Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 4 de junho de 2016

O polêmico poster "machista" de X-Men: Apocalipse

Sem sombra de dúvidas X-Men é uma daquelas obras que atingiu um patamar de destaque na cultura pop, e fez com que uma quantidade imensa de subprodutos fossem lançados em diversos tipos de mídia, como o espetacular jogo X-Men Legends II: Rise of Apocalypse ou a inusitada HQ de Wolverine que se passa no Brasil chamada Saudade. Porém com uma quantidade imensa de subprodutos é natural que de vez em quando aconteça uma polêmica, e foi exatamente o que ocorreu com o filme X-Men: Apocalipse.


Como vocês sabem bem, o marketing de produtos é importante pra caramba, afinal é a alma do negócio, e especialmente franquias de peso são espalhadas pra tudo quanto é parte. Com a chegada do filme de 2016 pôsteres foram espalhados por diversos cantos do mundo. Isso inclui pôsteres gigantescos.

Em diversas cidades dos Estados Unidos um desses gigantescos foi o modelo da foto aí embaixo. Nele está escrito "Somente os fortes sobreviverão" e mostra o vilão apocalipse pegando no pescoço de Mística, que parece indefesa. Isso fez com que muitas feministas ficassem iradas pela forma que a coisa foi aplicada.
O negócio é que o conjunto de elementos, com a vítima sendo uma mulher e Apocalipse sendo um machão musculoso segurando com uma mão só, ainda acompanhado com a frase, fez muita gente se sentir ofendida. Parecendo ser um tipo de apologia à violência contra a mulher. Imediatamente redes sociais se encheram de pessoas falando sobre.

Isso também fez com que pessoas começassem a colocar mensagens de indignação em cima das versões menores do poster. E naturalmente a FOX acabou notando que a coisa estava ficando feia e então fez um pedido de desculpas dizendo o seguinte:

"Em nosso entusiasmo para mostrar a maldade por trás do personagem Apocalipse, nós não reconhecemos de forma imediata a conotação perturbadora causada por essa imagem no formato impresso. Assim que percebemos o quanto fomos insensíveis, nós rapidamente tomamos medidas para remover esses materiais. Pedimos desculpas por nossas ações e nunca faremos apologia à violência contra as mulheres"

Ao meu ver acho que tudo foi exatamente o que pareceu ser. Apocalipse é um vilão e a FOX colocou ele enforcando alguém, foi a Mística, mas poderia ser qualquer um. Não creio que a empresa pensou "Gente, vamos colocar um homem batendo em uma mulher e nós vamos vender porque as pessoas vão achar isso legal.". Daí veio a frase que dá ênfase na coisa, então me parece só algo que acabou saindo com uma cara mas sem querer, não me pareceu premeditado. E vocês, o que acham? 

Os filmes da X-men podem ser achados a venda por um preço bastante barato.

8 comentários:

Wendel disse...

Tudo em marketing é premeditado (e deu certo - falem mal mas falem de mim), o problema é a falta de consciência critica da população em parar de ser fresca e mimimi e reconhecer que é apenas um filme com seus devidos vilões (que por sinal, esta maldade ainda tá fraquinha! vide GOfT e SAW) logo ninguém aparecerá com armas em posters por ser apologia a arma, como fizeram com cigarro. E a ditadura do politicamente correto. Mas beleza a empresa fez certo e limpou tudo depois, trouxa de quem caiu e ficou pedindo para tirar, poderia ter sido somente mais dentre tantos.

Saitama - sama disse...

Mano que "mimimi" fudido esse aí! Aparentemente (não li a HQ com esse arco do Apocalipse) a mística vai enfrentar o Apocalipse, e esse pessoal queria o quê? Que eles dessem as mãos, se abraçassem e começassem a cantar uma música bonitinha sobre amizade?

Cara, me dá um ódio esse mimimi sobre qualquer coisa que lançam hoje em dia. A necessidade de tudo ser politicamente correto.
Lembro de um anime que passou em 2012 chamado Sword Art Online (anime muito bosta, por sinal) que tinha uma cena em que a namorada do protagonista aparecia só de calcinha e sutiã, a cena não era muito apelativa, ela não sofria de "inchaço toráxico" (doença muito comum em animes) e não tinha ângulos "safadinhos" por assim dizer. Mas quando o anime foi exibido na China, o pessoal de lá simplesmente colocou um selo gigante tampando o corpo inteiro da mina dizendo "CENSURADO", na maior cara de pau. O motivo foi porque "A cena podia influenciar erradamente os jovens da Grande Nação Chinesa".

Não vou nem falar de quando um certo episódio de Pokemon foi exibido nos Estados Unidos, e eles censuraram... uma pokebola... em Pokemon... '-'

Matt Kist disse...

Concordo com o Wendel. Nesse caso a publicidade foi super bem sucedida.
Acredito que foi proposital o "machismo" desta imagem.

Toda vez que penso nesses FDP desses publicitários lembro do Uber. Os FDP dos publicitários do Uber não gastam 1 centavo com publicidade, ao invés disso eles simplesmente criam polêmica simplesmente por colocar o serviço nas ruas. O resultado é a marca "Uber" aparecendo durante uma semana inteira em horário nobre nos noticiários da cidade onde eles estão entrando.
Enquanto isso outras empresas querem "proteger a imagem" e "não se envolver com tretas legislativas", completamente diferente da visão publicitária do Uber, que quer mais é ver o circo pegar fogo.

Gabriel Villar disse...

Assim como no Teste de Rorschach cada um vê o que seu psicológico quer. Eu poderia destacar por exemplo o "preconceito racial" pois o mutante azul "claro" está subjugando o mutante azul "escuro"...

Murilo Burns disse...

Eu defendo o feminismo, mas alguns extremismos realmente incomodam. Como esse, tipo, o Apocalipse está fazendo o que os vilões fazem, não por a mística ser mulher, mas porque ele é um vilão, daqui a pouco vão reclamar das cenas onde os vilões atacam as mulheres, tipo, vilão homem vai ter que atacar somente os heróis masculinos. Ninguém veria problema se fosse uma vilã enforcando o herói, complicado isso.

Gabriel Villar disse...

Pois é Murilo, concordo contigo isso se passa em um universo de fantasia onde é extremamente cabível um vilão atacar homens e mulheres. O Deadpool mesmo em seu filme bate em algumas mulheres e zoa ainda se seria machismo bater ou não nelas rsrsrs

Luiz s correa disse...

Sei que pode parecer minimalista o meu comentário, mas faz sentido. O principio de tudo isto parte do fato de que tanto Mística, quanto Apocalypse, em primeiro não são homens ou mulheres normais e sim superseres fantásticos(que realmente não existem). E se fosse o Spawn enforcando a Angela, iriam dizer o quê? Um homem(?) negro do inferno enforcando uma mulher (?) branca do céu? Iriam proteger o "negro" ou a "mulher"?Se proteger a "mulher" estão criticando o "negro", se proteger o "negro" estão criticando a "mulher"? Ou iriam ter outros que viriam com a história " anjo "perdendo " luta pro demoinho"? Ficção é ficção! Veja quanta porrada a Viúva Negra toma nos filmes. As feministas não tem piedade dela, pelo visto.

alex5432 disse...

Hoje em dia o negocio ta foda mesmo, até os vilões tem que respeitar os direitos femininos, porque né, ele não vai querer um monte de pessoas(que ele nem liga se vivem ou morrem, provavelmente ele iria matar depois de um segundo enchendo o saco dele) na porta da casa dele falando que ele é machista... Tudo haver isso ai gente.
~Meu Deus onde o mundo ta indo parar com essa geração mimimi? --'