Pharaoh - Um jogo para quem gosta de administrar!

Lá por 2000 eu tinha um CD cheio de demos e adorava ficar horas jogando elas, entre as demos tinha uma que se destacava e me deixava muito entretido, que era a demo do jogo Pharaoh. O Antigo Egito é um lugar cheio de mistérios que encanta facilmente as pessoas, e aquele jogo tão charmoso ficou não apenas na minha memória, mas na de quase todo mundo que o jogou.


O que mais me chamava atenção no jogo é que parecia um Sim City no Egito, no entanto naquela época Sim City não me atraia nem um pouco, no entanto esse jogo conseguia me prender pra caramba. Os anos passaram e comprei a versão completa do jogo que é em português, inclusive o título que é Faraó, ele passou a ser instalado e desinstalado constantemente mas eu nunca zerava, o motivo era sempre o mesmo. Eu começava o jogo e era viciante ir criando os lugares, oferecendo serviços para os habitantes e deixando eles felizes e assim passando de fases para construir uma cidade cada vez maior, no entanto chegava a um ponto que eu simplesmente não conseguia deter o caos na cidade e outras cidades vinham e destruíam tudo, eu começava a xingar e deletava a bagaça, tempos depois o rancor passava e acontecia tudo novamente.


O motivo de eu nunca conseguir passar era exatamente o fato de eu não usar o essencial do jogo, que é administrar, eu simplesmente saía construindo prédios e mais prédios, se aparecia reclamação de doenças, eu construía um monte de hospitais, e assim gastava sem parar de forma mal elaborada e me lascava Ò_Ò, isso mudou quando resolvi começar a ter paciência para jogar pra valer o jogo e cair com tudo em cima, e o resultado foi realmente maravilhoso, passando de uma experiência frustrante a um verdadeiro desafio.

Faraó é um jogo em que você é o dono da cidade e tem que dar o que os habitantes precisam, você tem que ser cauteloso com suas escolhas e inteligente, prever o que vai acontecer e saber quando fazer investimento, a interatividade do jogo é espetacular e você tem que cuidar de cada detalhe para fazer a cidade crescer.

A começar pelas casas, você oferece moradias e as pessoas começam a imigrar para a cidade, a partir disso as casas evoluirão de acordo com a região. Então você decide que locais serão pobres e que locais serão ricos. A principio parece que é óbvio que você vai querer que todos os lugares sejam ricos, só que é incrível como o jogo mostra de forma realista as coisas.

Simplesmente não dá para todo mundo ser rico, o ambiente afeta as zonas da cidade, por exemplo uma fabrica de junco ou um celeiro não é algo que ficaria bem em frente a uma mansão, são locais que desvalorizam a zona, no entanto as pessoas precisam de um celeiro para armazenar comida, já que independente de rico ou pobre, todos tem que comer, e pessoas não irão viajar para trabalhar, portanto precisa de gente morando perto, então o que fazer? Criar zonas para diferentes classes sociais. Claro, para se viver em uma zona rica, mais dinheiro terá que ser gerado dali, sendo assim existe um preço a se pagar, e assim a cidade segue com cada um oferecendo um pouco para o progresso da cidade.



Existem os mais variados tipos de serviços, sendo que quanto maior a cidade, mais exigentes os cidadãos ficam, por exemplo corpo de bombeiros, posto policial e posto de arquitetura são essenciais para segurança dos habitantes e construções. Hospitais evitarão que uma praga mate cidadãos e deixe a cidade com falta de trabalhadores, o que embora pareça não ser um grande problema, tem efeitos devastadores, por exemplo se não tem trabalhadores em um corpo de bombeiros, quem é que vai apagar o fogo? Se não tem ninguém para caçar, como comida será oferecida?

Você também interage com outras cidades, podendo exportar material que sobra na sua para gerar mais dinheiro, assim como importar material que você não tem, sendo que alguns tem que passar por processos de fabricação. Por exemplo, se você quiser ter cidadãos mais cultos em sua cidade, precisará de uma escola, essa escola precisará de folhas de papiro, que por sua vez precisará de uma fabrica de papiros, que precisará de uma fabrica de juncos. Dependendo da situação, pode ficar mais fácil importar as folhas direto, ou pode por exemplo simplesmente não existir juncos no mapa que você está. Mas não é apenas questão de luxo, a exportação e importação é essencial para a cidade, havendo vezes em que existem elementos cruciais para se atingir o objetivo da fase.

As cidades que você constrói tem um índice de desenvolvimento no reino, dependendo de como a cidade está evolui, ele pode crescer, ou diminuir. Embora pareça não ter importância isso, é algo que afeta bastante o jogo. Para a cidade se desenvolver, você precisa de diversos elementos, boa educação, saúde, entretenimento, segurança. Existe uma parcela da população que exigirá tipos variados de alimentos e porcelana para suas casas, entre vários outros elementos que ajudarão no desenvolvimento. Você tem que agradar o povo, tem que fazer festivais aos deuses, colocar impostos justos, evitar se dar um salário alto demais para a população não achar que você está roubando, e mais um kilo de coisas Ò_Ò. Caso o contrário, outras cidades poderão achar você fraco e mandar um exército para te invadir, e outras consequências bem desagradáveis.

Sei que muitos devem estar achando que o jogo é muito difícil, no entanto ele é de fases e a cada fase alguns elementos novos irá sendo mostrado e aos poucos você vai aprendendo um por um, até que poderá usar todos. Você também tem ajuda de conselheiros, é muito bem dividido o quadro de cada um explicando o que falta na cidade, de que reclamam, assim como pode clicar nos habitantes para ouvir as queixas e poder melhorar. Com isso o desafio do jogo é garantido e você pode ficar horas em uma fase tentando manter o equilíbrio e fazer ela progredir, para quem gosta de um passa tempo, vale muito a pena jogar. O jogo está a venda no G2A já acompanhado da expansão Cleópatra, eles aceitam boleto bancário lá, clique aqui para dar uma conferida.

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Comentários

Rodrigo Pimpão disse…
legal o jogo, andei procurando e vou ver se acho na fullgames com outro jogo\expansão cléopatra. Você já jogou o Cléopatra sky?? É uma expansão ou um game completo???
Rodrigo Pimpão disse…
caramba, fui postar ocomentario e apareceu uma cópia dele!!! Mistério...
Skywalkerpg disse…
Ele é uma expansão, mas hoje em dia ele é vendido junto com o Pharaoh =)
Miltão disse…
Gostei sou fã de jogos deste estilo pena que não façam mais, ou pelo menos com o toque que eles davam antigamente.
Entre os bons jogos e os gráficos monstros deixaram alguma coisa pra tras.
Falando em FullGames esse mes ta vindo com Heroes of might and magic V com as expansoes um jogo das antigas e que veio melhorando e n perdendo em nada com o tempo não sei ja jogaram.
Vale um comentario do nosso inlustre anfitriao. Acho que vc escreve muito bem adoro o site/blog bom trabalho.
Fica o pedido de um materia sobre o HOMM.
Pedro disse…
Muito legal esse jogo. Comprei faz uns 5 anos em portugues na FullGames, e, Miltão ja jogou Heroes of might and magic III? Tambem tenho ele pela FullGames.
Miltão disse…
pela full games esse mes vem o 5 se vc ta perguntando em qual serie esta esse ano foi lançado o VI XD.
Skywalkerpg disse…
Miltão

Valeu, fico feliz que goste do conteudo! *-*
Quanto ao HOMM, ele vai esperar um pouco porque tenho a mania de zerar 1 por 1 da série kkkkk, no entanto também tenho um limite, não aguento jogar alguns jogos antigos por mais que eu tente então imagino que o 1 vai ser dificil de engolir hahaha.
. disse…
Eu jã tinha jogado esse jogo, em um cd de demos tambem. Só pra confirmar se é o mesmo, nele tinha Half Life, um Tomb Raider..rsrsrs
Miltão disse…
rsrs se for assim então fico no aguardo pra voltar ao 1 vai ter de relembrar (se vc é dessa época) o velho DOS mas tbm tinha versão para o windons fora que o jogo é um pouco demorado XD mas ficamos ai esperando e desejo sorte e paciencia.
snipernael disse…
LOL coincidência eu vi hoje mesmo esse jogo pra baixar quase que eu baixei ele : )
henzo disse…
aaaaaaaaa eu ainda tenho esse jogo, é mt massa
Dimysama disse…
baixei e ele é bem legal mas... é meio estranho pq vc pode pular pra ultima misão sem ter feito nenhuma õ.õ
Karla Figueiredo disse…
Eu tinha esse jogo q copiei de uma amiga. Sabe onde posso comprar o pharao. Eu amo e jogava muito
Skywalkerpg disse…
Hoje em dia ele vende em revista, procure bancas de jornal e vai na parte das revistas de jogos, normalmente as que guardam edições antigas sempre tem uma de pharaoh.