Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 11 de janeiro de 2015

Warhammer Quest - Um bom jogo de tabuleiro virtual

Como já falei aqui, jogos de tabuleiro são apaixonantes, no entanto nem sempre se tem tempo ou mesmo acesso a essas maravilhas para se divertir com amigos, e uma das ótimas opções que existem hoje em dia são as versões digitais de alguns desses títulos, e essa matéria é exatamente sobre uma dessas maravilhas que está disponível a um preço bem mais acessível que uma versão física, estou falando do jogo Warhammer Quest.

Inicialmente a versão como jogo de tabuleiro foi lançada há muitos anos atrás, em 1995, apresentando um daqueles jogos cheios de elementos que precisam de uma mesa espaçosa para se poder colocar tudo e tendo foco no modo cooperativo de até seis jogadores, mas podendo também ser jogado em partidas solo. Obviamente o jogo foi um baita de um sucesso, e teve um monte de expansões para aumentar ainda mais a intensidade da coisa.

Vinte anos após o lançamento do jogo original, foi criada uma versão digital do jogo que deu acesso a muita gente. Apesar disso as reações foram um tanto variadas, sendo que teve quem amou o jogo, e aqueles que odiaram um bocado, incluindo fãs do jogo de tabuleiro original. Sendo assim esse pode ser um daqueles casos onde a adaptação não conseguiu passar a sensação que a versão física da coisa passava, por outro lado como disse é algo que varia nas opiniões e há aqueles que gostaram muito e sentiram novamente o climinha de aventura.

A jogabilidade é basicamente a de um Dungeon Crawler com combate em turnos, ou seja você assume o papel de um grupo de aventureiros e deve vagar pela masmorra em busca de tesouros, sendo que cada personagem tem suas habilidades próprias e vai melhorando a medida em que adentram mais e enfrentam inimigos.

O combate é em turnos e precisa de estratégia, por exemplo não vale a pena mandar a arqueira e o mago na frente para atacarem um monte de Orcs e deixarem o guerreiro atrás, você precisa saber a melhor posição e cuidar de cada um deles para que não morra. Infelizmente o jogo não tem modo cooperativo, seria ótimo ter um modo online, mas aqui o máximo que você pode fazer é dividir o PC com um amigo para que cada um faça seus movimentos em seu turno.

Uma das coisas desagradáveis é que tudo é no mouse, sem atalhos, sendo assim você precisa apontar o mouse pra lá e pra cá sem parar e pra piorar é preciso ficar apertando em finalizar turno toda hora, isso porque não é apenas no combate que é contado, mas direto, e você precisa mover todos os personagens um a um, deixando assim a jogabilidade cansativa.

Graficamente o jogo é bonito, visão de cima com cenários que parecem mesmo um tabuleiro, parecendo uma folha de papel, mas com bordas nos lados, porém tudo bem desenhado, já os personagens apresentados são em 3D mesmo, dando um bom contraste na coisa, sei que pode não agradar a todos, mas eu achei bastante atraente o jeito que ficou.

Enfim, Warhammer Quest é um bom jogo, mas que certamente não é para todos, sendo assim é aquele caso em que é inesperado o que a pessoa vai achar, alguns podem achar espetacular e ignorar as falhas, já outros podem achar uma experiência cansativa, então só testando pra saber. Quem se interessar é só dar uma olhada no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: