Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 19 de abril de 2015

Sovereignty - Jogo medieval cheio de estratégia

E está aqui um jogo que facilmente faz você dizer "Cara, que jogo robusto!", isso porque trata-se de uma daquelas obras super amplas, que te dão um reino para administrar e conquistar. Certamente o tipo de jogo que não se pode dizer que é para todos, mas que por outro lado é uma experiência maravilhosa para aqueles que conseguem dominar toda a mecânica apresentada.

A história é de um mundo medieval cheio de raças e de reinos, alguns bem antigos, outros muito novos, cada um tem uma administração diferente, reis sedentos por guerra enquanto outros são bastante pacíficos e prontos para fazer negócios com outros. Naturalmente há alianças e raças que se odeiam completamente.

A jogabilidade é fantástica demais e me faz lembrar a maravilha que era jogar Stronghold e sentir que você está tomando o controle de cada vez mais terras. A sua forma de agir é variada e você decide se quer ir sendo um cara legal, formar alianças, abrir rotas comerciais, ser tranquilo, ou se prefere chegar detonando tudo e fazendo guerra atrás de guerra.

Existe uma quantidade gigantesca de reinos, são trinta e cinco, sendo que cada um deles tem raças específicas, tratados, heróis próprios e ainda existe uma história própria para cada um deles, formando assim um baita de um universo fantástico e com tantos povos que parece que vai explodir a qualquer momento, que tal fazer alianças fortes e confiar plenamente em um dos reinos? Ou será que você prefere se manter seguro e deixar um espião ali só para garantir?

O jogo se passa em turnos e você tem várias ações que pode fazer e isso atinge não apenas aspectos relacionados a guerra, mas também a políticos, econômicos e outras coisas. É maravilhoso! Você pode usar um turno para fazer as melhores decisões e ao perceber que já fez todos os movimentos que queria, é só apertar em finalizar e rapidamente as outras facções fazem o que querem.

O mundo vai se modificando, você vê o seu reino expandindo, o que antes era seu pode não ser mais em alguns turnos, e o mesmo para os outros reinos, então ao se entrar em guerra, se você manter suas tropas naquele lugar após vencer o inimigo, os pontos dele vão diminuindo até o lugar não pertencer mais a aquele reino, e assim você pode capturá-lo.

Os combates são feitos em turnos e você escolhe entre um combate automático, em que apenas observa as coisas acontecendo e decide se quer continuar ou se vai se retirar, e tem os combates onde você mesmo vai para campo de batalha, nesse caso você precisa ir movendo as peças, cada uma relacionada a uma unidade sua e escolhendo quem quer atacar.

Ainda é possível se investir em várias coisas e ir vendo a qualidade do seu reino ficando cada vez maior, por exemplo você pode investir em treinamento de novas unidades e depois dividir eles por suas terras, mas pode decidir que se interessa mais em investir em mágica, e assim dedica uma quantidade de dinheiro para investir em pesquisas, mas talvez ao seu ver seja mais interessante fazer uma atualização em uma de suas terras para melhorá-la, e assim vai... Tem muitas possibilidades mesmo.

Graficamente o jogo é muito simples, ele é 2D e tem a visão de um mapa e as peças, no entanto é impressionante como isso realmente não incomoda, não é como aqueles jogos que parecem tão complexos e cansativos em gráficos super limitados, é algo agradável, tranquilo e que tem um tutorial realmente que vai direto ao ponto, algo que me surpreendeu, é demorado mas não é cansativo.

Enfim, eu falei apenas um pouco do jogo, mas a verdade é que ele é muito mais profundo, a quantidade de possibilidades é realmente gigantesca e se você gosta de jogos de estratégia e administração, certamente vai se apaixonar por esse. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial de Sovereignty: Crown of Kings.

Nenhum comentário: