Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Necropolis - Cooperativo extremamente difícil e viciante

Você gosta de jogos cooperativos para passar um tempo com climinha de aventura acompanhado de amigos? Mas quer algo mais difícil? Com um toque desafiador? Pois certamente Necropolis: Brutal Edition é um jogo que pode te agradar bastante. Uma experiência com aquele climinha gótico que muitos tanto amam e a sensação de que realmente se está no limite.



A história é bastante misteriosa e você vai descobrindo aos poucos com escritas nas paredes e uma entidade, idêntica à pirâmide illuminati, que conversa com você constantemente. Mas o que se sabe é que você está em um abismo de um lugar chamado Necropolis, um lugar sombrio cheio de criaturas ansiosas para te matar.

Quando fui jogar com meu amigo, nós não sabíamos que esse jogo era do gênero roguelike. Então foi um susto para nós dois entrarmos na primeira sala e morrermos em poucos segundos. Na segunda partida fomos mais preparados para matar aqueles inimigos, e aí foi uma surpresa abrir a passagem para a segunda sala e ver que era um ambiente completamente novo.

Mas apesar do jogo ser descrito como sendo do gênero RogueLike, só que realmente parece meio estranho. É verdade que ele tem os elementos de jogos como o simpático Magicite, com ambientes aleatórios, possibilidade de craft, morte permanente, venda de itens, armas e armaduras melhores. Tem tudo isso, só que uma comparação frequente do jogo é com Dark Souls

Talvez essa comparação seja pelo fato de que, diferente da maioria dos roguelikes, esse é completamente em 3D, e não é um jogo feito em cubos como Minecraft, mas sim áreas modeladas mesmo. Outro elemento que talvez crie essa sensação seja o fato de que o jogo é bastante sombrio e é fácil demais morrer.

Esse é realmente o tipo de obra que é feita para uma experiência cooperativa, sendo assim ele tem suporte a um jogador, no entanto realmente não tem comparação, jogar com amigos é muito melhor. E é do tipo que quanto mais gente, melhor. Sendo assim se você puder formar um time de quatro pessoas, que é o máximo, eu recomendo.

O negócio é que é um jogo de exploração e a mecânica é bem cruel, os personagens podem se acertar. Ou seja, nem pense em lutar lado a lado com um amigo seu, a não ser que os dois estejam com algum tipo de poção de invulnerabilidade, pois se lutarem normal, os dois vão se fatiar e podem até mesmo morrer.

Ou seja, se dividir para explorar todo o lugar é uma boa ideia. Algumas áreas são bem curtas, no entanto existem outras que são extremamente gigantescas e você começa a se perguntar se está perto do final daquele ambiente. Além disso, mais mãos para te levantar quando você cai é realmente um alívio.

As áreas de Necropolis variam de esgotos a pântanos e montanhas congeladas, deve ter dezenas de biomas. No entanto o design sombrio constante faz bater aquela sensação de ambientes repetitivos, é algo esquisito, pois você nota que são bem diferentes, são coisas como uma sala com um esqueleto gigante de um tipo de dragão ou uma fortaleza rodeada de abismos. Você vê coisas novas constantemente, mas tanto eu quanto meu amigo notamos que parece tudo igual, é bem estranho isso, então acho que a única explicação é o toque sombrio constante,que não varia e acaba fazendo todo o resto parecer o mesmo.

Esses ambientes contam ainda com elementos aleatórios como armadilhas, baús, potes para serem quebrados, itens escondidos em meio a destroços, vendedores ambulantes, pedras despedaçadas para serem restauradas e recuperar a mana. Salas secretas, e inimigos também gerados de forma aleatória. As vezes as combinações desses elementos são bem interessantes, como uma área extremamente lotada de armadilhas que um dia encontrei com meu amigo.

A personalização de personagens é bastante simplória, as armas não aparecem escrito detalhadamente o que fazem. Elas tem nível e uma descrição, e é preciso tomar cuidado nisso, pois passei horas jogando e pegando itens apenas pelo nível, mas a descrição realmente fala de forma misteriosa certas características bem peculiares.

Eu só descobri isso quando notei que tava saindo itens e dinheiro de inimigos quando eu atacava com uma arma e ao ler sua descrição era algo do tipo "Nossa! Toda vez que eu brando essa lâmina, chove diamantes!". Então a princípio pode parecer que as armas e armaduras do jogo são puramente estéticas exceto por alguns efeitos ao usar seus ataques especiais, mas não são. Vale a pena dar uma lidinha, pois podem ter efeitos bem legais.

Existem missões que são dadas constantemente e exigem que você faça determinadas tarefas como matar uma certa quantidade de monstros de determinados tipos, quebrar vasos, usar certas habilidades, criar determinados itens e etc. Quando você completa essas missões, ganha um token, que pode ser usado para abrir baús ou comprar certos itens especiais.

Ao fim de cada área, você tem um grande portão de pedra que requer 200 de dinheiro para ser aberto, então você tem acesso a uma área com vendedores, uma fonte em que se pode evoluir a barra de estâmina e vida. Então há um elevador onde você encontra novamente a gigantesca pirâmide illuminati ao lado de um baú que pode ser aberto com um token.

No jogo há ainda a possibilidade de forjar itens, alguns deles podem ser obtidos em vendedores, mas outros podem ser criados com alquimia. Sendo assim ao matar monstros, destruir potes e vasculhar entulhos, você não acha apenas dinheiro, mas também ingredientes que te permitem criar desde comida até giz para marcar áreas onde você já passou.

Enfim, Necropolis é um jogo bastante viciante, no entanto também pode ser bastante enjoativo, especialmente se você for jogar sozinho. É o tipo de jogo que se for jogado em grupos de quatro pessoas vocês vão avançar bem mais rápido e aproveitar melhor a coisa. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A pra ver o preço que está lá, pois eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida no preço que tá lá, clicando aqui.


Nenhum comentário: