Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Asguaard - Para quem estava procurando por um JRPG

Hora de falar sobre mais um título do gênero JRPG, e que certamente acaba dividindo opiniões, esse é um daqueles jogos que você percebe que há quem goste e quem odeia. Apesar de tudo, achei estranho, pois vejo como uma obra que em geral deveria agradar qualquer fã de JRPG, fora alguns pequenos deslizes, parece tudo em ordem e perfeito para que os fãs do gênero amem.

Você assume o papel de um jovem que acorda em um mundo estranho e não tem ideia de como foi parar ali, e após desmaiar, acorda em uma cama rodeada de pessoas estranhas e pequenas que dizem não ser humanos, mas sim anões. Quando questionados sobre como ele foi parar ali, os anões explicam que eles o invocaram.

Eu achei o toque inicial da história muito incrível, isso porque a grande revelação de você ter sido invocado já faz bater aquele mistério, afinal de contas não é normal um personagem principal de uma trama ser invocado em algo, e sim ele mesmo invocar outra coisa, e tudo é ainda mais estranho pelo fato dele não ter ideia do que estão falando.

Mas apesar desse toque fantástico na história onde você é um humano comum que foi parar em um outro mundo sem ter ideia. Mas uma coisa que pode irritar no começo da história, é o diálogo inicial que se resume a os anões falando "Nós precisamos te falar o que aconteceu" e o garoto "Eu quero sair daqui, mas me falem o que aconteceu" "Nós vamos te falar" "Então fale" "Mas você não está deixando nós falarmos" "Sim, mas eu quero que falem" "Nós vamos falar" "Sim, mas eu quero sair daqui". É muito tedioso o primeiro diálogo, chegou a um ponto que me deu vontade de começar a bater na barra de espaço sem parar até eles pararem de conversar, mas felizmente consegui resistir a tentação e ler todo o diálogo até o fim.

Quanto a jogabilidade, o jogo apresenta bastante do estilo JRPG clássico, algo que certamente agrada um bocado, assim como existem os toques especiais próprios da Aldorlea Games, como por exemplo o modo "História", onde você tem combates realmente fáceis e é mais apropriado para aqueles que querem apenas usufruir da trama mesmo.

Graficamente o jogo usa um visual pixelizado e tem aqueles traços tão conhecidos em jogos desse gênero, com personagens usando um design bem próprio, não há algo de muito diferente de outros jogos desse gênero, porém também tem os seus momentos de "brilho", com certos cenários que apresentam cenários que certamente vão chamar a atenção por notavelmente terem recebido uma quantidade maior de detalhes, então é uma questão de gosto, se você se atrai por JRPG's pode adorar, se não gosta ou exige algo mais atual, certamente não vai se atrair tanto.

Enfim, eu achei Asguaard um RPG padrão, gostei especialmente da história do jogo, que embora as vezes apresente um falatório cansativo, em geral é bastante interessante. Apesar disso sei que esse é um daqueles títulos que varia bastante o público, então recomendo que dê uma conferida em alguns vídeos e veja se é algo que faz seu tipo, quem se interessar é só dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: