Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Shin Sekai Yori - Um anime incrível e muito intenso!

Esse é um anime que o leitor Adriano Sumeragi me indicou, e fui assistir de primeira, algo que é um tanto difícil de acontecer comigo, já que não confio em indicações de animes, acho a maioria previsível pra cacete, e isso me cansa muito. No entanto com Shin Sekai Yori, alguma coisa me chamou a atenção, mas ainda não sei o que foi. Por sorte, acho que os meus instintos foram extremamente precisos dessa vez em confiar na indicação, porque eu achei esse anime simplesmente impressionante!

A história se passa em um futuro bem distante, porém as estruturas e tecnologia é bem semelhante a moderna, o grande diferencial é que a humanidade contém um poder chamado Cantus, e pode moldar a realidade de acordo com os seus desejos, a nível molecular. Ou seja, se desejam que uma pintura apareça em um lugar, desde que tenham moléculas disponíveis, podem apenas imaginar e fazer com que surjam. Além de poder fazer diversas coisas como levitar, ou atear fogo. Ao mesmo tempo há uma outra raça, modificada geneticamente chamada bakenezumi, que são como roedores gigantes, e inteligentes, porém inferiores a humanidade, vivendo em tribos e tratando a qualquer humano como um deus.

Essa é uma obra que tem diversos elementos biopunk, pois existe uma constante presença da modificação do DNA na trama, sendo assim acaba se classificando com esse gênero. E para quem olha de fora, pode parecer ser um daqueles animes de personagens com super poderes que saem por aí lutando com caras malvados, mas a verdade é que não. Shin Sekai Yori, tem como foco a sociedade, o dia a dia de pessoas em um mundo onde os humanos tem habilidades incríveis.

Mas a partir daí é que o anime ganha o seu toque sombrio, apesar da humanidade ter todos os seus poderes incríveis, existe uma série de coisas que distorcem essa utopia. Pra começar, os humanos modificaram seu DNA para não suportarem matar outros humanos, causar nojo extremo só pensar em algo assim, e se conseguirem superar esse tipo de coisa e assassinarem outro, eles morrem na hora. Isso gerou paz, mas ao mesmo tempo gerou uma série de problemas que se ocultam por trás da sociedade perfeita. Outra coisa é o Cantus, apesar das pessoas o controlarem apenas com seus desejos, humanos ainda tem o subconsciente, e quando os pensamentos saem do controle, a destruição que surge pode ser caótica.

Existem vários pontos filosóficos no anime, sobre sociedade e o que é certo e errado, além da demonstração sobre o universo caótico em como vivemos e aquela constante pergunta sobre o que é paz, ou se a humanidade original era melhor que a humanidade com Cantus, e como seria possível fazer um mundo perfeito, se há tantos outros fatores que intervém nisso.

A forma que a história vai sendo conduzida é bem fantástica, começando com um grupo de amigos na infância, e então mostrando aos poucos eles crescendo até ficarem adultos, é bem incrível ver as mudanças, e em como aquele lugar perfeito que todos sonham em viver, pode gerar lembranças terríveis e situações perturbadoras para qualquer um. Dá aquele toque de "Caramba, será que valeria a pena viver em um lugar assim a custo desses medos e exigências que a sociedade faz?".

Outra coisa muito boa, é que o final desse anime é espetacular! Aquele que dá uma baita de uma reviravolta. No último episódio eu tive que levantar, ir até o player e colocar pra voltar pra eu ler de novo, porque queria prestar atenção em cada mínimo detalhe daquela surpresinha tão foda.

Enfim, ta aí um anime que mexe com as emoções, que te faz pensar, é incrível como ele consegue te fazer odiar muito um personagem, e ver claramente que ele é um vilão que tem que sofrer com força, mas ao mesmo tempo adiciona aquele toque de "Não seja egoísta, as coisas tem mais de um ponto de vista.". Então fica aí a dica de um anime sério e muito gostoso de se ver.

7 comentários:

Bruno Arce disse...

Sky aproveitando o post eu queria recomendar o anime Elfen Lied mas primeiro, eu sei você vai procurar imagens do anime pela internet então eu preciso dizer NÃO JULGUE O ANIME PELO TRAÇO eu fiz isso na primeira vez que conheci esse anime e me arrependi bastante.E caso você ainda esteja com o pé esquerdo quanto o anime ao menos VEJA A ABERTURA DO ANIME porque abertura é simplismente linda demais

Skywalkerpg disse...

Olá Bruno, assisti Elfen Lied há alguns anos, mas normalmente eu costumo escrever sobre coisas logo depois que termino de assistir, então coisas que vi antes do Nerd Maldito começar eu costumo enrolar um bocado pra escrever sobre, kkkk, mas pretendo falar sobre ele um dia ainda, é bem legal mesmo. =)

matheus henrique disse...

carai sky, esse anime parece foda demais *-* vou ver ele nas madrugadas. e obrigado pela recomendação.

adriano sumeragi disse...

que bom que vc gostou, perfeita sua analise algumas pessoas parar de assistir depois do ep 9, que é polemico e muitos acham fanservice, mas que na realidade esta 100% dentro do contesto do anime da manipulação genetica e tudo e assisti de novo recentemente e percebi muitas coisas que eu não tinha percebido antes essa é uma obra que sempre que vc assisti ela novamente vc percebe coisas novas

londen porlandoz disse...

sky,vo aproveitar esse post e falar do darker than black,conheçe?é muito foda

Skywalkerpg disse...

Conheço, assisti há alguns anos, mas nunca escrevi sobre, talvez um dia eu escreva, mas não por enquanto.

Gabriel Santos disse...

O final desse anime é surpreendente, tem uma referências biológicas bem legais.
Saindo desse tema, recomendo Le Portrait de Petit Cossette é um anime bem dark. é um anime artístico e nas entrelinhas fala sobre a estética humana do que seria bonito e feio. O trailer https://www.youtube.com/watch?v=l352BdkwvUg