Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

A importância de existirem exclusivos para plataformas

Uma coisa que eu vejo constantemente em site de jogos são pessoas reclamando e xingando empresas, dizendo que é um absurdo existirem exclusivos e que isso é pura besteira. No entanto acredito que as pessoas não param pra pensar direito sobre as coisas, elas não param pra pensar direito sobre o assunto, ou talvez simplesmente não consigam entender mesmo a importância de exclusivos para empresas.

Acho que a melhor forma de se pensar nisso são as plataformas da Nintendo, toda geração tem gente descendo o pau na Nintendo, a empresa é lixo, o console é fraco, as atitudes dela são uma bosta. Mesmo assim as pessoas querem jogar Zelda, Mario e Metroid. E a visão que as pessoas tem é "Se lançasse pra todas as plataformas, ela lucraria muito mais, pois viria dinheiro de todas as partes, além de sua própria plataforma".


Essa linha de pensamento é bem lógica até, mas não é real. As empresas lançam jogos exclusivos exatamente para a sua plataforma ter algo especial, algo que faz as pessoas irem pra lá. Se o povo odiasse tanto assim a Nintendo e ainda não tivesse nada que as outras pudessem oferecer, por que diabos alguém compraria os consoles dela?

E o mesmo vale pra outras plataformas mesmo sem pessoas para odiá-las, inclusive plataformas que não são de video games. "Olha o smartphone X tem tal jogo e é espetacular, olha ele também tem um aplicativo com uma utilidade incrível!". Até coisas completamente nada a ver como o Wordpress e o Blogspot que tem aplicativos exclusivos.

Mas mantendo o foco nos video games, se pegarmos a era do Xbox 360 e do PS3, imagina se todos os jogos de um tivessem no outro? Seria só uma questão de pegar o primeiro que tivesse na frente "Ah pega esse aí mesmo, tanto faz...". Mas quando uma plataforma tem um Halo ou God of War, as pessoas são direcionadas a comprar o que mais se encaixa com seus gostos.

Então por que diabos uma empresa lançaria algo que pode tornar sua plataforma muito mais especial na plataforma da rival? Sim, ela poderia até ter mais vendas, mas valeria mesmo a pena vender mais daquele jogo e seu console passar a ter menos motivos para que as pessoas o comprem? As empresas não tem que vender só jogos não, elas tem que vender a plataforma.

Um dos maiores exemplos que acho que mostra bem o poder dos exclusivos é Heavy Rain. Sim ele pode ser um jogo fantástico, mas seja sincero, ele é um jogo do povão? Um jogo que se fosse um jogo aí de PC o povo continuaria falando? Dizendo o quanto é fantástico. Vai dizer que você nunca viu o destino de jogos artísticos? O povo vê, diz "Nossa, é demais!", eles conhecem mas fica nisso mesmo, ele não ganha o destaque de um Call of Duty da vida.

No entanto nós vemos Heavy Rain, um jogo super parado, em que tem muito falatório e é um baita de um destaque no mundo dos jogos. Pessoas que jamais escolheriam sozinhas jogar aquilo, passaram a ter os olhos brilhando ao olhar pra ele. Será coincidência? Será mesmo que se todas as plataformas tivessem lançado Heavy Rain o povo ia tá ligando pra mais um "jogo arte"? Será que esse ia ser especial e causar falatório em cada postagem sobre?

Eu sou completamente apaixonado por Fahrenheit(Indigo Prophecy para alguns), e eu até acho pessoas que conhecem ele, "Ah, aquele jogo lá né? Era legal...". Quando Heavy Rain foi anunciado eu fiquei louco, acompanhava cada matéria, e não via ninguém falando sobre o assunto. Daí o fato de ser exclusivo ganhou destaque, misteriosamente tudo quanto é lugar começou a encher de gente interessada.

O Until Dawn é um jogo que a própria SONY disse que foi uma surpresa pra ela ver o sucesso que fez do nada. Ela simplesmente não imaginava que o povo ficaria tão empolgado com a coisa. Claro, no caso dele com certeza tem a ver com a jogabilidade, mas quando se tem a palavra "Exclusivo" no meio da coisa, as pessoas querem ver o que elas estão perdendo.

Por isso vemos até mesmo exclusivos temporários, as empresas querem pelo menos por um tempo atrair as pessoas pra lá. As empresas pagam fortunas para que jogos que elas sabem que serão muito aclamados sejam lançados primeiro em suas plataformas, garantindo assim que no lançamento os mais desesperados pra jogar tenham um motivo a mais para comprar aquele console.

Sendo assim, sim seria maravilhoso as empresas lançarem jogos para todas as plataformas, mas essa é uma daquelas coisas da vida, não adianta ficar xingando e com raiva pois não é uma questão de sacanear o consumidor como se fosse uma DLC sacana, mas sim de estratégia. É um atrativo que a empresa tá investindo, só isso.

2 comentários:

Mr. Reborn disse...

Vai fazer um Post de Don't Hug Me I'm Scared?

cremildagamer disse...

Sim você falou a real de fato.Elas querem atrair jogadores para suas plataformas é compreensível vendo pelo ângulo deles sim
mas o problema que jogadores mais reclamam é que nem todo mundo tem
tanto dinheiro assim para pular de plataforma em plataforma
só porque amou muito o jogo daí a pessoa fica sem jogar mesmo
por exemplo um pc gamer que a pessoa tem mas o jogo que fulano quer
é exclusivo pra ps4 se a pessoa não tiver dinheiro pro ps4 ela pira xinga mesmo kkkkkkk já vi isso.