Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 12 de abril de 2015

Son of Nor - Esse jogo te fará se sentir muito poderoso!

Existem alguns jogos que te passam aquela sensação maravilhosa de ter muito poder e que pode fazer o que quiser, e Son of Nor com certeza é uma dessas obras, um jogo luxuoso que conseguiu ser lançado em uma campanha de sucesso no kickstarter e apresentou um produto final que agradou muita gente mesmo. Naturalmente eu precisa fazer uma análise dessa maravilha aqui.

A história do jogo é super exótica, apresentando um universo de fantasia desértico próprio onde a raça humana é ameaçada pelo surgimento de uma nova raça chamada Sarahul, que é muito mais poderosa e acaba por escravizar todos, porém começam a nascer pessoas com poderes que cada vez mais vão sendo aperfeiçoados até que se torna natural humanos terem essas habilidades, isso faz com que se rebelem e iniciem uma guerra contra seus senhores. Mesmo assim a humanidade sofre pois os Sarahul não tem poderes, mas tem um número bem maior de indivíduos, massacrando assim as pessoas. Isso faz com que chegue a um ponto em que pareça que a humanidade foi extinta, mas uma pequena quantidade de humanos fugiu e se escondeu, mas quatrocentos anos depois da guerra, os Sarahul começam a se aproximar do lugar e desconfiam que há humanos vivendo ali, o que faz com que as pessoas desesperadamente se esforcem para eliminar qualquer presença inimiga.

Quando eu penso em jogo que me faz sentir poderoso, é inevitável que venha a minha mente um dos jogos que me faz ter vontade de colocá-lo em um altar e me ajoelhar pra adorá-lo, que é o inesquecível Jedi Outcast, e pensei nele na hora em que vi Son of Nor, no fim das contas não é a mesma coisa, mas mesmo assim é um jogo que te faz se divertir brincando com as possibilidades e tendo uma baita de uma emoção com os seus poderes.

Existem duas habilidades iniciais básicas que são telecinese e terraformação, mas com o passar do jogo, você vai descobrindo novas habilidades e começa a usá-las para dar efeitos ainda mais legais, além disso a coisa fica muito mais divertida com a possibilidade de combinar essas habilidades e as usar como se fosse uma só.

Com telecinese você se sente bastante poderoso, podendo usar da maneira normal e precisa que é simplesmente apontando para um objeto, o pegando e lançando em algum lugar, o que é perfeito também para resolver certas coisas, como retirar um toco que está impedindo que uma ponte móvel baixe. A outra forma é de maneira expansiva e que definitivamente tem um efeito mais bonito além de se tornar perfeita para combates, nela você aperta o botão sem precisar mirar para um algo em especial, e todos os objetos ou coisas quebráveis que estiverem ao seu redor, irão levitar, além do seu próprio personagem levitar alguns centímetros do chão. Em combates essa segunda forma de telecinese dá um baita efeito lindo, porque imagina você fugindo de um Sarahul e de repente coloca os braços para o lado, começa a levitar e então vai apertando o botão de arremesso e vê o personagem balançando os braços pra frente como se desse golpes e a cada movimento, um dos objetos ao redor vai sendo lançado, é lindo de se ver!

Já com a terraformação, quando você estiver em areia, é possível usar a habilidade de duas maneiras, a primeira é fazer a terra subir, isso serve para coisas variadas como enterrar um inimigo, criar um muro ao seu redor que o impressa de chegar até você, dando tempo para se curar, te levantar até um lugar inalcançável, ou mesmo tampar a entrada de um lugar. A segunda maneira é exatamente o contrário e você pode afundar lugares, o que é perfeito para revelar coisas escondidas, impedir que inimigos tenham acesso a determinados lugares, ou simplesmente criar uma passagem limpa.

Além dos combates, o jogo ainda conta com uma enorme quantidade de quebra cabeças onde você vai passando por lugares que muitas vezes te prendem um bocado, alguns precisam de uma certa habilidade, como por exemplo uma parte onde há uma sequencia de lasers que ficam vindo em sua direção, alguns em cima, outros em baixo e assim você precisa ser rápido em correr contra eles e ao mesmo tempo fazer a terra subir e descer na hora certa para evitar ser fatiado.

O jogo ainda tem suporte a multiplayer sendo que online você pode jogar uma partida de quatro pessoas e offline é possível jogar em tela dividida em uma partida de dois jogadores. Os modos de jogo são cooperativo em que se atravessa a campanha inteira com os amigos ou player vs player em que você pode usar seus poderes para enfrentá-los.

O gráfico do jogo é bem fraco, parece um jogo que veio dos primeiros anos da década de 2000, portanto não se pode esperar muito. Apesar disso há detalhes muito legais, como uma enorme quantidade de elementos quebráveis como rochas e galhos de árvore, além de efeitos que agradam bem aos olhos como quando você levita e aparecem pequenas pedrinhas ao seu redor, também subindo.

Enfim, Son of Nor é um jogo de aventura que lembra os velhos tempos e ainda permite que você jogue com os amigos, vale bastante a pena se divertir com essa maravilha. Quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

2 comentários:

Jvrmalv disse...

Esse gráfico e essa jogabilidade me lembra muito Advent Rising

Unknown disse...

Estava muito ansioso para uma análise do jogo, e finalmente pude ver uma aqui :)

Acho que vou comprar, e alias acho que você exagerou sobre o gráfico, ele não é tão ruim assim xD.