Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

The Waste Land - Jogo medieval que vai te impressionar

Sabem, eu não vivi nos anos 80, mas uma coisa que posso ver bem que muitas obras medievais daquela época tinham, era a capacidade de levar uma essência indescritível, eu não sei dizer exatamente o que é, mas parece que aquela década era onde a "alma" do RPG morava e assim coisas pareciam ter um impacto ainda mais forte, o tempo foi passando e é notável que as coisas mudaram, talvez o fato da tecnologia ter avançado acabou fazendo essa essência ficar ofuscada por outras obras, talvez a quantidade de obras medievais tenha aumentado demais, ou talvez seja alguma outra coisa... Mas felizmente ainda surgem algumas obras que conseguem trazer aquela sensaçãozinha maravilhosa para quem não é daquela época, e The Waste Land é uma dessas belezinhas.


O jogo é baseado em um poema de  T.S. Eliot, um escritor americano que nasceu em 1888 e viveu até 1965. O texto tem o mesmo título e conta a história de um rei que em um dia normal de caça, os cachorros encontram algo, uma estranha criatura branca, ao atacar a criatura, imediatamente ocorre um terremoto e ele percebe que algo estranho está acontecendo, retornando imediatamente para o acampamento onde deixou os seus homens, no caminho de volta logo percebe que inúmeras criaturas horrendas o atacam, seres que normalmente não fariam isso e também estão em uma forma diferente, como borboletas gigantes e plantas que tentam agarrá-lo. Ao chegar no acampamento ele é surpreendido ao ver que está em chamas, e quase todos os seus homens morreram, ou estão dando os últimos suspiros. Logo o rei encontra um velho levitando em meio a uma estranha energia, e esse lhe diz que o que ocorreu foi devido aos seus próprios erros, também diz uma série de explicações não muito claras e diz que somente o próprio rei pode desfazer o que causou.

Como podem ver, a história é bem trabalhada, apesar de simples ela realmente causa uma sensação intensa enquanto as coisas acontecem, e o melhor é que isso tudo que eu falei já é durante a jogabilidade, então você sai com o rei pra caçar e presencia o terremoto ao atacar a estranha criatura. Esse é apenas o início da história e muitas outras surpresinhas passam a acontecer, é bem maravilhoso. Somando isso ao fato de que o jogo tem um estilo retro, a coisa fica ainda melhor e é capaz de viciar por várias horas.

A jogabilidade é a de um metrodvania, então você poderá ir e voltar várias vezes pelos mesmos cenários, sendo que algumas vezes achará caminhos que não terá acesso ainda, outras irá encontrar elementos que se modificaram, e claro, aos poucos novos poderes vão ser obtidos e cada vez você se sentirá mais poderoso.  O mundo do jogo é bastante robusto, você tem um mapa, e pode encontrar novos personagens e conversar com eles, além de ser aquele tipo de jogo onde realmente é necessário dar uma vasculhada boa nos ambientes, pois existem coisas escondidas.

Graficamente o jogo é maravilhoso, ele usa um estilo da era 8-bits, com cores saturadas, porém cheio de detalhes e consegue transmitir um ambiente medieval tão lindo, cheio de criaturas, ambientes atmosféricos, coisas misteriosas, até o mapa do jogo é maravilhosamente detalhado e faz lembrar livros de RPG, é tudo muito perfeito e consegue te transmitir facilmente para aquele ambiente.

Enfim, fica aí uma dica de um metrodvania maravilhoso que com certeza irá deixar muita gente viciada e consumir horas. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Um comentário:

Yan Chaves disse...

sky que macumba é essa que fizeram pra vc que ninguém comenta mais Ó-Ó