Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Renowned Explorers - Aqui você batalha na base da lábia

É sempre bom ver jogos que se esforçam para aperfeiçoar conceitos, não é mesmo? Porém tem alguns que simplesmente são complicados demais, o combate por exemplo é algo tão básico que é complicado ver uma evolução. Poucos jogos como In Verbis Virtus, acabam realmente dando uma inovada. E hoje vou falar sobre um desses, Renowned Explorers: International Society.




A história se passa em uma realidade alternativa no século XIX. Nela existe a Sociedade Internacional de Exploradores Famosos. Você tenta se destacar entre um dos maiores aventureiros e para isso monta uma equipe, partindo para diversos lugares do mundo inteiro em busca de antiguidades, tesouros e glória.

A jogabilidade é de algo muito semelhante ao universo dos jogos de tabuleiro, inclusive as próprias partidas em aventuras são rápidas, o que deixa ainda mais semelhante. Para quem não sabe, existem alguns jogos de tabuleiro em que é possível jogar sozinho. Por exemplo o maravilhoso Elder Sign, e a sensação aqui é exatamente de se estar jogando um desses, porém com alguns elementos a mais que só são possíveis em um jogo virtual.

Você começa montando sua equipe, escolhendo alguns entre os vários aventureiros disponíveis. Cada um desses tem especialidades próprias, sendo assim a jogabilidade já vai mudar desde o início, e um jogo que foi de uma forma, pode ir para outro rumo em uma partida futura, devido às habilidades dos personagens diferentes selecionados.
Você deve escolher então uma aventura para partir em um mapa-mundi com várias disponíveis. Cada uma tem uma historinha própria e a escolha é feita com base nos seus interesses. Lá você deve vagar pela terra, sendo que gasta suprimentos para se mover a cada ponto. Nesses pontos é possível coletar tesouros variados e ir entrando em batalhas, além também de achar negociantes.

Agora sem sombra de dúvidas o combate é o que rouba a cena nesse jogo, ele é aquele estilo tático onde você tem pontos para mover o personagem pela tela e pode usar habilidades. Em geral nesses jogos o combate é sempre físico, sendo de longe ou curto alcance, envolvem ferimentos. E aqui também existe a opção de ferimentos, mas a coisa vai além e há situações em que a fala é muito mais poderosa.

Os personagens não tem defesa apenas relacionada a armadura, mas algo também relacionado a personalidade. E assim você pode fazer ataques positivos como bajular a pessoa, encher a cabeça dela de ideias sobre grandeza, riquezas, etc. Ou exatamente o contrário, fazer agressão verbal ou rebaixar ela, a ridicularizando.

Mas não é apenas isso, é um combate complexo, bem robusto mesmo. Existe um clima no combate, e ele muda dependendo do que você fizer, por exemplo a situação de repente pode ficar tensa, e nessa situação existem bônus para certos tipos de ataque. Dependendo do que você fizer, esse clima muda, e assim você pode ir manipulando o combate para que chegue no clima que você deseja e assim ganhe bônus de ataque.

A coisa parece bastante com pedra-papel-e-tesoura, onde certos elementos ganham de outros. Por exemplo se a situação está tensa, a pessoa fica vulnerável a elogios, se a pessoa está feliz por um clima de elogios, ele é vencido por uma reação agressiva, e se a pessoa já está nervosa em uma situação agressiva, ela fica ainda mais descontrolada ao ser provocada.

Cada aventura gera cartas de história que podem ser contadas em aventuras futuras enquanto os personagens sentam para descansar ao redor de uma fogueira. Essas histórias geram certos bônus. O jogo ainda é cheio de pequenos detalhes interessantes e o tutorial é bastante chato por ser gigantesco, explicando cada um dos inúmeros elementos, mas dominar a mecânica vale bastante a pena.

Enfim, fica aí a dica de um jogo de combate tático diferente e que pode gerar ótimos momentos de diversão com aventuras rápidas que somadas formam uma bela campanha cheia de possibilidades. Ainda mais se você é do tipo que fica olhando a lista de jogos de tabuleiro e pensando no que jogar. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.


3 comentários:

Saitama - sama disse...

Sky... Bem... Eu acho que "vase" não é a palavra certa. Arruma o título aê...

Iscai NM disse...

Eu apenas queria ver se você estava prestando atenção, é que V tem som de B em espanhol. Parabéns você passou no teste! Ò_Ò

Saitama - sama disse...

Aham, sei... ¬¬