Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

O estabilizador tá destruindo seu PC? Talvez sim!

Ok, antes de tudo já aviso que esse é um tema delicado e que provoca fortes emoções, então não fique nervoso, leve essa postagem como informativa ou pelo menos no nível de curiosidade. Se você tiver informações diferentes, compartilhe nos comentários e vamos aprender juntos. Como o título já diz, o assunto dessa postagem é polêmico pra caramba e em uma linguagem bem fácil pra todo mundo entender.

O que me fez criar essa matéria foi uma publicação do facebook que inicialmente eu tinha feito sem nem pensar muito. O negócio é que a coisa realmente deu o que falar e os comentários pegaram fogo. Na publicação eu perguntava se as pessoas já ouviram falar que estabilizador matava a fonte aos poucos e que falei que no lugar eu usava um Clamper Energia 2, e coloquei essa foto:

As pessoas ficaram eufóricas, alguns apoiando, outros xingando sem parar. Alguns achando extremamente bonito o aparelhinho compacto da foto, outros achando uma verdadeira gambiarra e pensando que fui eu mesmo que fiz, já que até um adesivo da asus eu colei ali no canto. No fim das contas acabei foi aprendendo bastante com as mensagens variadas.

Bom, pra começo de conversa, não, isso não é uma gambiarra, o adesivo que tem ali é porque eu costumo deitar na cama para assistir coisas no monitor e o led batia diretamente nos meus olhos, então coloquei um adesivo ali para impedir que isso acontecesse. Por outro lado, eu estava errado em usar o termo filtro de linha para esse dispositivo, embora seja também de proteção, filtro de linha é uma outra categoria.

A primeira vez que ouvi falar esse papo de que estabilizador é ruim para o PC e filtro de linha é o essencial, deve ter sido lá por 2010 e, naturalmente eu achei uma baita de uma blasfêmia. Afinal de contas como assim o estabilizador podia ser substituído por uma "régua"? Quem seria louco de ligar direto na tomada? Afinal de contas o estabilizador tinha componentes especialmente feitos para a energia não matar meu PC em um surto, certo?

O tempo passou e cada vez mais via esse papo, e o mais assustador é que eram aqueles artigos técnicos imensos, com linguagem que eu nem compreendia direito e um monte de comentários a favor. Então como eu podia discutir com essa galera que realmente entendia de energia e recomendava? Descobri também que filtro de linha e régua não eram a mesma coisa, a única semelhança eram a aparência e isso piorava, pois as lojas vendem réguas de 10 reais com o nome "Filtro de linha", então como saber o que era e o que não era? Eu não podia abrir e mesmo que abrisse, não entenderia.

Graças a isso o tempo passou e só quando comprei meu primeiro PC Gamer é que troquei tudo e no pacote acabei vendo que era a hora de abandonar o estabilizador de vez. Também foi quando comecei a descobrir um monte de coisas novas sobre energia e pensar em como minha vida poderia ter sido mais tranquila se eu tivesse prestado mais atenção com o passar dos anos.

Meu primeiro problema com estabilizador foi em 2003 quando comprei meu segundo PC, o estabilizador queimou duas ou três vezes. Como eu estava empolgado pra jogar, aquilo me deixou frustrado demais. Eu não entendia o que diabos estava acontecendo. Hoje imagino que a loja estava me vendendo estabilizadores que não suportava a máquina que eu usava e o resultado era acabar queimando.

O negócio é que a maioria das pessoas que jogam no PC não dão muita bola pra parte da energia, vê a fonte só como uma parte que tá lá pra fornecer eletricidade e pronto, não precisa de frescura. Com a tentação de peças como placas de vídeo e processadores super poderosos, é comum a pessoa investir em uma baita de uma máquina super potente e comprar a fonte mais barata possível, o estabilizador então, a pessoa pega o de 40 reais mesmo pra ligar um PC Gamer tunado.



Mas o negócio é o seguinte, cada peça do PC (memória ram, processador, placa de vídeo, coolers, etc) exige uma quantidade de energia, a soma dessa energia tem que ser inferior à capacidade da fonte. Por exemplo se a soma de tudo der 400 Watts, a sua fonte não deve ter menos que isso, uma inferior talvez até ligue, pois uma placa de vídeo não está o tempo todo usando sua potência máxima, porém o ideal é usar não exatamente 400 Watts, mas um pouco a mais para dar uma folga pra fonte.

Já viram aqueles casos de pessoas que quando vão jogar o PC desliga? Pois é, normalmente isso está ligado à fonte e o fato dos componentes estarem usando o máximo. Com o tempo as fontes vão se desgastando, e por isso fica cada vez mais frequente quando isso começa, até que chega no ponto que o PC não aguenta ficar 5 minutos no jogo e a pessoa finalmente vê que tá insuportável.

E isso também serve pro estabilizador! Lembro quando fui comprar um para outro PC barato que montei só pra fazer testes e falei com o cara da loja de informática, ele estava fazendo um monte de perguntas "Em que você vai ligar?" e eu "Bom, tem isso, aquilo, a impressora", daí ele "Essa impressora é potente? Ou é daquelas pequenas?". Na época me perguntei por que diabos aquele cara tava perguntando isso e porque simplesmente não me vendia e pronto, afinal era só um estabilizador, certo?

Nossa como não sofri com aquele estabilizador, teve uma noite que ele tava com aquele TEC TEC TEC TEC TEC TEC, e quando acordei pela manhã, fui ligar meu Xbox 360 e tive a desagradável surpresa de ter queimado! Fiquei abismado, afinal de contas como era possível algo protegido por um estabilizador acabar queimando? Nesse mesmo estabilizador joguei Resident Evil 5 com um amigo por umas quatro horas seguidas, subiu um cheiro de plástico queimado fortíssimo, mas na hora estávamos tão empolgados que nem notamos, parecia só calor por ter dois PC's e duas pessoas em um quarto, mas quando fui ligar de novo esse PC não ligava mais.

A partir de então passei a tomar cuidado, mas com o PC ruim que eu tinha, me sentia super perdido quanto ao que fazer e, como falei, só quando comprei meu primeiro PC Gamer é que realmente passei a entender várias coisas e ir atrás. Ter algumas dúvidas também, porém em geral fiquei bem mais por dentro da coisa.

Algo que li bastante por aí foi "O Brasil é o único país do mundo que usam estabilizador". Achei algo exagerado, mas no fim acabei ficando com uma dúvida se é verdade, pois fui procurar por vídeos de como montar um PC feito por gringos e em praticamente todos eles fazem a montagem toda e dizem "Pronto, é só ligar", e corta pro PC ligado, não comentam sobre estabilizador, aliás eu nem achei como se escreve essa palavra em inglês... O único que vi ligando na tomada, ele ligava direto. Isso gera a pergunta, será que realmente estabilizador é algo que só se usa no Brasil pra fabricantes venderem peças? Se alguém achar um vídeo aí, coloque nos comentários.

Mas bom, o que é dito é que o estabilizador serve para pegar a tensão, que oscila pra caramba, estabilizar e assim a energia chega à fonte de uma forma mais segura. Mas uma pergunta bastante frequente que se vê em fóruns é, "Por que o PC é o único aparelho que usa isso? E o celular? Video game? TV? Geladeira? Por que tudo isso não usa estabilizador também?". Se você tiver uma resposta, deixa aí nos comentários também, vamos trocar informações pessoal! =D

A crítica mais forte quanto ao estabilizador, é o tempo de resposta dele. Sabem o tec tec tec? É ele aumentando ou reduzindo a tensão antes de enviar pro PC, e nesse tempinho, a fonte fica sem receber energia. Cada fonte tem um tempo que pode aguentar sem energia, se for inferior ao tempo de resposta do estabilizador, o PC vai desligar e isso pode causar danos. O mesmo serve para nobreaks, ele tem baterias, quando falta energia ele muda a fonte de fornecimento pra bateria.

Então, ao que parece, estabilizador pode ser algo bom para fontes vagabundas (aquelas que atrás tem uma chave pra você alterar entre 110v e 220v. No entanto fontes boas, as chamadas PFC Ativo, fazem o trabalho do estabilizador, pois estabilizam a tensão automaticamente. Mas se ela estiver ligada em um estabilizador, vai trabalhar em dobro, pois essas fontes tem um tempo de resposta muito mais rápido.

