do Rei Arthur, é normal se associar a um mundo mágico bonitinho. No entanto Camelot é uma obra espetacular que apresenta a coisa de um jeito bem mais sangrento e sério, no estilo de Game of Thrones.




Com a morte do rei Uther, Morgana, filha legítima do rei, assume o trono, porém Merlin havia escondido anos antes, um filho do rei. Príncipe Arthur, que foi dado para que camponeses cuidassem dele, o garoto cresceu sem ter a mínima ideia de quem era, portanto é surpreendido com a chegada do mago, que diz que é o momento de cumprir seu destino, e assim Arthur parte para assumir o trono, mas não sem primeiro criar uma legião de inimigos.

Bom, eu acho que o povo da série Merlin deve ter ficado puto com o surgimento da série Camelot, isso porque se tratam do mesmo tema, mas com a diferença de que Camelot tem cenas de sexo e muita violência, enquanto Merlin nunca aparece sangue, e como vocês bem sabem, o povo gosta é de ver o circo pegar fogo.

Essa série tem magia, mas ela não é apresentada cheia de cores e brilhos, mas sim de uma forma mais sombria, pra falar a verdade achei até mesmo bizarra, a magia não é algo bonito de se ver, mas sim algo feio, os personagens mais parecem que estão sendo possuídos, ao usarem algumas de suas habilidades. Mas eu gostei bastante, parece um tanto melhor encaixado com o mundo real.

Os fãs de Merlin vão notar que as coisas são bem diferentes, embora sejam com os mesmos personagens, Merlin não é um jovem atrapalhado, mas um cara de uns 40 anos careca, Gwen não é uma serva de Morgana, entre outras coisas, acho que o personagem mais semelhante mesmo, é o Arthur, que apesar de eu não ter gostado do ator, por passar a impressão de quem vai chorar a qualquer momento, acabei me acostumando.

A série também mostra jogos políticos, sobre quem deve reinar e etc, pra algumas pessoas que esperam algo mais movimentado, podem acabar se decepcionando porque a série tem um clima um tanto pesado, o centro dela não é a ação, como costumam ser séries do tipo.

Eu gostei muito, se você gosta de uma história medieval um tanto sombria, mas sem ser pancadaria o tempo todo, provavelmente vai gostar, já se você estiver esperando algo mostrando batalhas épicas de exércitos medievais com bolas de fogo pra todo lado e dragões detonando tudo o tempo todo, talvez se decepcione um pouco.

Enfim, a parte ruim é que foi cancelada né... Infelizmente a STARZ não quis arriscar, uma tristeza, duvido que ela não tenha se arrependido depois que viu o que Game of Thrones se tornou, porque até Vikings é visto como uma alternativa a GOT, então imagina algo realmente parecido? Só resta lamentar mesmo. De qualquer forma recomendo ver a primeira temporada porque é incrível.

Postar um comentário

4 Comentários

  1. Adoro Spartacus, mas essa série é muito fraca. Tanto em interpretação do protagonista quanto em carisma deixam a desejar. Assisti alguns episódios e achei o roteiro bem fraco e muito romantizado .Vale lembrar que o figurino está excelente, bem como os atores do irmão do Arthur, do Merlin, e a garota que faz o "papel de vilã".Apesar de fortes pontos negativos, a Starz tem mania de começar as séries com baixa qualidade, que vai gradativamente aumentando, espero que isso aconteça com essa.

    Bom, nota:5 pra serie por enquanto.

    ResponderExcluir
  2. Morgana era interpretada pela Eva Green?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela mesma, vai ver é por isso que a pegaram pro Penny Dreadful, interpreta muito bem uma magia negra sendo invocada hahaha. =D

      Excluir