Swag and Sorcery | Extremamente viciante, porém muito enjoativo...

Fui pego de surpresa por esse jogo, não ouvi falar nem da produção dele, o que é bem estranho, já que é uma obra da  Lazy Bear Games, responsável pelo maravilhoso Punch Club, assim como o inusitado Graveyard Keeper, então foi uma surpresa quando a distribuidora me enviou uma cópia, e logo fiquei viciadíssimo e o melhor, roda em qualquer PC barato! Mas infelizmente essa sensação maravilhosa foi devorada pelo enjoo que surgiu após algumas horas de jogo.

A história é bem simples, acaba divertindo mais pelo bom humor e situações hilárias do que por uma trama bem elaborada, o que é bastante válido, afinal de contas nem tudo precisa ser sério né? E esse foi o caso aqui, apresentando um vilão que acha o rei incompetente, e por isso está infernizando suas terras com hordas de criaturas, e você é o responsável pra conter a bagunça.

Uma coisa curiosa é que a história foca mais em personagens de fundo do que nos "protagonistas" que você controla. Isso porque a cada cutscene o foco é em um gato rabugento com muito humor negro e as maldades do vilão, além do narrador preocupado com o destino do reino. Os heróis mesmo só aparecem falando ao fundo da coisa.

A mecânica do jogo é bem simplória e rapidamente me lembrou jogos de celular, e pelo o que vi, realmente está disponível para dispositivos móveis, mas joguei a versão da steam. O jogo me encantou por seu estilo simples que ao mesmo tempo apresenta uma ideia mais grandiosa. É uma vila cheia de coisinhas acontecendo, algumas bem bizarras e você controla a coisa através de vários painéis.

É possível juntar recursos e abrir estabelecimentos que fornecem novas tecnologias ou serviços, por exemplo tem a forja pra fazer itens de metal, o laboratório para criar subprodutos com a combinação de itens, mas também tem o SPA para seus personagens relaxarem, assim como a igreja para se curarem e receberem bênçãos.

Você vai criando heróis e os coloca em ação, basta ir ao estábulo, selecionar os heróis que quer enviar, selecionar o lugar e apertar em iniciar. À medida em que você repete os ambientes, uma porcentagem vai subindo e ao chegar em 100%, libera a batalha do chefe, que você pode iniciar a hora que quiser.

Não é possível controlar diretamente os personagens, ao invés disso você apenas os prepara, coloca equipamentos, sobe os níveis, melhora determinados atributos e os lança. O que você pode fazer é usar magias para auxiliar, seja dando dano nos inimigos ou curando os personagens, mas a jornada é feita por eles sozinhos.

Graças a isso é possível enviar alguns para uma jornada e colocar outros para criarem itens, ao mesmo tempo em que vai organizar os itens deles, colocando poções no estoque para que tomem quando estiverem com baixo nível de vida, adicionando itens mais adequados para certos personagens para que executem da forma correta a sua estratégia, e assim vai.

Além disso vão acontecendo coisinhas na aldeia, de vez em quando surge um ponto de exclamação e quando você clica, tem uma pequena narrativa, decidir o destino de um ladrão que foi pego roubando, escolher se devem ou não abandonar o plantio de algum fruto que parece que não vai dar certo, e assim vai.

A princípio a coisa é extremamente viciante, são tantas coisas pra fazer, e você vê tudo evoluindo rapidinho. E eu pensei que ia zerar logo, mas infelizmente quando avancei mais no jogo, a coisa se transformou em frustração. Ter que enviar grupos de personagens centenas de vezes pra ver se conseguem certos ingredientes pra você montar certos itens e aí passar na missão de "Construa 5 desses itens" é algo que fica cansativo demais.

E olha que eu coloquei pesado pra zerar ein? Joguei por horas, mesmo depois que não estava me divertindo mais, pensei "Poxa, vou zerar ao menos", mas infelizmente depois das últimas cinco horas repetindo isso, pensei "É... Acho que vou passar". Me deu um peso na consciência exatamente pelo tempo que gastei, mas infelizmente não souberam a hora de parar, e colocar um final gigante por te fazer ter que ficar repetindo algo e não por variação só gera enjoo.
Enfim, jogo visualmente maravilhoso, mecânica divertida, mas é uma obra que a pessoa tem que amar grind. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na steam, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Comentários