Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 22 de julho de 2014

Quest For Infamy - Um belo jogo híbrido de RPG e P&C

Esse é um jogo que me fez pensar sobre uma coisa que até então eu não tinha percebido, mas os jogos do gênero point and click não costumam ter elementos de outros jogos, apesar de eu já ter visto vários que colocavam elementos próprios, normalmente o que mais varia mesmo são os estilos de jogabilidade, como por exemplo ser em primeira pessoa, ou ter apenas o cenário e o jogador ter que escolher o que quer interagir. Mas Quest for Infamy acabou oferecendo um modelo diferente, e adotando um colocando elementos de RPG, e fazendo assim com que o jogo se tornasse híbrido, e pra falar a verdade não algo exatamente inovador, porém difícil de se ver usado. Esse estilo restaura alguns jogos da era de ouro não tão conhecidos, como por exemplo Quest for Glory, que também usava os dois gêneros e que aparentemente é o jogo em que o nome Quest for Infamy foi baseado, porém ao contrário...

A história contém fortes traços de humor e certamente já encanta por você ser o vilão, e não o herói. Mas sem apelar para algo realmente malvado, pois como se trata de um jogo bem humorado, você é do tipo de vilão "sacana", que gosta de dar uma zuadinha e ver o caos acontecer solto. Você assume o papel de Roehm, um homem que foi pego na cama com uma garota de família, e acabou tendo que fugir, indo parar em outra cidade, onde começa sua fama negativa por todo o lugar.

Esse é um daqueles carismáticos jogos medievais, ele tem um climinha muito semelhante ao apresentado em algumas obras bem humoradas e que também se passam nesse período, como por exemplo Em busca do Cálice Sagrado. Portanto você pode esquecer o clima de um ambiente medieval sombrio, aqui existe muito sarcasmo e pessoas tentando sacanear, além de situações completamente insanas. Tudo isso disfarçado com uma forma de falar séria que os personagens apresentam, fazendo assim com que aqueles que olhem apenas de relance possam achar que trata-se de simplesmente uma aventura clássica padrão do herói pronto para salvar o mundo, o que na verdade é bem o contrário.

Há muitos jogos que tentam imitar point and clicks da era de ouro, porém são poucos que realmente conseguem algo convincente, e Quest For Infamy felizmente é um dos que conseguiram, pois seria fácil ele se passar por um jogo dos anos 90, com um visual bem adequado e um clima humorado constante que te faz dar belas gargalhadas, além de personagens marcantes que aparecem direto e situações memoráveis.

Quanto a jogabilidade, o jogo pode inicialmente aparentar ser apenas mais um point and click, mas os fãs de RPG podem acabar se animando um bocado, pois apesar das limitações do tamanho do mundo, o jogo carrega elementos desse gênero. Sendo assim, aqui você evolui o seu personagem em uma classe e entra em combates em turnos, o que dá uma baita de uma movimentada e que certamente para muitos jogadores pode ser um verdadeiro espetáculo, já que esse tipo de jogo assusta aqueles que não gostam de coisas paradas.

Graficamente o jogo é um verdadeiro espetáculo, além de ter o belíssimo visual pixelizado que tanto amamos, imitando os jogos da era de ouro, e uma coisa que adorei, é que durante os diálogos, aparece uma imagem fotorealista dos personagens, com a boquinha mexendo enquanto falam, o que acaba sendo não apenas um detalhe muito bem feito, como também bem engraçado, pois além de ótimas vozes(na minha opinião), fica hilário ver a boca mexendo como se fosse uma imagem recortada onde só aquela parte vai pra cima e pra baixo.

Enfim, tá aí um belo jogo que notavelmente foi feito com muito carinho e que pode deixar tanto fãs de RPG quanto fãs de jogos de aventura point and click ficarem bastante viciados. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: