Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Dublagem português/inglês de The Witcher comparadas

A desenvolvedora CD PROJEKT RED é polonesa, sendo assim, ao contrário do que muita gente pensa, língua de origem do jogo The Witcher 3: Wild Hunt é o polonês, não o inglês. Mas foi feita uma comparação entre a dublagem no português e no inglês para as pessoas analisarem o que acham.

Bom, vou fazer uma breve crítica aqui sobre a dublagem, mas se você é do tipo brasileiro coitadinho que acha que tudo no universo é pra sacanear o Brasil e tudo que existe aqui é ruim, ou do tipo que não consegue analisar dublagens, mas só xingar pra se sentir intelectual que fala inglês, sério, nem perca seu tempo lendo.

Uma coisa que é preciso se colocar em mente, é que ao se ouvir uma dublagem de algo, você dá voz a aquele personagem e quando se ouve em outra língua, é quase impossível se ouvir exatamente o mesmo tom, e a partir daí que muita gente julga que está um lixo, porque a pessoa acha que tinha que ser exatamente igual ou não consegue mais encaixar outro tom de voz a aquela pessoa. Um bom exemplo é ver Chaves no original em espanhol, a voz do próprio Chaves é perfeita, impressionante em como é igual, já a do Quico e da Chiquinha são bem diferentes, mas somos acostumados com a versão dublada, então pra maioria gente ela é perfeita.

Portanto ao se analisar uma dublagem, o que deve ser feito mesmo quanto a tons é olhar a cara do personagem e se perguntar o tipo de tom que daria certo com ele, e não se é idêntico a outra versão. E acho que a seleção foi muito boa em The Witcher III, até porque foi um baita trabalho com 800 vozes dubladas.

A voz do Geralt está boa, uma voz de homem meio áspera, transmite bem a grosseria da coisa, exatamente como deve ser, existem algumas dublagens em que selecionam uma voz jovem demais e acaba parecendo um menininho. A voz do senhor do final também me agradou, com aquele tom de velhinho.

Agora a voz da garota (a Yennefer) é um problema, acho que as duas combinam de uma certa maneira. É uma garota muito bonita e jovem, então uma voz fina de menininha como a em português poderia combinar com alguém assim. Por outro lado a versão em inglês é de uma mulher mais velha e dá um certo toque sensual na coisa, de mulher experiente.

Mas o problema mesmo na voz dela é o tom que se modifica, note aos 0:23 parece uma menininha falando, agora perceba aos 0:30 o tom fica bem diferente e o "treiná-la" parece uma idosa falando. Essa mudança repentina é esquisita pra caramba.

Acredito que o que aconteceu foi do primeiro áudio ter ficado bom e foi aceito na hora da gravação, já a segunda parte da fala deve ter sido repetida e o diretor fizesse ela tentar de outra maneira, mas no fim acabou foi mudando completamente o tom da coisa. Confiram o gameplay comparado:

Confiram também o curta metragem Uma noite para se lembrar, que foi feito como trailer para promover o jogo e ficou muito legal. The Witcher 3 está disponível para Xbox One, PS4 e Computador, veja se o seu PC consegue rodá-lo.

2 comentários:

Ant Girl disse...

Não sei pra que essa frescura com dublagem (tipo essa dublagem tá horrível e mimimi, sendo que a pessoa nem viu a versão dublada).Gostei da dublagem brasileira aí, e concordo com a sua opinião sobre as vozes.É uma merda quando o protagonista, é um coroa barbudo e tem voz de moleque (Mas isso não acontece só na nossa dublagem, como os coitadinhos mimizentos gostam de fazer parecer).

Gabriel Villar disse...

Uma coisa que sou totalmente contra é com generalização. Existem dublagem boas e dublagens ruins. Quando joguei The Last of US dublado achei até melhor que o original (vários dubladores famosos se dedicaram no jogo) diferente do The witcher III que (até pelo tamanho do jogo) ficou meio apressada e perdeu a qualidade. Mas o importante é que mais dublagens continuem saindo pq isso é até um sinal de valorização das empresas ao jogadores brasileiros =]