Quando chega a escuridão | Vampiros bem Malvados!

Esses dias eu estava assistindo um episódio de Vampire Diaries e um personagem citou dois filmes de vampiros, um é o "Garotos Perdidos" e o outro é "Quando chega a escuridão" e quando vi esse nome estranhei porque eu nunca tinha ouvido falar nesse filme na vida e eu gosto muito de filmes de vampiros, então achei legal anotar para assistir mais tarde, ao pesquisar sobre o filme descobri que era de 1987, mas pensei que iria ser algo bom pois foi citado ao lado de garotos perdidos então não devia ser um filme tosco dos anos 80 e resolvi ver...



Na história é apresentado Caleb, um rapaz que em uma noite encontra uma bela garota chamada Mae, ele puxa assunto e começam a conversar, logo vão dar um passeio de carro, Mae não vive naquelas redondezas, e diz que está apenas de passagem com amigos mas logo vai partir.

A garota também age de uma forma interessante, a admiração que mostra ter pela noite, as estrelas, Caleb não a compreende bem, porém a noite termina com Mae percebendo que perdeu a noção do horário e que tem que voltar para casa urgentemente, ela apressa muito o rapaz que acha que o desespero é pelo fato do pai dela poder ficar irritado, então divertindo-se com a situação ele pára o carro e fala que só a leva se ela o beijar, e então Mae o beija e por algum motivo o morde no pescoço, depois desce do carro e sai correndo, ele não entende o que ocorreu mas começa a passar mal e nas primeiras horas após a mordida, ele anda pelo sol e ve fumaça sair de todo o seu corpo, mas não entende o que significa.

Uma coisa que sempre penso é como seria virar um vampiro, muita gente só pensa nos poderes e diversão, mas também há outras complicações, vamos supor que você seja mordido hoje, e sua familia como ficaria? Ia abandonar todo mundo? Ou contar a eles e ver o que acontece? Quanto a beber sangue de outro humano, seria tão fácil assim matar alguém? Porque embora você tivesse poderes, ainda teria que achar alguém, arrumar um lugar para a morte, sem contar a frieza de matar outra pessoa.

É exatamente disso que o filme fala, uma pessoa que acabou de virar um vampiro e como é difícil, achei muito massa mesmo o jeito que é contado, Caleb acaba tendo que partir com o grupo de vampiros que está nas redondezas com Mae e estabelecem uma quantidade de dias que ele tem para matar alguém ou será morto, isso porque para ir com eles o vampiro tem que ter coragem de matar outra pessoa.

E o legal é que vai mostrando a técnica de cada um para suas vítimas, como um membro do grupo que seduz garotas para se alimentar delas, ou o vampiro chamado Homer que tem o corpo de uma criança mas não se sabe exatamente quantos anos tem, ele costuma usar técnicas infantis como ser atropelado por um carro enquanto anda de bicicleta e então atacar a pessoa quando tenta socorrê-lo. Uma coisa que aliás achei muito bem trabalhada foram os personagens, como uma pessoa pode ficar depois de virar vampiro, esse Homer mesmo fuma, bebe e usa armas de fogo com muita naturalidade.

O grupo viaja sem parar, atacam lugares, abandonam veículos para pegar novos, não se estabelecem em um ponto fixo, apenas continuam viajando e tentando destruir evidencias. Enquanto assistia, tive a sensação se que aquilo era uma noite sem fim, é algo tão onírico, parece um grande sonho, o personagem não acredita no que ele se tornou, não parece nada real e ele não tem coragem de matar uma pessoa, são muitos valores morais em jogo. 



Há alguns pequenos detalhes bem legais colocados, mas o que mais me chamou a atenção foram as presas, em momento algum do filme mostra uma mordida sendo feita, o que me leva a desconfiar que esses sejam os primeiros vampiros de uma obra que eu já tenha visto, que precisam beber sangue mas não tem nenhuma alteração no seu corpo na hora disso,continuam com aparência humana, e há muitas obras que há coisas assim.

Alguns exemplos são os vampiros da Buffy que ficam com cara de chupa-limão na hora de morder alguém, ou aqueles que viram um morcegão imenso, e logicamente os que simplesmente tem suas presas que aumentam na hora, mas esses não é mostrado em cena alguma... Porém eu gostei da idéia, lógico que nunca vou saber se eles realmente não tem já que em nenhuma cena é mostrado, mas se não tiverem acho massa uma versão de vampiros sem alterações na aparência, apenas na força.


Outra coisa que gostei muito é que o filme quase não tem elementos trashs como era comum na época, só o final do filme acontecem algumas coisas que particularmente achei bem toscas, mas muito poucas mesmo, umas 3 ou 4 coisas só, o que não estraga a diversão.

Esse filme iria ganhar um remake, estavam fazendo mas como crepúsculo foi um sucesso, cancelaram o remake pois iam pensar que era uma copia de crepúsculo porque tem um humano que se apaixona por uma vampira, eu acho uma pena esse tipo de efeito que crepúsculo causa sobre outros filmes de vampiros, afinal em "Quando chega a escuridão" os vampiros são realmente vampiros, queimam violentamente ao sol, e tem uma história bastante sombria, mesmo tendo essa coincidência entre as duas franquias, são filmes bem diferentes, não é um romance, mas um filme super sombrio, sobre a dificuldade de ser um vampiro.

Sobre "À espera da escuridão"

Pois é galera e esse filme conclui a história do conto "a espera da escuridão" quando assisti o filme, eu achei tão foda o personagem chamado Homer que fiquei imaginando como ele teria se tornado o que é, e resolvi escrever uma fanfic com a minha versão, pensei que alguém iria se tocar que eu me referia a esse filme mas pelo jeito não sou só eu que não conhecia hahaha.

Por isso acelerei tão rápido a velocidade do desenvolvimento da história, talvez algum dia eu escreva mais sobre o personagem em seus primeiros anos e alguma situação, mas por enquanto é só isso mesmo, a continuação da história está no filme. Se você ainda não leu, aí estão os links

À espera da escuridão - Parte 01
À espera da escuridão - Parte 02
Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Postar um comentário

5 Comentários

  1. @Sky
    Ahhhhhhhhhhhhhh mulequeeeeeeeeeeeeee
    Então era uma fanfic, cara que foda me toquei quando aparece Mae beijou, mordeu e correu aí já pensei esse é o puto que o Homer quer matar.
    Suspeitei das imagens mas os links não dizem nada.

    ResponderExcluir
  2. Vou ver esse filme assim que puder,adoro filmes de vampiro.A história do Homer me atraiu bastante, sendo criança e tendo que lidar com sua transformação.

    ResponderExcluir
  3. Legal Sky, seu conto serviu como prológo! Curti, vou ver se assisto o filme, pelo jeito foi um filme bem underground mesmo. Valeu

    ResponderExcluir