Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 11 de outubro de 2014

Team Indie - Aqui você é o seu próprio parceiro no coop

Esse é um jogo que apresenta um elemento já visto de forma semelhante em outros jogos, no entanto usado de uma maneira bem interessante que te faz sentir como se estivesse jogando um modo cooperativo com você mesmo. Esse elemento é a "multiplicação" de personagens, é comum em alguns jogos com viagem no tempo onde você usa cópias de um personagem para fazer algo, depois volta no tempo e faz a mesma coisa com outro, mas aqui você não usa clones, mas sim outros personagens para te ajudar, e não estou falando de personagens genéricos, há rostinhos conhecidos de jogos indie.

Na trama um gatinho chamado Marvin chega pelo correio com um estranho colar a uma casa, porém o gato que já mora lá não gosta nem um pouco e fica enciumado, arrancando fora o seu colar, por algum motivo isso faz com que Marvin vá parar dentro do computador e assim sua dona decide ajudá-lo usando suas habilidades para hacker o mundo e adicionar personagens de jogos que irão guiá-lo.

A primeira coisa que me chamou a atenção nesse jogo, é a quantidade de personagens de outros jogos, afinal de contas como a empresa terá conseguido adicionar tantos personagens de outras franquias? Serão eles amigos de todos? Terão feito uma proposta muito boa? Ou será que foi tudo na camaradagem? Isso porque aqui vemos diversos personagens conhecidos de jogos como Braid, Awesomenauts, Knytt Underground e Bit.Trip. E esses são só alguns, a sensação que tive ao ver esse tanto de personagens juntos foi semelhante a de quando vi Jump Ultimate Stars.

Na jogabilidade você a princípio assume apenas o papel de Marvin, porém aos poucos começa a destravar novos personagens e esses vão te ajudando a passar pelos lugares com suas habilidades únicas. Ao iniciar uma fase, você tem um dos personagens disponíveis e deve seguir em frente e facilitando o caminho, por exemplo se você estiver no controle de J. Jitters, ele tem a habilidade de saltar e se transformar em uma plataforma no ar, depois saltar de novo e virar outra plataforma, graças a isso você pode ir fazendo um caminho.

O tempo controlando o personagem termina quando você acha um item com o símbolo de um outro personagem, daí é apresentada uma cena de volta no tempo e então você começa tudo de novo, mas assumindo o controle do outro personagem, e enquanto isso pode ver aquele que você estava controlando antes fazendo exatamente o que você fez, a partir daí você tem que acompanhá-lo e nos momentos certos fazer os movimentos que precisar, até passar de fase ou se necessário, ativar mais um personagem e novamente fazer o que fez antes, só que dessa vez vendo os outros dois correndo, e assim vai.

Esse é um daqueles jogos que são bem adoráveis e carregam uma baita essência de jogo indie divertido, você simplesmente não vê o tempo passar enquanto vai atravessando os lugares e tentando coletar o máximo possível de tesouros, já que há diversas gemas e bônus espalhados, além de poder fazer as coisas de uma maneira diferente, já que o jogo em diversos momentos apresenta novas possibilidades que você pode deixar pra trás ou ir até lá ver o que tem.

Graficamente o jogo é bonito, é um 2D que tenho que assumir que não me surpreendeu, porém é um gráfico decente, ele não me surpreendeu apenas porque eu jogo muitos jogos indies e já vi diversas artes semelhantes, mas de maneira alguma significa que seja ruim, na verdade existe uma grande quantidade de detalhes, belos fundos e boa variação de elementos, sendo que a coisa mais simples que achei no jogo, foi o próprio Marvin, que me pareceu um personagem meio genérico, mas de resto é um jogo com gráficos belos.

Enfim, Team Indie com certeza vai deixar apaixonados principalmente aqueles que já jogaram alguns jogos das franquias utilizadas, apesar de não ter uma história muito boa, certamente a sua jogabilidade é incrível. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial.

Nenhum comentário: