Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Divinity: Original Sin - Um jogo cooperativo espetacular!

Eu sempre soube que a franquia Divinity tem diversos jogos, no entanto quando fui jogar Original Sin, até então eu só tinha experimentado Dragon Commander, que é um jogo fabuloso, mas eu sabia que apesar da franquia ser a mesma, o gênero era diferente, portanto eu não esperava que fosse uma sequencia, mas também não imaginava que iria me surpreender tanto.

Em um mundo onde a magia é usada de forma abusiva, levando a grandes catástrofes, você assume o papel de uma dupla de guerreiros prontos para explorar um vasto ambiente e acabar com todos aqueles que decidiram usar de forma errônea essa habilidade.


Bom, eu tenho que assumir que na hora que vi esse jogo, o que eu esperava jogar mesmo, era algo bastante parecido com Diablo 3, no entanto eu fiz um julgamento bastante errado, baseado no estilo de câmera e no elemento fantasia medieval, já que esse jogo realmente tem um estilo próprio que me deixou encantado.

Eu joguei com um amigo, e no começo da aventura, realmente as coisas pareceram um pouco com Diablo, sendo assim nós escolhemos nossas classes de personagens, organizamos nossas fichas com habilidades e atributos (No meu caso, deixei padrão) e então começamos o jogo em um ambiente onde visivelmente ocorreu algum tipo de catástrofe, com vários restos de navios e na beira do mar. Saímos andando, pegando alguns itens e abrindo baús para vasculhar, além de testar as nossas habilidades, é claro.

Mas tudo mudou quando o primeiro combate começou, foi realmente uma surpresa quando de repente encontrei uma criatura e apareceu a mensagem de início de combate. Meu amigo disse que não estava conseguindo se mexer e foi então que eu vi que tratava-se de um jogo de estratégia tática, porém cooperativo! Isso foi uma bela de uma surpresa! Então o combate acaba te fazendo se sentir como se estivesse em um jogo de tabuleiro, portanto primeiro eu fiz minhas ações, escolhendo para onde queria andar e gastando os meus pontos que sobraram para atacar, e quando finalizei o turno, passou pra vez do meu amigo, e logo depois para a vez do inimigo. E assim foi o combate, cada um se mexendo para locais estratégicos e fazendo seus movimentos.

O jogo tem muitos elementos de RPG mesmo, portanto você fala com NPC's, sendo que as conversas podem ou não acabar bem, ganha pontos de experiência e melhora o seu personagem, coleta itens, armaduras, armas, e etc, podendo usar alguns desses itens durante o combate. E há várias outras coisas que você pode fazer enquanto explora o mundo apresentado.

Uma coisa que amei na estratégia em turnos com um amigo, é que às vezes você tem que pensar bem no que deve fazer, isso porque se você for um mago e lançar uma bola de fogo direto em um orc que está do lado do seu amigo, essa bola de fogo pode acertar os dois, então sacrifícios acabam tendo que ser feitos, assim como aqueles momentos que acabará fazendo vocês conversarem sobre o próximo passo a ser tomado, já que pode ser que curar um aliado prestes a morrer pode ser melhor que matar aquele inimigo super poderoso que dará um gole devastador no próximo turno. E até mesmo os passos para onde andar tem que ser pensados bem, pois existem obstáculos que detém ataques, podendo assim gerar bons lugares para se esconder, ou mesmo evitar esses lugares para poder se atacar de longe.

Existe também uma interação entre os personagens, que durante o modo cooperativo, você diz uma coisa, e aparecem as opções para o seu amigo responder, ele escolhe e assim vocês evoluem de formas diferentes a relação entre os personagens. O jogo também tem suporte a tela dividida e compatibilidade total com o controle de Xbox(que hoje em dia é preço de banana).

Os gráficos são muito bonitos, e isso não se deve ao realismo em si, mas sim a quantidade de detalhes, tudo é tão lindamente detalhado, que durante várias vezes na partida eu falei para o meu amigo ir olhar algum elemento do jogo, porque era realmente bem feito demais para eu não mostrar pra ele, então gostei muito do que foi apresentado.

Enfim, tá aí um jogo cooperativo que eu realmente considerei espetacular e acho que se você gosta de jogos para se jogar com um amigos, Original Sin é exatamente uma experiência robusta pronta pra você jogar e se divertir muito! Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: