Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 5 de junho de 2017

O polêmico abaixo assinado para alterar Far Cry 5

É muito normal se ver polêmicas com a população de um lugar quando criam uma obra em seu país, um bom exemplo foi o político boliviano que se revoltou com Ghost Recon Wildlands. Mas essas polêmicas sempre são por esculachar os mesmos lugares de sempre, Rússia, países da América do Sul, China, países da África, etc. No entanto com Far Cry 5 a coisa foi diferente e alguns americanos ficaram revoltados exigindo o cancelamento ou alteração.



A verdade é que essa franquia sempre deu o que falar, é só ver a quantidade de polêmicas de Far Cry 4, mas depois a coisa ficou um pouco quieta com a vinda de Far Cry Primal, porém com a revelação de Far Cry 5 sendo nos Estados Unidos e com a presença de fanatismo religioso cristão, isso deixou o povo louco.


Após a revelação do teaser, a primeira revolta foi pelo fato do jogo colocar fanáticos religiosos cristãos e não alguma religião não popular no ocidente ou inventada. E assim em cada notícia de Far Cry 5, se via nos comentários o povo esculachando a Ubisoft por não ter usado outra religião, assim como gente dizendo que nunca mais ia comprar jogos da empresa.

Só que depois da revelação do trailer é que o circo pegou fogo de vez, pois foi mostrado que além de fanáticos religiosos, eram também patriotas americanos. Com a exibição constante da bandeira dos Estados Unidos e uns caipiras loucos de áreas rurais. Isso deixou muitos americanos revoltados com a ideia, o que fez com que surgisse um abaixo assinado muito polêmico com as seguintes exigências:

- Mudem os vilões. Não é tão difícil, pra falar a verdade. Apenas mudem os vilões para algo mais realístico. O Islã está em crescimento nos Estados Unidos, assim como a violência de gangues de cidades do interior. Vocês estão com medo de fazer isso? Bom, nas palavras de Boltair "Para aprender quem manda em você, simplesmente ache quem não está sendo criticado".

- Alterem os vilões. Mesmo se vocês insistirem em fazer os vilões como cristãos americanos, considerem misturar as raças um pouco para não focar apenas em pessoas brancas. Há vários patriotas de vários tipos, raça e credo. Então coloquem alguns negros e mexicanos. Não há razão para protecionismo de um movimento nacionalista sendo apenas uma raça. Então por que parar de ser politicamente correto aqui?

- Alterem o enredo. É óbvio que vocês continuam em insistir em usar esse tipo de personagem. No entanto com alguns pequenos ajustes artísticos vocês podem salvar o conceito inteiramente. Os vilões podem ser patriotas mal orientados, forçados a fazerem sua própria nação contra as vontades de um governo super opressivo, fazendo com que sua ira acabasse caindo sobre todas as pessoas nos arredores. A sua violência brutal física e sexual contra os opressores então é explicada como uma reação às ásperas políticas do governo e taxas, mostrando assim que ambos os lados estão errados.

- Mude a localização, mas apenas para certos mercados. Olha, eu entendo esse anti-americanismo que rola na França, e eu não estou dizendo para vocês desistirem dos lucros em potencial devido às reclamações. Não queremos ser vistos como essas feministas hipócritas, tá bom? Mas para os Estados Unidos, nesse momento, anti-americanismo está fora de moda. Você tem que tocar o seu mercado. Mudem a localização para o Canadá. Dessa forma vocês não afastam os jogadores em potencial devido a se sentirem ofendidos. Apenas estou tentando ajudar vocês a fazerem dinheiro. Siga uma ou mais dessas sugestões e esse jogo será salvo do inferno do PC e desenvolvimento multicultural. Nós americanos temos poucos jogos para chamar de nossos, e  estamos cansados de perdê-los para besteira multicultural.

Pra quem quiser conferir o abaixo assinado inteiro em inglês pode conferir aqui. Como todo mundo sabe, existe fanatismo em todo lugar e colocando a localização como o interior dos Estados Unidos, acho que seria bem bizarro colocar o islamismo como fanáticos religiosos caipiras nacionalistas. Mas e vocês, o que acham?

Um comentário:

Davii disse...

Que galera chata