Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 18 de março de 2017

Leatherface - O Massacre da Serra Elétrica 3

Na matéria sobre O Massacre da Serra Elétrica 2 eu expliquei que fui assistir aquele filme assim que terminei Resident Evil 7, mas infelizmente o que achei foi uma baita de uma tosqueira louca de dar pena. Mal imaginava eu que o que procurava mesmo era pelo terceiro filme da franquia, esse sim é exatamente o que eu estava em clima de ver e agora chegou o momento de analisar.



A história apresenta um casal viajando pelo Texas para entregar um carro, acabam descobrindo por rádios locais que há um psicopata a solta naquela região, e naturalmente não demoram muito para descobrir que serão os próximos a se tornarem os alvos do assassino, que começa a persegui-los incansavelmente.

Eu não lembro de já ter assistido esse filme antes, no entanto tenho alguns flashs de certos detalhes, então acredito que devo ter visto uma ou duas cenas passando na TV, ou talvez sejam apenas cenas genéricas demais e que acabaram se tornando meio que óbvias demais, tipo "Ah esse personagem vai fazer isso e aquilo".

Achei engraçado assistir esse filme logo depois de escrever a matéria sobre The Monster e comparar aquele filme com Olhos Famintos, isso porque ambos se passam em uma estrada e ambos com uma criatura perseguindo. Daí de repente me vejo assistindo novamente um filme de estrada, aliás Olhos Famintos pode ter usado esse filme como fonte de inspiração mesmo, pois esse negócio de um cara e uma garota em uma estrada deserta tem muito uma atmosferinha própria intrigante.

Apesar de tudo é apenas o início mesmo o lance da estrada, depois o filme segue um rumo próprio que aí sim tem cara de Resident Evil 7, aliás, até demais. Tenho certeza de que a Capcom bebeu desse filme, pois tem certos elementos surpreendentemente parecidos. A família de psicopatas com sotaque de caipira, uma velha na cadeira de rodas, uma menininha, uma mesa de jantar em uma cozinha MUITO parecida com a dos Bakers, entre outras coisas.

Apesar de tudo esse é um filme com altos e baixos, enquanto ele restaurou a seriedade do primeiro filme, ele tem uns atores que conseguem gerar constrangimento de tão toscos que são. Parece que é um roteiro bom, mas que precisava ser mais polido no fim das coisas. Como é algo de 1990 dá pra dar um desconto já que tosqueira em filme era quase algo impregnado, mas se você for assistir com uma visão moderna a tendência é a descer o cacete.

Agora toda a atmosfera da coisa é interessante pra caramba, uma casa no meio do pântano e a sensação de múltiplas histórias se cruzando. Não é mostrado apenas o casal de irmãos, mas sim três histórias de pessoas que cruzaram o caminho dos psicopatas e a reação de cada uma delas indo desde ficar insano até ficara revoltado e tentar matar a família.

Enfim, o visual do Leatherface desse filme é um dos mais inspiradores, ele é mais sombrio que o dos filmes anteriores e meio que se tornou bem simbólico. Não digo que é um filme pra todo mundo porque pode ser visto só como mais um slasher, porém se você é fã de filme de terror e sabe ignorar tosqueiras de filmes antigos, pode sim ser um bom entretenimento.


Nenhum comentário: