Devia ser 1998 quando eu ia à Kingdom Comics, uma loja de quadrinhos daqui de Brasília, e via aquela fita de vídeo na vetrine com uma mulher nua com partes do corpo eletrônicas, lógicoque me chamava atenção mas nada demais, o tempo passava e toda vez que eu ia la, tava ela parada no mesmo lugar, até que um dia ela desapareceu, então tempos depois, quando eu já tinha internet acabei lendo sobre o tal fantasma do futuro, porém dessa vez como "Ghost in the Shell" e passei a me interessar.

Decidi então  assistir aquele filme, e para a minha surpresa, achei fantástico a bagaça, simplesmente uma obra maravilhosa mesmo O__O' um visual cyberpunk, que tanto admiro super foda! Há um clima noturno urbano que me atrai muito, algo super tecnológico em meio a uma grande cidade, tecnologia em um ambiente sujo, e as músicas então, nossa criam um clima muito bom, deixam a obra mais impressionante ainda. Então hoje irei falar aqui com vocês um pouco sobre os dois filmes dirigidos por Mamoru Oshii.

Ghost in the Shell

Esse filme foi lançado em 1995, é baseado em um mangá de 1989 e a história se passa no ano de 2029, onde o mundo já está a um nível cyberpunk. O filme-anime conta a história de um esquadrão chamado Shell que combate organizações criminosas, e mostra quando esse esquadrão é alertado de um novo perigoso hacker conhecido apenas por "Mestre das Marionetes", porém ao se aprofundar na investigação, a equipe começa a ver que há uma história que vai muito mais além de somente um hacker.

Esse filme causa simplesmente algo fantástico na pessoa que assiste e presta realmente atenção na história(sim, o filme é meio complicado) isso porque o filme coloca umas questões éticas muito profundas que te faz pensar em muitas coisas, principalmente quanto a o que é ser um humano, onde está a barreira que diferencia um humano de uma máquina, e também são apresentados várias coisas diretamente ligadas a isso como por exemplo personagens que tem apenas o cérebro e a medula espinal humanas, o resto do corpo dela é todo sintético. Existem duas coisas que diferenciam humanos de não humanos no filme, os Ghosts(fantasmas) que é a alma da pessoa, ou seja o cérebro, e o Shell(casco) que é como é chamado um corpo andróide, por isso o nome do filme "Ghost in the shell" (fantasma no casco) no caso os que tem um ghost é porque são humanos apesar de usarem um shell, o que é uma visão muito bizarra do futuro, afinal o que é você? Apenas o seu cérebro e pode trocar de corpo como se troca de roupa? Aqueles que não tem um ghost são apenas um casco vazio ou uma inteligência artificial, ou seja um androide.

Então isso te mantém preso a pensamentos muito interessantes, máquinas são colocadas em jogo de "O que te torna melhor do que eu? O fato de você ter nascido de uma forma diferente?". Bom, só assistindo para entender, é realmente fantástico *-*

Ghost in the Shell II: Innocence

Esse segundo filme foi lançado em 2004 e mostra dois agentes investigando um caso de uma série de crimes que é cometido por Sexdroids, andróides desenvolvidos para satisfazer sexualmente outras pessoas, o que é um caso um tanto estranho já que andróides não deveriam matar humanos, e mesmo que fosse algum tipo de defeito causado, por que uma série de sexdroids?

O filme trata de forma muito intensa sobre emoções quanto a inteligência artificial, apresentando robôs que são jogados fora ao surgirem novas tecnologias, ou seja, quando uma coisa deixará de ser coisa e passará a ser alguém? Uma máquina apesar de ser construída, se há inteligência nela e pensamentos próprios, vontades próprias, pode ser considerada apenas mais um objeto?
Simplesmente é um clima muito foda que é colocado no filme! O visual dele é muito fantástico mesmo, maravilhoso, misturando muitas vezes cenas em 3D com desenhos em 2D, o lado oriental é colocado muito mais intensamente, você realmente vê que aquilo se passa no oriente, ficou algo bem legal mesmo.

A ação do filme, nossa é espetacular, há cenas extremamente marcantes que te fazem pensar sobre o futuro, há uma em especial que adorei, em que mostra membros da Yakuza descendo o chumbo em um cara, e quando percebem, é apenas um holograma e o cara está em outro lugar metendo bala neles, então é mostrado que eles tiveram os olhos hackeados para verem o que não há ali, se um olho é eletrônico e a mente dos personagens é conectada a uma rede então eles podem ser hackeados, inclusive o próprio cérebro de um dos personagens é invadido em certa parte do anime, colocando-o em um labirinto mental, e quando ele finalmente consegue escapar, não sabe se aquilo é mesmo a realidade ou se ainda está preso ao labirinto.

Finalizando...

Existe também um terceiro filme chamado "Ghost in the Shell: Stand Alone Complex Solid State Society" eita nominho pequeno ein? Mas não se preocupem porque ele não tem ligação com os outros dois e nem é feito pelo mesmo autor. E também tem o anime da série de 52 episódios, além de jogos etc.

Mas é isso aí galera, é muito bom essa bagaça, assistam *-*, porém já aviso que esse é um anime bem sério e com uma história bem complexa, então se você não é do tipo que gosta muito de história, prefere algo direto para porrada não é uma boa não. É possível achar o filme baratinho a venda, agora fiquem com um tributo ao primeiro filme:

Twittem aí para seus amigos pessoal =D