Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Sleepy Hollow - A lenda do cavaleiro sem cabeça moderna

Eu sempre fui bastante apaixonado por histórias que envolvem viajem no tempo, seja de uma pessoa indo para o passado ou para o futuro. Sempre me encantou esse impacto tecnológico e em como o tempo faz as coisas mudarem tanto. E hoje vou falar sobre uma série que entre os temas abordados, o viajante do tempo é um deles.

Sleepy Hollow conta a história de um homem chamado Ichabod, um capitão durante a guerra civil americana. Durante uma batalha, o mesmo acaba enfrentando um misterioso inimigo que cobre seu rosto e tem uma cicatriz em forma de arco na mão, e ao fim do combate vence o inimigo, o decapitando, porém acaba terrivelmente ferido e desmaia. Por algum motivo o capitão acorda 250 anos depois, dentro de uma caverna, próxima à cidade de Sleepy Hollow, onde começa uma série de assassinatos.

Essa é uma daquelas séries que eu sei muito bem que foi feita para um público mais jovem e tem uma temática mais suave para as pessoas digerirem mais rapidamente, porém eu adoraria que ela tivesse sido feita pela HBO e não pela FOX, isso porque tem uns assuntos que acho que seriam interessantes pra caramba se fossem abordados de uma forma mais adulta.

A série aborda não apenas o cavaleiro sem cabeça, mas bruxaria e isso foi algo que gostei bastante, existem algumas coisas um tanto sinistras que são apresentadas, e também há uma certa ligação com cristianismo e passagens da bíblia. E principalmente  parte da bruxaria eu gostei bastante de ver os caras colocando no meio da história, pois acho que tem tudo a ver e também saiu algo um tanto belo de se ver apresentado. 

Uma das coisas que não gostei na série é o quanto os personagens aceitam rapidamente o que está acontecendo. É certo que após se ver um cavaleiro sem cabeça montado em um cavalo e passando pela rua é mais fácil acreditar, porém normalmente se há toda uma crise de pensamentos sobre o assunto, e o próprio personagem que acorda 250 anos no futuro não tem problema nenhum em aceitar isso, ele se mostra apenas surpreso, mas não transmite aquela sensação de "Caramba, todos os que eu conheci estão mortos, eu to preso em um ambiente completamente diferente do meu mundo, esse não é meu lugar." é mais pra um "Eita, eu to no futuro? Caramba! Vamo nessa! Temos um cavaleiro sem cabeça pra capturar!".
Outra coisa que acho que a HBO iria transmitir de uma forma bem mais interessante é o aspecto humano dos personagens. Ou seja, sem essa de o personagem bonzinho perfeito, mas sim alguém com falhas. Digo isso me referindo a algo que acho que poderia ter sido colocado de forma bem mais ampla que é a questão do racismo. A personagem que ajuda Ichabod é uma tenente negra. Daí é até citado isso, ele fica surpreso de ter uma mulher sendo tenente e pergunta se ela foi emancipada(da escravidão) daí ela explica que não existem mais escravos há 150 anos. Até aí tudo bem, isso foi interessante só que quando ele percebe que ela acha a atitude dele racista, ele já diz que ficou ofendido e que era a favor da abolição da escravidão antes mesmo de se tornar uma vontade popular. Agora convenhamos, naquela época a escravidão era algo normal e as pessoas não paravam para pensar que o assunto era sobre outro ser humano e não uma coisa, então o racismo era algo comum mesmo sem as pessoas perceberem que era algo cruel. Então de todas as pessoas daquela época, EXATAMENTE o branco de coração puro é que foi parar no futuro? Fala sério, eu acharia muito mais interessante se ele tivesse sim um pensamento racista e com o desenvolvimento da série fosse aprendendo o quanto isso é ridículo, seria muito mais foda ver a evolução do personagem como pessoa do que um simples "Eu sou o bonzinho de pensamentos puros que quer salvar o mundo e sou o personagem principal". Daria muito mais gosto de se ver um personagem machista e racista evoluindo, que isso. Ou até mesmo poderiam ter colocado um personagem principal negro vendo um mundo onde o nível de racismo caiu drasticamente em relação ao passado e usufruindo de um mundo dessa forma, seria foda ver algumas citações sobre o que antes não era possível e que se tornou algo natural. Mas enfim, eu entendo que é pra ser uma série mais leve e portanto fico apenas na vontade de ver esse universo colocado de forma mais profunda.

Enfim, ta aí mais uma série de aventura, para aqueles que estão procurando pro algo desse gênero, envolvendo investigação e que mostra um certo mistério sobre o que aconteceu mas sem ser algo extremamente intrigante, fica aí a dica.


Nenhum comentário: