The Witcher | A Maldição dos Corvos

A editora Pixel trouxe ao Brasil diversas adaptações de obras da cultura pop, mas sem sombra de dúvidas algo que se destacam são os quadrinhos da franquia  The Witcher, e em "A Maldição dos Corvos" temos mais uma história sombria que consegue intrigar e prender o leitor do começo ao fim com sua narrativa viciante.

A história tem foco na jornada de Geralt e Ciri atrás de uma Striga, uma criatura medonha que o bruxo já enfrentou no passado, mas que escapou por pouco. No entanto enquanto se preparam para enfrentar o monstro, novas opções de contrato e informações mostram que trata-se de algo bem mais profundo do que uma mera caça.

Assim como em Os Filhos da Raposa e A Casa de Vidro, em A Maldição dos Corvos temos uma edição de luxo de algo que foi lançado lá fora dividido em edições. Ou seja, originalmente cinco revistinhas dividiam a trama, mas a editora Pixel pegou todas, deu um acabamento de luxo em capa dura e lançou tudo junto aqui no Brasil no mesmo formato que as histórias anteriores.

Uma coisa que inicialmente temi e estranhei, mas no fim das contas gostei demais nesse volume, é que ao contrário das edições anteriores, ele não tem foco em apenas uma história, mas sim em uma série de eventos que vão e vem e no final acabam se conectando formando um todo. Sendo assim existem várias pequenas histórias que formam um todo.

Eu fiquei com medo no começo porque tratando-se de algo para ser contado em cinco edições, imaginei que tanta informação poderia acabar fazendo tudo correr demais e ter muitas tramas não tão empolgantes ao invés de um belo de um conto sombrio super robusto que dá aquele gosto imenso ao se terminar.

Mas a verdade é que cada traminha apresentada, seja em flashbacks, seja com algum personagem explicando, no fim das contas acaba tendo seu toque interessante que parece ficar em aberto, mas à medida em que a história avança, todas essas coisas vão se encaixando aos poucos e formando algo realmente muito maravilhoso de se ler.

Ou seja, o que inicialmente parecia algo que tinha tendência a ser super raso, no fim acabou tornando A Maldição dos Corvos muito mais robusto do que os volumes anteriores da franquia. Ficou algo bonito de se ver, estiloso e que realmente mostra bem a vida de Geralt como é, algo cheio de aventuras e possibilidades.

E por falar em Geralt, é a primeira vez que Ciri aparece, além de um outro personagem importante na franquia de jogos. Nos volumes anteriores o foco era mais no personagem em si, mas esse aqui deixa os fãs de The Witcher 3 muito mais confortáveis, já que os elementos visuais também estão muito mais parecidos, com roupas e estilos utilizados no jogo.

O acabamento como sempre está muito bonito, em capa dura e no mesmo tamanho que as edições anteriores, sendo assim é possível colocar uma do lado da outra e já deixar a estante com aquela cara de bela coleção estilosa. As capas originais das edições foram colocadas no mesmo formato, ou seja quando termina uma edição, aparece já a capa ali.

Enfim, tá aí uma daquelas maravilhas que são muito gostosas de se ler e perfeitas para ficarem do lado da cama esperando a hora de ir dormir, assim você pode dar uma lida e aproveitar aquele momento antes de cair no sono. Mas claro, a coisa pode ser também muito viciante para alguns e inevitável devorar tudo de uma vez.

Comentários