Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 28 de setembro de 2014

Populuxe - A belíssima publicidade dos anos 50 e 60

Quem não acha encantador aqueles cartazes de propagandas usados nos anos 50 e 60? Era simplesmente algo charmoso. Mas claro, é questão de opinião também, alguns podem ver simplesmente como coisa brega, ou até mesmo conseguir enxergar das duas maneiras, com um toque todo especial de coisa antiga, porém ao mesmo tempo como algo que mostra demais a cara do passado e acaba por não cair bem quando representando coisas novas. Mas independente da sensação que causa, uma coisa que com certeza esse tipo de visual consegue fazer, é se destacar quando apresentado, e hoje vou falar um pouco sobre esse simpático estilo.

Para começar, uma coisa interessante é que existe um nome especial para esse tipo de publicidade, mas que é um termo um tanto mais amplo e representa não apenas um traço usando em desenho, mas um estilo de vida. Populuxe é o nome dado a esse estilo, e representa design, modo de pensar e publicidade. Como vocês podem ver na publicidade dos anos 50 e 60, existe uma essência de consumismo exagerado, e muito das mensagens passadas é que aquele produto irá resolver todos os problemas da vida de uma pessoa, e que sem ele não se pode viver sem e toda essa essência era transmitida de forma bem direta em cartazes.


Mas antes de falarmos do Populuxe em si, temos que voltar um pouco antes, até o ano 1929. Como vocês devem saber, ocorreu a queda drástica de diversas ações da bolsa de Nova Iorque, resultando assim na chamada "Grande Depressão" que ocorreu durante a década de 30, com uma quantidade exagerada de pobres e onde as pessoas procuravam desesperadamente por uma forma de ganhar dinheiro. Por exemplo, o Super Homem foi resultado da grande depressão, e seus criadores tentaram ganhar algum dinheiro dessa forma. As pessoas estavam em desespero e realmente foi uma década ruim.

Quando chegou a segunda guerra mundial, começou a paranoia, pois além de uma década de condições terríveis da vida, uma guerra de proporções tão grandes tomou início, e o medo dos americanos da guerra ir parar lá era constante. Até que finalmente chegou 1945 e a guerra teve o seu fim após longos sete anos de tensão. É claro que as pessoas estavam com medo ainda, a paranoia de guerra estava em todo lugar.

Quando os anos 50 chegou então, já havia se passado algum tempo da guerra, mas não tanto, ainda era recente aquela sensação e medo, mas as coisas tinham mudado. Os Estados Unidos tinham se tornado um país com um mercado em expansão e que crescia em uma velocidade surpreendente. As famílias americanas tinham dinheiro como nunca, e claro que empresas aproveitaram, a quantidade de produtos gigantesca começava a surgir e as pessoas podiam pagar por eles.

Essa foi uma nova era, as pessoas começavam a se desfazer das amarras do passado e começar a pensar no futuro. Surgia um novo estilo de vida, o "American Way of Life" onde qualquer um, independente de seu passado, poderia crescer e tornar a sua vida muito melhor. E assim surgiam propagandas e mais propagandas de famílias felizes, todos podiam comprar o que quisessem, mesmo que não tivessem espaço, eles precisavam comprar, não havia como mostrar para seu vizinho que você é melhor que ele, se você não tivesse a nova lavadora de roupas com uma janelinha para observar a roupa rodando, ou aquele cortador de gramas super moderno que apareceu na revista.

O escritor americano Thomas Hine, especializado em cultura, história e design, acabou por definir esse estilo como Populuxe, que é a mistura de Popularity (Popularidade), Luxury (Luxúria) e um "e" no final para deixar a coisa mais luxuosa. A palavra define exatamente o que esse estilo era, e claro, passou a ser representado da mesma forma nos cartazes. São muito comuns as famílias felizes neles, e frases bem apelativas dizendo que a pessoa não pode viver sem.

Populuxe é uma máscara para a paranoia, o medo da terceira guerra mundial explodir a qualquer momento, e uma forma de dizer que o futuro estava chegando, que carros voadores logo surgiriam, há designs absurdos na época, inclusive carros futuristas que hoje em dia ainda é possível ver o estilo "futuro" que tem, mas ao mesmo tempo dá pra ver que é só uma versão de carros da época com muito vidro ao redor. Essa foi a era do plástico, com a popularização dessa matéria prima, o mundo realmente mudou e ganhou um toque de futuro, afinal de contas antes disso o metal e madeira eram coisas mais constantes, e de repente apareceu algo que permitia a produção em massa de objetos com formatos que antes eram quase impossíveis.

Da mesma maneira é a era do botão, havia a constante ideia de que "Com um clique todos os problemas da sua vida estarão resolvidos!", há muito populuxes com personagens com cara de surpresa enquanto apertam um botão em uma máquina. Como até então as máquinas tinham um estilo muito mais mecânico, isso parecia ser algo muito futurista, as pessoas estavam impressionadas com a quantidade de acessórios que tinha em casa e em como eles não pareciam pertencer ao presente. Nessa época também se popularizou a ideia do "botão da terceira guerra mundial", onde o presidente tinha um botão vermelho em sua mesa na casa branca e a qualquer momento poderia apertar e mísseis serem lançados, começando uma última guerra que acabaria com o mundo.

Enfim, é isso aí, se você se interessa por esse estilo de publicidade e não sabe o que procurar quando quer imagens do tipo, pode procurar por "populuxe ad" no google, que aparecerão publicidades desse gênero. Existem também vários livros que mostram muito sobre essa era. Agora sinta o que é a pura essência do Populuxe com esse vídeo:

Nenhum comentário: