Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 2 de agosto de 2014

Magic 2015 - Para deixar iniciantes muito viciados!

Bom pessoal, hoje vou fazer a análise sobre Magic 2015, que obviamente é uma adaptação do viciante jogo de cartas Magic The Gathering, e que é uma edição extremamente viciante especialmente para quem está começando a jogar. Naturalmente não posso de fazer certas comparações com Magic 2014, principalmente porque pode não ser um jogo tão agradável para veteranos, e isso se acentua muito quando você vira os olhos para o multiplayer do jogo, que contém algumas características que podem não ser vistas com bons olhos para aqueles que já jogam há muito tempo.

Assim como seu antecessor, esse jogo também tem uma campanha, porém na minha humilde opinião, ficou muito mais intensa e bem feita, ainda com aquela narrativa antes dos duelos onde é citado o que você presencia antes de começar o combate. A história fala sobre um artefato muito perigoso que cai na mão da pessoa errada, você é um Planeswalker, um ser capaz de vagar entre dimensões e usar a magia dos terrenos por onde passa para invocar criaturas, e em sua perseguição, um rastro de corpos de outros Planeswalkers é encontrado, mas você tem que cruzar o caminho de vários inimigos durante a perseguição.

Uma coisa que acredito, é que esse jogo tenha sido feito com um foco muito maior nos iniciantes, isso porque em geral é um jogo gostoso de se jogar, e a campanha está divertida, você sente toda uma emoçãozinha, vai coletando novas cartas e aperfeiçoando o seu deck, a sensação de estar evoluindo é muito boa. No entanto para aqueles que já conhecem o jogo, essa emoção toda pode não ser algo muito forte e normalmente esses jogadores procuram mais pela experiência multiplayer oferecida, e é então que a coisa pesa um pouco.

Ao contrário da edição anterior, esse oferece apenas um modo de jogo, que é o combate normal, as partidas cooperativas presentes na edição anterior sumiram, e já não é mais possível aquela incrível sensação de combinar as suas cartas com a do seu aliado e destruir os outros magos. Além do mais há alguns problemas na mecânica que podem frustrar, como a revanche por exemplo, se você quiser jogar de novo, vai ter que criar outra partida! Tem muitos detalhes pequenos que aperfeiçoavam a jogatina na edição passada e simplesmente foram retiradas, algo que é um tanto estranho.

O visual do jogo, tenho que assumir que no começo achei meio esquisito, isso porque é todo branco, e vi muitas críticas em cima dele, mas quando fui jogar, passei a gostar, a verdade é que tem tudo a ver com a campanha, e dá um certo charme o design apresentado, não é apenas branco, é como se fosse névoa, como se a morte estivesse passando por ali, e isso tem tudo a ver com a campanha do jogo. As próprias animações são sempre com esse toque esbranquiçado, e isso dá uma baita personalidade própria a edição 2015, faz com que você olhe e saiba "Esse visual é da edição 2015".

Uma outra coisa que não posso deixar de citar, é que o tutorial foi muito melhor aperfeiçoado, o da edição anterior levava muito tempo pra você concluir e era necessário jogar várias partidas, já nesse apenas a primeira partida é completa, para apresentar as outras mecânicas as partidas seguintes já começam no meio, fazendo assim com que você possa ir direto ao ponto, e não ter que jogar tudo de novo só para pegar uma mecânica nova. Outra coisa muito legal é que dessa vez o tutorial é dublado! O que ajuda ainda mais a absorver e fica muito mais atraente para quem está começando a jogar.

Enfim, sem dúvidas Magic 2015 é um jogo muito bom, no entanto acredito que o seu público alvo acaba não sendo os veteranos, mas sim os jogadores mais novos. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: