Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 30 de junho de 2015

Hitman - Uma adaptação no limite do tolerável

E finalmente assisti a adaptação da franquia de jogos do Hitman para os cinemas, lançada em 2007. Obviamente quando fui assistir, já tinha visto um monte de críticas bem negativas e comparando ao jogo, porém sempre que vou assistir uma obra, tento abrir minha mente, sei bem que não será exatamente igual ao jogo, e sei que tem coisas hollywoodianas que vão colocar, sendo assim ir assistir só pra criticar as mudanças é perda de tempo ao meu ver. Sim, eu acho que seria legal ver um filme que fosse uma adaptação perfeita da história de um jogo, mas como sabemos que existem outros quesitos pra se fazer um filme, são muitas vozes ordenando "faça isso e faça aquilo", o jeito é ter em mente que será mesmo mudado. Então notei mudanças, achei desagradáveis algumas, mas é preciso pensar um pouco além, nem sempre ser diferente significa que algo fique a maior porcaria do universo e um lixo que faz ter vontade de vomitar, como muitos fãs dramáticos gostam de gritar por aí.

Uma coisa que achei interessante na história, é que eles não se aprofundam muito na origem do assassino, apenas mostram flashs de onde ele veio, mas não dão maiores explicações, sendo assim para quem não jogou, é meio estranho as coisas, mas talvez até para quem jogou a coisa não seja exatamente a mesma, já que há algumas coisas que me fizeram achar um certo toque de diferença. Mesmo assim o que é apresentado se parece bastante com o plano de fundo original, portanto aqui temos o um assassino apenas conhecido como "Agente 47" e que recebe contratos explicando as condições e o alvo ao redor do mundo. Porém as coisas mudam quando ele assassina o presidente russo com um tiro na cabeça e no outro dia ele aparece na televisão apenas com um arranhão na testa, como se o tiro tivesse errado e não bastando isso, novos assassinos são enviados para matá-lo.

Bom, eu gostei do filme, foi um tempo divertido, existe um toque estiloso na coisa e sem o peso de ser uma obra que vive nas sombras da franquia de jogos, acho que ele poderia ser considerado quase como um filme da trilogia bourne, apresentando um assassino extremamente bem treinado, combates estilosos, conspiração e um jogo político envolvendo agências secretas. Não chega a ser tão estiloso, mas é notável que é um filme bem trabalhado, mas que não chega a aquele ponto em que te faz pensar "Caramba! Como ele foi inteligente pensando em uma coisa dessas!", é algo que vai mais direto ao ponto, onde você nota atitudes inteligentes do personagem, mas como não chega a mostrar ele bolando de uma forma mais detalhada, essa sensação também é eliminada.

Não gostei do ator que foi escolhido para interpretar o personagem, achei ele muito "Menininho", quando penso no Agente 47 eu já imagino um homem de quarenta e poucos anos, chegando aos cinquenta, mas esse tem muito cara de jovem que raspou a cabeça. Também não gostei da atitude do personagem, ele passa uma atmosfera de heróizinho, acho que o assassino de Entrevista com Hitman mesmo não sendo um filme que tenha alguma ligação com a franquia, é perfeito tanto no ator quanto na atitude, aquele lá sim é o assassino que acho que deveria ter sido apresentado aqui.

Existe também uma presença de uma garota que me deu uma impressão de que o roteirista estava se segurando pra por um romance na história, porque era quase um "Aiiii eu quero que eles se apaixonem e se beijem!", mas felizmente ficou só na ameaça mesmo e por mais que irrite essa forçação toda, o cara se segurou e assim a personagem consegue até ser divertida em determinados momentos.

Houve um esforço que achei bem legal para colocarem ambientes que lembravam do jogo, restaurantes, reuniões ilegais com chefes do crime, hotéis e o próprio fato do filme com uma história se passando inteiramente na Rússia foi algo que me agradou um bocado.

Enfim, eu me incomodei com diversas partes, mas no fim acabei gostando do filme, e se você olhar pra ele tentando se esquecer que é uma adaptação, fica algo bem legal. É um filme de assassino estiloso envolvendo toda uma conspiração e com cenas radicais.

2 comentários:

Alex B disse...

Acho qe um bom ator pro filme, seria o Jason Statham, sempre que jogava lembrava dele... Esse cara ai tem mt cara de mlk e-e

Gabriel Villar disse...

Isso ae Alex B. Tbm acredito que o Jason Statham seria excelente no papel. Se eu não me engano vai ter um novo filme do hitman que não será uma continuação desse de 2007, mas não lembro quem será o ator principal.