Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Munin - provando que jogo fofo pode ter boa história!

Esse é um jogo em geral muito fofinho, porém que acaba dando um toque meio sombrio, e apesar de se tratar de uma obra casual, com uma jogabilidade muito simples, desafiadora e viciante, esse é daqueles jogos que tem uma história muito interessante e que acabou sendo uma baita de uma surpresa, afinal de contas normalmente esse estilo costuma ter foco puramente em sua jogabilidade e apresentar coisas muito superficiais, como "Salve a princesa" ou simplesmente não colocar história alguma para dar foco apenas à jogabilidade.

A trama apresenta um fiel corvo de Odin chamado Munin, que voa livremente servindo a seu mstre como mensageiro, mas certo dia acaba sendo amaldiçoado por Loki, o deus da trapaça, e esse transforma Munin em uma garota mortal. Apesar de poupada de suas asas, ela é capaz de mover montanhas para retornar a Asgard, e assim parte em uma jornada para atravessar os perigosos nove mundos de Yggdrasil e finalmente chegar ao lugar onde pertence.

Quando eu falei sobre mover montanhas, é literalmente isso... No jogo você é colocado em fases onde deve coletar as suas penas, apenas quando coleta todas as disponíveis no cenário é que poderá seguir para o próximo. Cada cenário é dividido em pedaços quadrados, e enquanto você não estiver dentro de um desses pedaços, poderá girá-los e assim ter acesso a novos caminhos. Por exemplo se em um lugar tiver uma escada no topo dessa parte, e você girar duas vezes esse lugar, a escada irá ficar no chão e assim você poderá subir. Graças a essa mecânica, os ambientes acabam sendo modificados e ganhando aspectos bem diferentes à medida em que você vai girando.

Naturalmente esse é um jogo onde se precisa pensar, em certos momentos você simplesmente não tem ideia da posição certas que deve colocar alguns lugares e fica pensativo por um bom tempo sobre a forma de atravessar aquela parte, sendo assim definitivamente Munin é um jogo que pode ser considerado como desafiador.

Quando ao visual do jogo, ele é bonito, os ambientes parecem quadros, não sei se foi pintado a mão, mas parece bastante. Já quanto a personagem ela tem um estilo mais desenho animado, porém com um tom sombrio. Inclusive acho que pra um amenina, ela é bem feinha... Eu não saberia que era uma garota se não tivesse lido, pois parece mais o personagem de Brütal Legend.

Enfim, fica aí essa dica de jogo que ao mesmo tempo que consegue ser simpático, tem uma história que é apresentada de uma maneira super interessante, utilizando de mitologia nórdica, mas que fica com uma certa cara de conto de fadas. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: