Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 13 de maio de 2016

A maravilhosa influência da tecnologia no cotidiano

Muitas vezes o mundo vai se modificando e acabamos nem ao menos notando o quanto as coisas podem ter mudado completamente em relação há poucos anos antes. Você já pensou como a tecnologia, e todas as suas facilidades, estão mais presentes em tarefas comuns do nosso dia do que podemos imaginar? Celulares, computadores, gadgets e muitos outros dispositivos fazem parte desse nosso “cotidiano tecnológico”, que muitas das vezes nos ajuda a solucionar diversas ações. Muitas das vezes, pelo menos algumas pessoas, tem certa dificuldade em se adaptar/aceitar essas facilidades, o maior exemplo disso recai sobre as pessoas com idade mais avançada, nossos queridos “velhinhos”, que são sem dúvida alguma a parcela da sociedade moderna que mais sofre com tais avanços tecnológicos.

Se por um lado vemos a tecnologia causando certo desconforto e dificuldade de interação com os idosos, em contrapartida às crianças, de todas as idades e classes sociais, estão cada vez mais imersas nesse mundo maravilhoso, e perigoso para estes, dos dispositivos tecnológicos. Muitos educadores, psicólogos e órgãos relacionados ao ensino buscam levantar debates sobre o assunto, de como trabalhar de forma harmônica a introdução da tecnológica na didática e vida de uma criança. A sociedade atual tem argumentado bastante sobre esse tema, e posso dizer que, estamos caminhando a passos largos para um fim feliz – aonde os educadores, pais e os próprios alunos possam aceitar e se ancorar na tecnologia como uma ferramenta maravilhosa para o futuro de uma nação e de seus cidadãos. Até mesmo ferramentas como YouTube vem sendo aceita para estudos, nela jovens podem encontrar tutoriais, palestras e tantas outros vídeos voltados aos estudos.

A parcela da sociedade moderna que vem aceitando e trabalhando de forma mais harmônica, no modo geral por se dizer, é a população na faixa etária de 18 a 50 anos. Além de utilizar todos os avanços tecnológicos, essas pessoas se enquadram também nas mesma que demonstram mais interesse em consumir (comprar) produtos relacionados a tecnologia. Isso é um fato muito marcante no comercial em geral, tanto que gigantes do mundo tecnológico, montadoras de carros, informática, fabricantes de celulares, focam seus investimentos para criação exatamente nessa parcela da sociedade.

As montadoras de veículos há anos vêm inserindo, mesmo que de forma lenta, diversos aparatos tecnológicos. Produtos esses que muitas das vezes facilitam o cotidiano e salvam muitas vidas (quando relacionado a segurança). Essa mesma indústria vive certo dilemas em sua jornada, como a poluição que seus produtos proporcionam, problema esse que fez certas gigantes se adaptarem e buscarem alternativas não agressivas para o meio ambiente, como carros, e a Skoda prepara o seu primeiro elétrico que visa, além trazer um veículo que trará menos gastos com combustível para seu proprietário, busca também amenizar os impactos na sociedade ambiental. Inclusive já existem diversos vídeos no YouTube, que ensinam a dar manutenção nesses equipamentos, principalmente no Novo ŠKODA​​​ Octavia, para você não ter dúvidas e usufruir da melhor forma possível.

Empresas de roupas também entendem muito bem as necessidade e rapidez dessa faixa de idade que vive “conectada 24hrs por dia”. Não é à toa que vemos muitas delas migrando definitivamente para comércios online, deixando suas lojas físicas de lado e optando pelo mundo cibernético. Muitas facilidades são oferecidas para o cliente de forma online, tanto que muitas outras empresas de outros setores também oferecem serviços online de compras, como este site www.TOPautopecas.pt, que demonstra claramente o nível de praticidade que invadiu nosso cotidiano.

Podemos afirmar que a tecnologia faz parte, em definitivo da nossa sociedade e do nosso cotidiano, o que faz com que devamos aceita-la de forma harmônica e buscar o equilíbrio em nossas vidas. Dizer que estamos caminhando para um futuro mais “cibernético”, como os que vemos em filmes, não seria uma utopia de forma alguma.

2 comentários:

Wendel disse...

As vezes bate um medo pelo meu filho inserido em um mundo tão conectado. a quantidade de coisa ruim ainda é maior e mais interessante que o educativo. Mas é isso ae que venha o futuro.

Super Suporte disse...

só uma resalva, no sentido sociologioco da coisa a tecnologia sempre existiu.
O que temos hoje é um tecnologia digital que é muito mais avançadas que as tecnologias da antiguidade.