Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 23 de maio de 2015

Brilliant Bob - Jogo de plataforma com muito bom humor

Esse é daqueles jogos que o conceito é muito bom, realmente a ideia apresentada para o jogo atrai facilmente com uma jogabilidade clássica, porém dando um toque todo especial com um visual muito atraente e uma história tranquila que muito tem a ver com o estilo. Apesar disso a falta de otimização dos controles pode acabar frustrando de forma equivalente ao prazer visual que causa.

Na trama você assume o papel de uma criatura chamada Bob e que vive tranquilamente com seus pais, porém em algum lugar do espaço existe um planeta triste vagando, mas um dia ele decide que irá acabar com sua tristeza... ROUBANDO A FELICIDADE DE ALGUÉM Ò_Ò! E adivinhem quem é o planeta que se deu mal nessa? Pois é, mas Bob não desiste e após ser o único a reagir, seus pais são sequestrados e ele parte em uma aventura para resgatá-los.

A história é simpática pra caramba, isso porque apesar de simples, é aquele tipo de trama que você percebe rapidamente que os criadores não decidiram se resumir a inventar qualquer coisa superficial que ninguém liga, ao invés disso eles inventaram uma coisa superficial com toques exagerados e claramente bobos que servem como um ótimo "tempero" pra coisa, te fazendo se sentir realmente entretido com isso. Como a própria descrição oficial do jogo se inicia "Deleite-se com uma brilhante história".

E então você parte para o visual do jogo, que sinceramente é lindo, é verdade que trata-se de um daqueles jogos em um visual um tanto chapado, porém que chama a atenção facilmente graças ao design de extremo bom gosto apresentado, pra começar existe um toque meio cel shading na coisa, mas que não chega a ser um jogo que pareça um desenho, é mais para algo com design desse estilo e texturas também, porém que ainda nota-se facilmente ser em 3D, e assim lembra bastante aquele estilo usado em jogos como Mario 64.

A jogabilidade usa o mesmo estilo de alguns jogos como por exemplo o dificílimo Lost Marbles, ou seja, você precisa atravessar um cenário e chegar até um determinado ponto onde tem um portal, mas para isso vai ter que saltar por plataformas e alcançar lugares, além de em alguns momentos até mesmo terá que reiniciar para tentar de novo porque fez algo errado.
Também existem alguns inimigos no jogo que você terá que enfrentar vez ou outra e tomar cuidado para que não te lancem para fora, pois é possível morrer na base da pancada, ou seja, se você não tomar cuidado e ficar levando dano, chegará a um ponto em que terá que reiniciar o nível. É possível levantar caixas e arremessar nos inimigos para causá-los dano.

Agora o grande problema do jogo, são os controles, infelizmente eles parecem ser um pouco imprecisos, saltar em uma plataforma pode ser um pouco desesperador, e acho que uma ótima ideia que eles tiveram, foi a de por o pulo duplo sagrado presente, pois uma coisa que realmente é comum de acontecer, é você saltar em um lugar e quase cair fora, e isso nem sempre é por as coisas parecerem imprecisas, mas porque graças a física do jogo, o seu personagem desliza como se fosse um dos objetos que você pode levantar, então é como se tudo fosse neve. Por exemplo tem um momento em que blocos de graça voadora ficam se movendo pra um lado e para o outro, se você ficar em pé no canto, na hora que esse bloco atingir uma área e for voltar, o seu personagem vai deslizar naquela direção e pode cair.

Também existe uma certa sensação de vazio no jogo, tudo é muito "puro", por exemplo, existe um nível em que você vê uma ilha bem em baixo da que você está, se você saltar nela, seu personagem simplesmente desaparece no ar e aparece de novo no início do nível, nada de uma animação dele se estabacando no chão ou qualquer coisa do tipo, o que te faz pensar "Mas... A ilha estava bem em baixo, por que ele não caiu lá?" e assim ocorre aquela sensação de se estar preso, de algo um tanto limitado e que em um visual tão bonito, se esperava uma polidez maior.

Enfim, Brilliant Bob é um bom jogo de plataforma e vai ficando mais interessante e desafiador a cada nível, no entanto se você é do tipo que só aceita jogos de plataforma polidos no nível de The Last Tinker, é melhor se preparar, pois aqui você tem que se adaptar a um jogo mais simples. Quem se interessar por mais informações, é só dar uma conferida na página do jogo.

Nenhum comentário: