Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 11 de março de 2014

Call of Cthulhu: The Wasted Land - Um jogo desafiador

Eu adoro quando reúnem duas coisas que eu amo em uma só fórmula, então quando vi esse jogo, simplesmente fiquei desesperado para jogar imediatamente, pois coloca duas coisas que gosta muito, a primeira são os mitos de cthulhu, e a segunda é o gênero de jogo de estratégia tático, deixando assim uma fórmula simplesmente atraente demais pra mim.

Na minha opinião a história foi colocada em um ambiente muito interessante que é a primeira guerra mundial, não se vê tantas obras por aí sobre essa guerra e  é um ambiente cheio de mistérios, existe um toque mais misterioso na coisa. Mas simplesmente não se fala muito, diferente da segunda, que é usada e abusada ao extremo. Uma coisa interessante é que parece que as obras ambientadas nessa guerra tem mais tendência ao sobrenatural e coisas envolvendo ocultismo, um bom exemplo disso é o filme Deathwatch, e nesse jogo as coisas vão no mesmo estilo, envolvendo um antigo culto que quer que um antigo mal desperte na terra.


Bom, todos vocês que visitam o blog já devem conhecer o H.P. Lovecraft, e suas obras foram usadas e adaptadas para diversos tipos de mídia, inclusive o RPG de mesa, sendo assim em 1981 a editora americana chamada Chaosium publicou um RPG de nome Call of Cthulhu, baseado na obra de lovecraft. Em 2012 a editora lançou em conjunto com a desenvolvedora Red Wasp Design, o jogo The Wasted Land para dispositivos móveis, e o mesmo acabou ganhando uma versão para computador lançada na steam em 2014.

As regras são as tão conhecidas em jogos do gênero, portanto você é colocado em um cenário fechado que pode lembrar um tabuleiro, e tem uma quantidade de pontos para movimentar o seu personagem e fazer certas ações durante o turno. Ao se terminar o turno, você passa a vez e o inimigo começa a rodada dele, e assim vai até alguém vencer. A história é apresentada com as falas dos personagens durante a partida, e também entre as fases.

Os gráficos são simples, é um 3D padrão e acaba se tornando algo perdoável, já que inicialmente era um jogo para tablets, e o seu preço na steam também acaba cooperando bastante para que seja completamente tolerável, não há nada de especial graficamente, mas também não chega a ser algo desagradável de se ver.

No entanto infelizmente nem tudo são flores, esse é um jogo que acaba sendo muito difícil já naturalmente, só que o problema não é esse, mas sim a adaptação para computador que ficou terrível quanto aos controles, as coisas não são intuitivas, a configuração para o mouse ficou ruim, sendo que às vezes você clica nos botões e eles não funcionam, vi que muitas pessoas falaram que tiveram problemas e o jogo travou na apresentações, só que o que eu acho é que não travou, mas sim que elas não estavam apertando no lugar certo, pois passei pela mesma coisa e tive que fechar o jogo o alt+f4 e depois descobri que tinha um lugar certo no botão pra apertar, sendo assim o jogo pode acabar se tornando realmente insuportável para muitas pessoas.

Enfim, esse é um jogo que sinceramente eu acho que tem que ser muito fã de Lovecraft pra gostar, a atmosfera é muito legal, a história é muito legal também, mas a jogabilidade é horrorosa graças a má adaptação para a versão de computador, então se você for jogar, recomendo que jogue a versão para dispositivos móveis, pois para PC é complicado. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: