Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 27 de agosto de 2016

3 smartphones lançados no milênio passado

Pensa rápido, se te perguntassem quando lançaram o primeiro smartphone, que ano você diria? Eu certamente falaria algo entre 2007 e 2009. Mesmo assim sendo algo bem para playboyzinho mesmo, com telefone de última geração. Eu mesmo só fui ter em 2014 as minhas primeira experiências com um smartphone, no entanto a coisa é mais antiga do que parece ser.

O negócio é, se você viveu os primeiros anos da década de 2000, sabe bem que foi naquele tempo que o povo começou a usar celular. Nos anos 90 ninguém usava, aquilo era coisa de empresários, engravatados que precisavam ter um telefone. Criança com celular era impossível, ligações de celular eram caríssimas e os próprios aparelhos eram caros, então só se fosse um filho de pessoas ricas.

Eu via animes como Serial Experiments Lain (ele é de 1998) e aquilo me fazia viajar. Imagina só? Um mundo em que todas as crianças de uma sala de aula tinham celulares? E ainda eram celulares com acesso a internet e com funções de computadores como rodar programas, entrar em páginas, jogar. Aquilo era ficção total.

A era dos celulares deve ter começado a caminhar pra valer lá por 2005, sim você já via em 2002 pessoas com celular em sala de aula, mas não era aquela coisa de TODOS TINHAM, apenas alguns poucos tinham. Simplesmente não parecia útil, sabem? Pra que uma pessoa teria um celular? Ficar gastando dinheiro com ligações pra falar besteira? Perguntar como está o clima?



Era um mundo diferente. As pessoas eram acostumadas a se comunicar apenas onde se encontravam normalmente ou por telefone fixo que era mais barato. No entanto com os valores barateando, as pessoas foram se empolgando cada vez mais em conversar constantemente independente de onde estivessem.

O iPhone foi lançado em 2007, mas obviamente era uma fortuna absurda, sendo assim era algo desejado mas tão caro que não caia na boca do povo, era algo bem de playboy mesmo ou de pessoas que PRECISAVAM ter um celular estiloso pra todos verem. Acredito eu que lá por 2012 é que os Smartphones começaram a andar de verdade. A popularização do Android deu uma alternativa barata pro povão.

No entanto antes mesmo da era do celular comum, já tinha gente instalando aplicativos e interagindo com ele através de uma tela sensível ao toque. É isso aí! A bagaceira começou nos anos 90 e não no fim da primeira década de 2000 como a maioria pensa. Então vou colocar aqui a lista com três smartphones do milênio passado.

IBM Simon (1994)

Você acha que mesmo aquele smartphone de menos de 300 reais tá caro? Então que tal um de 899 DÓLARES? Isso em 1994, que a propósito, vocês sabiam que um salário mínimo na época era R$64,79? Pois é, agora tenta imaginar você comprando uma bagaceira dessas naquela época? Hahaha.

A IBM apresentou um protótipo em 1992 no COMDEX, uma exposição focada em tecnologia. Ele surpreendeu por combinar um celular com um PDA (Assistente Digital Pessoal). Foi lançado em 1994 em dois valores, o primeiro é o já dito de U$899 que o cliente tinha que assinar um contrato de dois anos de serviço, e o segundo era de US$1099 que não tinha contrato.

Naturalmente a internet da época a internet não era como hoje em dia, sendo assim você precisava do serviço da empresa para usá-lo. A área de cobertura não pegava o Estados Unidos inteiro, mas apenas 15 dos 50 estados norte americanos. Sendo assim era uma coisa bem mais limitada do que hoje em dia, mas de qualquer forma ainda incrível.

Com esse smartphone você podia mandar fax, e-mails, acessar páginas de celular, receber notícias do dia, acessar mapas, acessar calendário, acessar agenda. Além disso era possível baixar aplicativos de outras empresas e assim adicionar opções únicas que não vinham com o aparelho.  Você mexia nele usando uma caneta stylus. Apesar de ser algo bem fora de seu tempo, até mesmo para os americanos, foram vendida 50 mil cópias na época.

Nokia 9000 Communicator (1996)

Esse aparelho deu origem à primeira série de Smartphones, sendo assim enquanto hoje em dia vemos Aparelho 1, Aparelho 2, Aparelho 2S, Aparelho 2 Galaxy. Esse aí deu origem ao "Nokia Communicator". Que dois anos depois ganhou o Nokia 9110 Communicator em 1998 e outros modelos dessa família vieram nos anos seguintes.

Aqui foi adicionada a ideia de misturar celular com computador, isso de uma forma bem mais agressiva, pois era realmente um computador de bolso. Algo bem futurístico que parecia ter saído do mundo de Shadowrun. Do lado de fora parecia um celular normal com a anteninha, no entanto quando você o virava de lado, podia abrir no estilo notebook e era revelada uma segunda tela por baixo e um teclado igual ao de PC usando o padrão QWERTY.

Com esse você podia mandar fax, enviar sms, e-mails, tirar selfies, entrar na internet, conversar via texto em tempo real, além de várias outras aplicações simples como horário mundial, bloco de notas, calculadora, calendário, etc. Foi lançado por 800 dólares em 1996.

Ericsson R380 Smartphone (2000)

Ao contrário do que muita gente pensa, a virada do milênio não foi de 1999 pra 2000, afinal de contas a contagem começou no ano 1 e não no ano 0, sendo assim é de 2000 pra 2001. O nome original dessa postagem seria "Smartphones dos anos 90", mas dois é muito pouco... Sendo assim resolvi colocar um milênio ao invés de uma década hehehe.

E o Ericsson R380 é o primeiro celular a carregar o título de "Smartphone" no mercado, mesmo não sendo o primeiro. Ele impressionou por ser o primeiro aparelho tão avançado e usando o tamanho de um telefone celular normal. Até porque nos primeiros anos de 2000 quanto menor, mais atraente, foi quando surgiu o termo "tijolo" pra se referir a celulares antigos. Hoje em dia isso mudou e você vê celulares pequenininhos no passado e smartphones tijolos, tudo porque precisamos de telas grandes.

Esse smartphone a primeira vista parecia um telefone normal, no entanto a parte onde tinham os números podia ser puxada, e assim relevava que a telinha pequena se estendia por toda a extensão do aparelho. Sua tela era preto e branco e tinha todas as funções básicas, entrar na internet. O preço de lançamento foi 700 dólares.

Caramba ein? Imagina que coisa mais surreal? Uma pessoa em 1994 com um smartphone, acessando mapas e tudo mais? A pessoa devia se sentir em outra dimensão. E você, quando pensou que o primeiro smartphone tinha sido lançado? Quando teve o seu primeiro?

Nenhum comentário: