Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Oniken - Um jogo brasileiro que chamou muita atenção!

Esse é um daqueles jogos brasileiros que conseguiram ser interessantes o suficiente para chamar a atenção internacional, o que o torna imediatamente um baita motivo de orgulho, afinal todos sabem que o mercado de jogos é bastante concorrido e se destacar não é para qualquer um. Naturalmente eu não podia deixar de fazer uma análise dessa maravilha aqui.

A história apresenta um ambiente futurista onde a humanidade praticamente foi extinta graças a uma guerra que envolveu todo o planeta. Tudo o que sobrou foi um ambiente devastado, porém os problemas dos sobreviventes não terminaram por aí, pois uma organização militar maléfica, conhecida como Oniken, aproveitou para assumir o controle de tudo o que sobrou, oprimindo o mundo inteiro, e fazendo com que apenas alguns ousassem lutar contra ela, entre esses está um homem determinado a fazer tudo para detê-los.


Como vocês podem ver, a história é bastante clichê, no entanto não foi falta de empenho da equipe, pois o jogo todo é uma homenagem a jogos antigos super difíceis da era dos 8-bits. Então os gráficos são pixelizados, a sensação de que vai morrer e será game over é constante, e a história retorna também às velhas origens com o valentão que desce o cacete em todo mundo, ao mesmo tempo que adiciona ideias psicodélicas, como o uso de espada e forte influência oriental(O jogo passa um baita clima de anime).

A jogabilidade é bastante básica, você tem que sair andando pelos cenários e matar qualquer coisa que se mexe, sendo que é bastante fácil tomar porrada e acaba naturalmente fazendo com que o jogador aprimore seus reflexos, já que não é possível dar mole para os inimigos, quando você menos espera tomou dano, assim como existem lugares em que você olha e pensa "Nossa, eu vou ter mesmo que atravessar isso?", são lugares em que você tem que pular, se pendurar, e algumas vezes exatamente no lugar onde você deve cair, tem um inimigo atirando constantemente, o que te faz já ter que calcular o tempo certo para passar até um lugar sem tomar um tiro na cara. Também existem coisas escondidas, o que te faz ter uma enorme sensação de satisfação ao perceber que chegou a uma área secreta.

Apesar do gráfico do jogo ser da era do Nintendinho, realmente o negócio foi bem feito, tudo é muito bem detalhado e deixa claro do que se trata, e as cenas das apresentações chamam a atenção pelo nível enorme de detalhes em versão pixelizada, esse é daqueles jogos que te faz ficar se perguntando qual foi a técnica que o artista usou para deixar tão interessante assim, terá ele feito um modelo normal e pixelizado depois? Ou terá feito do nada aquela obra prima?

Enfim, Oniken é um jogo gostoso de se jogar, para os nostálgicos com certeza irá animar muito mais e definitivamente fazer lembrar dos velhos tempos, e o melhor é que trata-se de um jogo nacional, sendo assim acaba sendo muito bom dar um apoio e fazer com que esse tipo de obra seja cada vez mais constante em nosso país, afinal temos muitas mentes criativas aqui, não é mesmo? Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: