Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Groove City - Esse jogo sim vai te deixar muito viciado!

Caramba, quando eu fiquei sabendo do lançamento de Groove City nem pude acreditar, afinal de contas eu só soube bem na última hora, apenas um dia antes do lançamento, e esse é nada menos do que o espetacular Electronic Super Joy, que é um jogo extremamente viciante, difícil e que consegue magicamente acabar com a frustração graças à trilha sonora que mantém uma atmosfera que te faz ficar hipnotizado, é realmente mágica a sensação que o primeiro consegue transmitir, e esse felizmente seguiu exatamente o mesmo estilo!

A história se passa dez anos após os eventos anteriores, onde um feiticeiro maligno roubou sua bunda e você foi se vingar. Dessa vez Groove City foi reconstruída e você está de volta à cidade, todos parecem felizes, mas essa paz acaba quando uma robô stripper gigante chamada JoJo destrói a cidade, ela está furiosa porque o maléfico Dr Swinger roubou seus mamilos laser, e agora você irá ajudar a acalmar sua fúria, derrotando o doutor e recuperando os mamilos de volta.


A jogabilidade é no mesmo estilo do jogo anterior, portanto é um jogo de plataforma para jogadores hardcore, onde você tem que atravessar lugares que as vezes chegam a parecer impossíveis e há momentos em que você tem que ter uma precisão impecável para conseguir passar por certos ambientes, como por exemplo saltar sobre plataformas que desaparecem logo depois de serem tocadas, fazendo assim com que não tenha retorno e você tenha que ir até o final sem parar, ou mesmo desviar de inimigos que passam constantemente por um lugar.

O visual do jogo é maravilhoso, com todo aquela mistura entre cores bastante fortes e uma quantidade considerável da cor preta, fazendo assim com que o jogo pareça uma verdadeira boate cheia de luzes psicodélicas. Isso sem contar com os elementos que você interage e de repente se modificam, são bandeiras que se abrem e viram parte do plano de fundo, estrelas que se tornam mísseis e passam a te perseguir, entre outras coisas.

Há também personagens espalhados pelos ambientes e assim que você passa por eles, é possível se ouvir certas falas, e são coisas como por exemplo um personagem perguntando para o outro "Qual o seu seriado favorito?" e o outro respondendo "Game of Clones" hahahaha, realmente são coisas bem aleatórias, mas sempre muito interessantes de se ver.

Agora sem dúvidas o que rouba a cena nesse jogo é a parte sonora, nossa as músicas são simplesmente perfeitas! Pra quem ama música eletrônica vai ficar hipnotizado, é incrível o quanto esse jogo é difícil e como você perde várias vezes seguidas, mas acaba não ficando frustrado, isso porque são músicas de boate que te passam a sensação de estar constantemente em meio a uma festa, fazendo assim com que seja fácil você começar a cantarolar as batidas e simplesmente continuar morrendo e morrendo de novo... Quanto a sons gerais, são de gemidos masculinos ou femininos, segundo a abertura do jogo, retirados de orgasmos, apesar de que não confio muito, afinal de contas quem é que tem um orgasmo falando "Ohhh la la"? Uhahahaha.

Enfim, ta aí um jogo incrível, viciante, com um estilo próprio e que definitivamente você precisa jogar, esse é daqueles para se ficar viciado, perder várias vezes seguidas e mesmo assim querer mais. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: