Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 5 de abril de 2016

Conheça as diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 6ª temporada - Episódio 16

Hoje vou fazer uma análise comparativa de mais um episódio de The Walking Dead em relação a revista em quadrinhos, se você ainda não tiver visto, recomendo dar uma olhada no episódio anterior primeiro.

E finalmente chegamos ao episódio final da sexta temporada de The Walking Dead! E que episódio mais tenso ein pessoal? O anterior achei que tava com um clima bem sombrio, mas esse aqui foi digno de filme de terror pesadão, aquela sensação constante de medo cercando os personagens, dava pra sentir a pressão que o grupo do Rick tava sentindo.

Bom, antes de tudo é melhor eu falar do cenário da HQ, nele o Dwight não pega parte do grupo na floresta e sequestra, ao invés disso ele vai até os portões de Alexandria levando Eugene como refém, isso logo depois de ter matado o Abraham, e assim exige que abram para ele entrar, no entanto a coisa sai do controle rapidamente pois o grupo de Rick é bem fodão, além de Eugene ter dado a mordidinha tão falada pra ajudar.

Depois desse ataque, Glenn fica preocupado pra caramba, pois sabem a Sophia? Bom, ele adotou ela já que a Carol da HQ morreu, e já a cria há um bom tempo, pra completar Maggie tá grávida, e assim ele vê que tem uma família pra cuidar e pede pra ir morar no Alto do Morro (A comunidade do Jesus) e não voltar mais. Rick fica surpreso, mas compreende e assim se preparam para viajar.


Na série tem todo o lance do Carl e a namorada dele, mas na HQ ele é um garotinho então aquela cena é equivalente ao Carl na cama pedindo pro pai dele deixá-lo ir, explicando que sabe se virar, sabe atirar e que não quer ter que se esconder de novo como na última vez. Rick concorda, talvez esse tenha sido o momento definitivo em que Carl foi colocado como confiável pra tudo, mesmo sendo um garotinho.

Na viagem tem o primeiro encontro com o magrelo lá (Notaram que ele é o Trevor de GTA 5?), esse encontro não acontece na HQ, é algo bem tranquilo, eles viajam, demora pra caramba a coisa, Rick comenta que na última vez parecia mais perto e imagina que talvez tenha a ver com o clima ou algo assim, o resultado é que eles tem que passar a noite.

Então os personagens presentes no carro são Heath, Sophia, Michonne, Carl, Rick, Glenn e Maggie. Quando veem que está anoitecendo, decidem que é hora de parar e dormir ali. Michonne pega o primeiro turno de vigília, faz uma limpa no lugar e cuida de tudo direitinho, até que chega a vez de Rick e ele sobe em cima da Van, onde se senta e fica observando.

E é nesse momento que sorrateiramente alguém chega por trás e o pega com uma daquelas varas que contém um laço na ponta, usada pra pegar animais pelo pescoço. Ele é puxado e cai no chão e são capangas do Negan que logo o chamam, rendem o grupo inteiro e imediatamente o lugar é cercado por dezenas de homens.
A partir de então é aquele diálogo, a versão da série ficou fiel pra caramba, contendo diversas partes que são idênticas às falas da HQ, realmente aproveitaram bem a coisa. Negan é um dos vilões mais amados dos quadrinhos de The Walking Dead, ele é realmente um desgraçado, mas é daquele tipo sádico que os fãs amam, não é como o Governador dos quadrinhos, que ao meu ver foi o melhor vilão de todos, pois não tinha aquela parte boa da versão do seriado, ele era realmente alguém que você odiava. Agora o Negan não, os fãs o odeiam porque ele é desgraçado, mas ao mesmo tempo o amam porque ele tem um jeito canastrão de que tá tudo numa boa sempre.

Aliás, achei a escolha de ator ótima, estava preocupado com isso, mas o formato do crânio desse ator é muito parecido com o do Negan, esse estilo de cara fortão e com uma baita de uma cara de malandro. O único "porém" é o fato de que a versão da HQ é um pouco mais jovem, ele não tem essa barbinha aí, acho que poderia ter ficado perfeito sem ela, talvez desse uma aparência mais jovem ao ator.

E por fim temos a morte, e caramba! Que final espetacular viu? Depois do horroroso fim seco de meia temporada, pensei que os produtores não tivessem essa capacidade. Deixar algo pra ser falado até a próxima temporada. Eles poderiam ter mostrado quem era e teria um impacto e tal, mas usaram a técnica fabulosa da curiosidade, o povo não vai ficar "Eitaaa, mataram o fulano! E agora?!", foi algo mais pra "Quem é o fulano?".

Como eu já abri o bico sem querer aqui porque pensava que o Glenn tinha morrido, então vocês que leem essas minhas postagens sabem que na HQ ele é que morre. Mas o fato dele "morrer" no começo da temporada pareceu ser proposital especialmente para eles NÃO matarem ele, pra não ficar aquela coisa né? "O Glenn morreu! Ah... morreu não... AGORA MORREU! Ah não, nem morreu... DESSA VEZ MORREU MESMO!". Entendem?

Sendo assim aquela "morte" do Glenn no começo da temporada com certeza foi pra até os fãs da HQ não saberem quem realmente morreu. Será que iriam novamente por o Glenn morrendo? Ou será que outro morreria? Lembrando que eles mudam mortes sempre, por exemplo a morte de Hershel decapitado era na verdade Tyreese, a morte de Denise com a flecha no olho era a morte de Abraham, então aqui ficou um baita cenário pra outra pessoa morrer e não o Glenn.

Uma outra coisa é que na série LOST por exemplo o final da quarta temporada deixou os produtores preocupados de vazar na internet, resultado, fizeram finais alternativos. Então é bem possível que os produtores esperassem a reação do público para aí sim escolher quem morreu no final mais adequado, não estou falando que o roteiro da temporada seguinte já não estivesse pronto, mas é fácil substituir as ações de um personagem, por exemplo aquela cena de Rosita, Daryl e Denise, poderiam ter pego o Daryl e colocado o Glenn ou outro no lugar, não?

Tenho que dizer também que adorei demais o quanto eles conseguiram segurar a aparição do Negan, criaram um baita mistério em cima disso, não imaginei que fossem segurar a temporada inteira, jurava que ele realmente iria aparecer pra valer nela, mas não, somente no finalzinho é que colocaram o infeliz e entrou de uma forma inesquecível, com potencial pra marcar o público de vez sobre aquilo ser um vilão que não será nada fácil de lidar.

Os quadrinhos de The Walking Dead não foram lançados no Brasil em edições separadas, ao invés disso lançaram em volumes com várias edições juntas, o nome brasileiro quando foi lançado ficou como Os Mortos-Vivos, quem quiser conferir o preço até que é bem acessível, aqui uma comparação de preços.

Nenhum comentário: