Mini People in the Jungle | A luta contra depressão em forma de arte

Normalmente depressão é um tema que gera livros como fruto, sendo que a maioria é sobre como lidar com a coisa. No entanto pessoas se expressam das mais variadas formas, especialmente porque têm habilidades variadas. E o designer gráfico polonês Dawid Planeta lançou uma série de ilustrações batizada de Mini People in the Jungle, que representam a luta contra a depressão e o resultado foi surreal.



Assumo que são poucos os artistas gráficos que me chamam a atenção, especialmente porque não tenho uma sensibilidade muito aguçada para imagens. Então normalmente se tem algum toque particular interessante. Acho que o único que posso dizer que realmente me toca e inspira são as artes de Edward Hopper, e é porque realmente tem a ver com coisas que amo. Outros que chamam a atenção são mais pela bizarrice ou surrealismo, tipo o mundo de Andrey Tyurin. E esse foi bem o caso com Dawid Planeta.

O cara criou umas artes misteriosas, intrigantes pra caramba, me faz pensar no Ciclo dos Sonhos,  porém uma versão sombria da coisa, meio que o que seria dele se fosse mais afetado pela atmosfera dos Mitos de Cthulhu, então ao invés de algo tão focado na beleza, uma coisa bela, porém também assustadora.

E é exatamente nesse quesito que a coisa se torna o tipo de arte que consegue mexer com a pessoa, pois mostra que expressa um sentimento. Eu sempre acho meio complicado de pegar essa "essência" que admiradores da arte falam que veem em obras. Muitas delas eu só consigo enxergar rabiscos. Ou seja, minha sensibilidade pra isso é uma verdadeira bosta. Porém essas imagens parecem fazer isso de maneira realmente muito natural, pois é fácil se colocar no lugar da pessoa apresentada ali.

O que quero dizer é, imagina abrir os olhos e estar em um lugar muito escuro, vendo apenas a silhueta de um imenso ambiente natural, e diante de você ter um animal gigantesco de olhos brilhantes. É fácil enxergar o quanto isso é assustador né? O que fazer diante de uma situação como essas? E é aí que entra a parte da luta contra a depressão.

Segundo o autor, a ideia é de uma pessoa sendo guiada pela selva escura por um animal espiritual que representa o medo. No começo ela tem medo da situação, porém aquilo é algo natural que e faz parte de quem ela é, pois não somos feitos apenas de luz, mas também de escuridão. Mesmo sendo gigante e a pessoa s e sinta tão pequena, é esse ser que está dentro da pessoa e não o contrário. E quando ela perceber, entender e aceitar esse lado dela, na próxima vez que atravessar a selva não vai ter mais medo.















Comentários