Ou seja, tensão vem alta (ou baixa), a fonte baixa (ou sobe) na hora, mas como o estabilizador é mais lento, ele vai detectar isso depois e vai fazer o mesmo, quando ele fizer o mesmo, a fonte vai detectar a mudança brusca e novamente vai estabilizar a coisa, o que acaba diminuindo o tempo de vida útil, pois estará trabalhando mais do que devia e é daí que vem isso de estabilizadores matarem fontes.

Selo 80 Plus e fontes PFC Ativo

Uma coisa que acabei descobrindo, e que nunca tinha ouvido falar, foi sobre o tal do Selo 80 Plus e fontes com PFC Ativo. Algo que me deixou bastante maravilhado, pois antes de comprar um PC Gamer, eu só tinha a ideia de que ligar um PC direto na tomada seria uma verdadeira loucura e que queimaria logo, mas não!

As fontes não aproveitam toda a energia que puxam, isso porque parte é convertida em calor, quanto mais vagabunda a fonte, mas desperdício e maior a conta de luz é claro. Porém existem fontes com o selo "80 Plus", que são aquelas que aproveitam no mínimo 80% da energia puxada. Essas são fontes de qualidade que em geral vem com PFC Ativo.

PFC é a sigla para Power Factor Correction, e fontes PFC Ativo são aquelas que já vem com a função que o estabilizador tem, portanto podem ser ligados direto na tomada (Que loucura cara!), e é a partir daí que outros tipos de proteção entram em ação! O filtro de linha e sua turma!

Outros tipos de proteção

Filtros de linha: Eles diminuem ou eliminam os ruídos causados pela rede elétrica, ele filtra a energia para passar de um jeito mais "suave" possível para seu equipamento.

Aterramento: Sabem o pino do meio que tem em umas tomadas? Aquele é o fio terra, caso dê algum problema na rede elétrica que faça a energia se acumular, ao invés de passar pro equipamento e dar choque em quem encosta ou danificar ele, o aterramento puxa esse excesso pra terra (por isso o nome de fio terra). Mas quase ninguém tem aterramento, é algo caro e trabalhoso, as pessoas tem o pino é claro, mas não quer dizer que tenha aterramento.

Disjuntor: Esse é um aparelho instalado nas casas que desarma caso dê um curto circuito ou uma sobrecarga elétrica. Daí você tem que ir lá no quadro de energia ativar de novo pra energia voltar.

DPS (Dispositivo de Proteção contra Surtos Elétricos): Protege aparelhos de surtos elétricos desviando as cargas para que o aparelho não queime ou pior.

Então o que usar?

Bom, pelo o que aprendi, cada caso é um caso. Se você pretende usar um estabilizador, ele tem que ser de qualidade ou ser adequado para o seu tipo de máquina. Ao contrário do que parece, nem todo estabilizador pode ser ligado em qualquer PC, sendo assim estabilizadores realmente bons são em geral bastante caros.

Os Nobreaks podem causar exatamente os mesmos problemas que estabilizadores, pelo o que vi também é uma fortuna os que são realmente de qualidade. E assim pode acabar danificando tanto quanto estabilizadores se for um equipamento de má qualidade.

O problema dos filtros de linha é exatamente achar um que seja um filtro de linha de verdade, como eles tem o mesmo visual de uma régua, acabou se tornando normal chamar tudo de filtro de linha. Sendo assim as vezes o que está sendo vendido é uma extensão e com o nome Filtro de linha.

Em meio às pesquisas que fiz, acabei vendo que a melhor escolha eram os produtos da Clamper, pois ela é especializada em fazer equipamentos de proteção e não apenas extensões. Outra coisa bacana é que os produtos maiores (com várias tomadas) combinam filtro de linha e DPS.

Sendo assim, acho que o ideal é em primeiro lugar comprar uma fonte de qualidade com PFC Ativo pra poder ligar direto na tomada, isso vai evitar muitas dores de cabeça e componentes queimando misteriosamente, daí usar um DPS pra além da fonte estabilizando, ter uma proteção contra surtos elétricos.

Como falei, esse é um assunto polêmico, há quem concorde, quem não concorde, deixem aí seus comentários, vamos trocar informações. Pesquisem mais sobre o assunto antes de tudo. Vou colocar aqui alguns links interessantes com informações mais técnicas pra quem quer saber mais:

Fórum Adrenaline 

Canaltech



Vídeos do Clube do Hardware

Nenhum comentário: