Red Dead Revolver - Um jogo esquecido no tempo...

Esse é um daqueles jogos que são esquecidos no tempo e ocultados pelo brilho de sua continuação. Um típico jogo que faz as pessoas jogarem a continuação sem jogar o original.


História

Red é um garoto que vive feliz com seus pais, até que um dia sua tranquila vida é marcada por um violento encontro que custa a vida de seus pais. A partir daí a vida do garoto toma outro rumo e ele parte em uma sangrenta jornada pelo velho oeste.

Sobre o jogo

Quando eu comecei a jogar esse jogo, tenho que assumir que achei bem cansativo, todo o mata mata dele não conseguiu me conquistar de primeira, mas me fazer querer acabar logo, no entanto com o tempo comecei a gostar muito de apreciar o estilo.

Ao contrário de Red Dead Redemption, esse jogo não tem um mundo aberto, o que pode decepcionar muito quem jogou o Redemption primeiro. Esse é um jogo de fases e o máximo que se tem que pode fazer parecer ser um mundo aberto, é um mapa de uma cidadezinha que de vez em quando é carregado e nele você pode visitar lojas para fazer negócios, ouvir notícias sobre o que está acontecendo e mais algumas coisinhas, mas em geral o jogo é bem linear e te fará passar por fases uma atrás da outra em mapas fechados mesmo.



A jogabilidade dele em geral é bem básica, você tem que matar os inimigos do mapa e a principio eu achei isso um saco, mas depois comecei a gostar muito, primeiro pelo clima de caçador de recompensas detonando geral em um ambiente de velho oeste, depois por ver que após algumas fases, elas começam a ter elementos bem interessantes em algumas fases, por exemplo tem uma que você tem que perseguir um trem, invadir ele, matar os fora da lei que estão no vagão e depois soltar ele, depois pular de volta em seu cavalo e seguir no meio do tiroteio, enquanto isso outros inimigos também te perseguem a cavalo, isso dá aquele climinha de ação muito massa ao jogo.

A forma como a história é contada me agrada muito, você não controla apenas Red, mas vários personagens que atravessam o caminho de Red, inclusive e isso é muito empolgante! Por exemplo, você controla Red até um ponto e então chega a um ponto em que deve ir a tal lugar, daí aparece esse lugar e você controlando um personagem e no final da fase, aparece o Red chegando ao lugar e você volta a controlar ele.

Cada personagem tem também tem uma habilidade especial própria e estilo, por exemplo tem um personagem que usa duas armas e você atira pra caramba, tem um que você controla em meio a uma guerra e pode ordenar onde devem atirar balas de canhão. Para cada personagem existe também sua própria tela de carregar com uma cor própria e o personagem "fazendo uma apresentação" de sua habilidade, enquanto isso atrás um sol vai descendo.

Isso dá um clima enorme de velho oeste, é fodão. *-* Acho que os gráficos do jogo são legais para um jogo de PS2 e usaram um estilo de tela que faz parecer um filme antigo, com algumas linhas às vezes surgindo rapidamente na tela, isso ficou muito bom também. É o tipo de pequeno detalhe que dá um gostinho especial à coisa.

Existe um sistema de duelo que surge de vez em quando e é muito legal também, nele você tem que sacar a sua arma mais rápido que o outro em câmera lenta e marcar os pontos onde vai atirar antes que o cara termine de fazer o movimento para te meter bala. Em certos momentos pode ser muito frustrante porque uns caras são muito rápidos, mas quando você consegue vem aquela sensação gratificante.

Enfim

Acho um jogo muito agradável para se passar o tempo. Não tem uma variedade muito grande de coisas para se fazer já que ele é de mata mata, mas é daquele tipo de jogo que você se sente bem por estar relaxando fazendo isso. Infelizmente não veio nenhum amigo meu para jogar o multiplayer, no entanto pelo o que eu joguei dele contra bots deu para sentir que eu passaria horas jogando com o povo. *-*

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Comentários

Silas disse…
Sky já jogou GUN?
Consoles e jogos disse…
Pois é, concordo com o Silas... Sky vc já jogou GUN? Acho muito, mas muito, mas muitoooooo parecido com Red Dead Redemption...
Skywalkerpg disse…
Já =)
No entanto eu não acho ele nada a ver com Red Dead Revolver não, com o Redemption até que sim mas o GUN é um mundo aberto e com objetivos variados. A unica coisa que acho semelhante nos dois é o fato de se passar no velho oeste mas acho jogos realmente bem diferentes.
Manuel disse…
hehehe falou tudo sky, esse é um dos melhores jogos que já joguei apesar dos inimigos burros e grafico ruim,poo quando eu vi na tela ´´the end`` nem acreditei , queria jogar mais! ainda não tive a oportunidade de jogar seu sucessor mais concerteza esse vai estar guardado na minha memoria e no meu curriculo gamer XD
Jean_Joker disse…
qndo meu amigo me perguntou se eu ja tinha jogado o antecessor do RDR eu falei: - red Dead redemption tem antecessor? O.o
eu nunca joguei esse, eu ja joguei o RDR, mas soh um pouquinho, agra o q eu achei loko foi a expansão walking dead *-----* ja peguei um cavalo de fogo e um q espalha uns insetos
Carlos disse…
Jean_Joker
UAHUAHUAHAUAHUA
O Nome da expansão é Undead Nightmare, :)
Jean_Joker disse…
Carlos, eu sei, haha, tava zuando pq era tipo um jogo do walking dead soh q no faroeste (e tirando os zumbis q cospem acido --')
Ade Teo disse…
Gosto muito desse jogo. Por gostar de faroeste e por ter sido com ele que aprendi a jogar Ps 2. Agora tenho ele em Ps 4 remasterizado em 1080 pi.
Ade Teo disse…
Gosto muito desse jogo. Por gostar de faroeste e por ter sido com ele que aprendi a jogar Ps 2. Agora tenho ele em Ps 4 remasterizado em 1080 pi.