Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 24 de julho de 2015

The Talos Principle - Um jogo filosófico e muito intrigante

Esse é um jogo que vi assim que foi lançado, mas acabei deixando de lado, na lista de "Jogos para jogar alguma hora.", porém o que me atraiu inicialmente não foi a jogabilidade ou história, mas a belíssima imagem de um esqueleto de um androide segurando um gatinho. Isso me gerou uma baita de uma curiosidade e de imediato bateu um clima cyberpunk ao ver um ser vivo recebendo carinho de uma inteligência artificial.

Mas como falei, acabei deixando para depois, não procurei saber muito sobre. Mal eu imaginava o quanto estava deixando um jogo espetacular passar. Realmente uma daquelas obras que te faz refletir, se divertir e ao mesmo tempo ficar intrigado com os acontecimentos. Tomei um susto ao entrar meses mais tarde com o lançamento da expansão Road To Gehenna e ver que o jogo estava com classificação "Extremamente Positivas" nas avaliações, achei até assustador a nota altíssima.

Por fim, fui testar e realmente é um jogo incrível, surpreendente em todos os aspectos, aquele tipo de obra robusta. A única coisa que posso dizer que lamento, é que esse é um jogo que me causa cinetose, então mesmo achando fabuloso, após algum tempo de jogatina, o jogo começa a me causar alguns enjoos desagradáveis, mas como já falei na matéria sobre cinetose, isso é algo que varia de pessoa pra pessoa.

Quando entrei no jogo, logo percebi todo o luxo da coisa, com um mural de arte no estilo grego passando e aquele climinha luxuoso. Mas ao iniciar a partida é que realmente me surpreendi com a coisa, pois o jogo é dublado! Eu definitivamente não esperava ouvir vozes em português, fiquei abismado de não saber disso e por isso não o ter listado até então na lista de jogos com dublagem em português.

Você inicia o jogo caído no chão e se levantando, para então andar por um belo lugar e uma voz bem poderosa te receber, dando as boas vindas e falando que é o criador de tudo, que criou você e que será preciso mostrar que é digno para conseguir alcançar o seu templo. Mas apesar do ambiente inicial ser um belo jardim com construções gregas, algumas estão destruídas e há elementos futurísticos instalados em alguns lugares.

Então um dos grandes detalhes do jogo é que você não sabe quem você é, onde está, quem é a voz e o que está acontecendo. É muito clara a referência a Deus e Adão no Paraíso, mas por que? Qual o sentido da coisa toda? Inclusive você acha alguns computadores e pode acessar um banco de dados, fazer perguntas e ir compreendendo aos poucos.

Uma outra coisa interessante é que a voz diz que é o criador de tudo e que aquele jardim inteiro foi feito para você para que explore e seja feliz, porém é proibido ir até a grande torre, pois no dia que você for até lá, morrerá. Então a referência ao paraíso é extremamente clara, mas você sabe que é um robô, pois além das coisas tecnológicas, quando vai acessar os computadores, pode ver suas mãos de esqueleto robótico.

O ambiente apresenta câmaras que estão cheias de defesas, barreiras para serem desafiadas e etc, se você superar os desafios de uma dessas câmaras, poderá pegar uma peça no formato das peças de Tetris. Para entrar em outras câmaras, você terá que usar determinadas peças como se fossem chaves e assim poderá ir em frente.

Uma coisa legal desse sistema é que na frente de cada câmara tem uma placa dizendo que peças você encontrará ali, e às vezes é repetida. Ou seja, se em um lugar você precisar de um "T" e um "L" para poder ter acesso, basta achar câmaras que ofereçam tais peças e entrar, dando assim a sensação de liberdade em que você escolhe a maneira de seguir, é possível inclusive retornar a câmaras anteriores, embora depois da primeira coleta, a peça suma.

Como os ambientes em geral tem paredes, mas são a céu aberto, como se fossem ruínas, você se sente realmente explorando o paraíso, indo e voltando. E é um lugar cheio de mistérios, como a segunda voz que fala com você e é bem mais sombria, dizendo coisas estranhas, ou as gravações com mensagens que você sabe que precisam ser ouvidas na ordem certas,e até mesmo códigos QR com informações.

Esse é o tipo de jogo que te faz sentir estar em um easter egg gigantesco, tem tanto a se descobrir e você fica ansioso para saber mais e mais, compreender o que está acontecendo. E cada vez mais você acessa um dos computadores com as informações que tem e vai buscando por novos termos, entendendo melhor. Porém ao mesmo tempo não é um jogo que possa se tornar chato, graças aos quebra cabeças no estilo Portal, você fica muito entretido tentando descobrir como ir além.

Enfim, aqui está um baita de um jogo robusto, diferente, agradável, uma obra completa, que o trabalho realmente ficou bom. Definitivamente recomendo, quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.


Nenhum comentário: