Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 4 de agosto de 2013

Reus - Um joguinho fantástico que vai te surpreender!

Existem alguns joguinhos que assim que olhamos já pensamos "Nossa, que fofinho, deve ser um jogo casual viciante e muito fácil de jogar". Porém Reus consegue quebrar essa regra definitivamente, apresentando um jogo com gráfico extremamente carismático e uma mecânica complexa pra caramba.

O jogo se passa em um mundo vazio onde de tempos em tempos alguns seres gigantes despertam, sendo que essas criaturas tem poderes especiais específicos que lhes permitem criar coisas. Usando seus poderes, você deve guiá-los pela superfície da terra e fazer com que criem e guiem a humanidade até o seu fim, quando os gigantes voltam a adormecer em um planeta desolado que esperará vagando pelo universo até a próxima vez em que os gigantes despertarem para novamente fazer a humanidade surgir. Intensa a ideia não acham?


No jogo você deve começar a partir do zero e combinar certos elementos para formar novas coisas e assim só ir melhorando. Lembram do Doodle God? Eu penso em Reus de certa forma como um tipo de evolução daquele jogo, porém sem dúvidas absurdamente mais complexo. Primeiro é necessário usar o gigante da água para criar um oceano e a partir da água é possível surgir a vida e assim o gigante da floresta ou do pântano podem entrar em ação, e assim você vai desenvolvendo as coisas, a humanidade chegará e é seu dever auxiliá-la.


Há uma enorme quantidade de fórmulas no jogo e para fazê-las, você precisa de outras fórmulas, endo que o básico é a comida, quando há comida em um lugar, a humanidade surge e você pode aperfeiçoar isso, criando algo chamado simbiose, em que você coloca duas coisas juntas e a partir disso surge um benefício, por exemplo se há morangos em um lugar onde há animais, eles irão se alimentar e consequentemente haverá muito mais comida surgindo naquele ponto e consequentemente a comunidade local vai ter mais alimento a disposição.

Existe um sistema de atualizações de certas coisas, sendo assim algumas criações de um dos gigantes pode ser atualizada por outro, tornando-se algo que por sua vez pode ser usado para simbiose com o que era antes. Por exemplo, você tem as blueberry e pode atualizá-las para strawberry, e no final pode criar simbiose entre as duas colocando blueberrs+strawberry. Há inúmeras simbioses misturando minerais, animais e vegetais.

Os gigantes também não começam com todos os seus poderes, de acordo com a forma que você guia a humanidade, eles poderão fornecer embaixadores para um dos gigantes, sendo que dependendo do gigante que pegá-lo, as vantagens fornecidas serão diferentes e mais, dependendo de que tipo de povo é esse embaixador (deserto, floresta ou pântano) a habilidade que ele fornece também mudará. Então imagine só com esse único elemento do jogo o tanto de possibilidades que são colocadas? É incrível demais!

A humanidade vai crescendo e você pode investir em coisas diferentes, para o crescimento do povo em várias coisas que são a alimentação, riqueza e tecnologia, cada uma dando certas vantagens, mas também gerando alguns problemas. Por exemplo se você coloca minérios com pedras preciosas em algum lugar, os humanos começam a coletar e vai aumentando a riqueza deles, o que é bom, porém por outro lado isso os torna ambiciosos.

Enfim, ta aí um jogo bom pra cacete e que se você é do tipo que gosta de construir coisas e ver elas melhorando, certamente irá amar também. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: