Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

The Chaos Engine - Um jogo cooperativo steampunk!

Hoje vou falar sobre um jogo que conheci fora de sua época original, o The Chaos Engine que foi lançado originalmente no ano de 1993 porém relançado em 2013 na steam com alguns aperfeiçoamentos como por exemplo as legendas em português brasileiro.

Quando fui jogar esse jogo pela primeira vez eu não sabia que era uma versão remasterizada, pensava que se tratava de um jogo que usava gráficos a moda antiga para dar um climinha especial, só depois que acabei descobrindo sua data original. Mas uma coisa que me pegou de surpresa foi a dificuldade do jogo, e não apenas eu como meu amigo tomamos um baita de um susto quando isso aconteceu porque em menos de dois minutos nós conseguimos dar game over. Não preciso nem dizer o quanto foi um baita susto de repente vermos que todas as nossas vidas foram embora rapidinho. Então tentamos mais algumas vezes e vimos logo que o jogo era barra pesada.


The Chaos Engine conta a história de um viajante do tempo que vai à Inglaterra do século XIX em uma missão de reconhecimento, no entanto fica preso nesse período e a tecnologia que leva com ele vai parar nas mãos de um homem chamado Barão Fortesque, o cara é inventor e fica fascinado com tal tecnologia, mas, como já abordei na matéria sobre Stonepunk, muitas vezes podemos criar certas coisas porém estamos limitados à própria tecnologia da época.

Sendo assim Fortesque podia conhecer certas coisas mas não podia criar e por isso fez algumas tecnologias adaptadas ao que ele tinha disponível até então. Dessa forma a linha temporal foi modificada e gerou assim um mundo Steampunk, no início isso foi bom e gerou muito desenvolvimento no mundo, mas o barão não parou seus inventos e criou uma máquina intitulada "The Chaos Engine", capaz de manipular tempo e espaço.

O problema foi quando essa máquina criou consciência própria e assim se fundiu a seu criador e causou um grande impacto em toda a Grã-Bretanha, que logo foi colocada em quarentena. A realeza conseguiu fugir e contratou mercenários para que entrassem e rastreassem a tal máquina e talvez dessem fim a tudo, porém o lugar está lotado de criaturas, sendo algumas pura mutações e outras animais de outros tempos, como por exemplo dinossauros.

Quando os caras resolveram colocar mercenários nesse jogo eles não estavam de brincadeira, tudo envolve dinheiro! Pra começar você tem seis personagens para escolher e cada um deles tem seu preço e vantagens e desvantagens, portanto pode ser que um tenha poder de fogo imenso mas seja bem mais lento que os outros, por exemplo. Enquanto você vaga pelo lugar você vai matando monstros e saqueando o lugar e no final do segundo nível de cada capítulo você pode usar o dinheiro para aperfeiçoamento e assim melhorar certas coisas no personagem.

O jogo é difícil pra cacete e só pode ser jogado de dois, mesmo quando você não tem um amigo pra jogar com você, o computador assume o controle do segundo personagem, eu achei a inteligência artificial muito boa, diferente de muitos jogos que o NPC que te ajuda costuma ser burro feito uma pedra. Existe também um sistema de poder comprar vida que achei muito bom, pois esse é daqueles jogos que você se sente "No limite" e que é muito fácil morrer, portanto quando se chega ao segundo nível de um capitulo bate aquela sensação de você ser um verdadeiro mercenário e ter que saber bem como vai gastar o dinheiro hehehehe.

Um detalhe curioso do jogo é que se você for cauteloso, ele pode acabar não sendo tão difícil, porém os monstros deixam cair dinheiro, e esse some logo, como você sabe que precisa daquela grana, acaba fazendo movimentos desajeitados e tomando um tiro, é muito comum você ver que morreu para tentar pegar uma moedinha hahaha.

Enfim, esse é um jogo que pode frustrar no começo por sua dificuldade, mas que no final das contas é algo que acaba atraindo muito porque você joga com um amigo e os dois sentem na pele o quanto o jogo é difícil. Você fica encantado com aquelas obras steampunk que detalham tecnologia avançada na era vitoriana? Então certamente vai amar esse! Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Um comentário:

Rian disse...

Foda que custa 18 conto na steam , se fosse mai baritim comprava.