Assassin's Creed 2 - Uma obra fabulosa!

Sabem, eu acho uma pena que quando eu fiz a matéria "Assassin's Creed sendo jogado na marra" o povo ao invés de jogar o primeiro jogo, que é sobre o que tratava a matéria, foi jogar o segundo e simplesmente ignorou o primeiro, por não ser tão bem falado, só que isso acaba causando o velho problema de jogar continuações de jogos sem jogar o original, porque Assassin's Creed 2 tem uma quantidade tão gigantesca de coisas a mais, que se você joga ele primeiro, acaba deixando o primeiro jogo seco.


Na história, mais uma vez Desmond precisará acessar as memórias de seus antepassados, dessa vez a do jovem italiano Ezio Auditore, que vê a sua vida mudar drasticamente e aos poucos se torna um verdadeiro assassino.

Esse jogo é sem dúvidas maravilhoso, por isso eu aviso que não vale a pena jogar ele antes do primeiro jogo, pois você vai acabar sentindo um vazio enorme. O jogo evoluiu em quase tudo, mas antes de começar a citar exemplos, vou falar de algo que me incomodou primeiro.

Quando eu nem pensava em começar a jogar Assassin's Creed, um amigo meu estava jogando o segundo e reclamou dos gráficos, ele disse que não evoluiu nada e que achava até mais feios do que o do primeiro, na hora eu nem liguei pra o que ele disse, pensei "Blé, fala sério, isso não acontece não, que besteira ele ta falando." e o tempo passou, eu esqueci isso, então joguei o primeiro jogo e fiquei babando com aqueles lindos gráficos, e comecei jogar o segundo, a primeira cena  é no presente, você controlando Desmond e é muito empolgante mesmo, já começa com muita ação o negócio, e então quando passa e finalmente você entra no Animus e acessa as memórias de Ezio pra controlar ele, eu tomei um baita de um susto!

Simplesmente achei os gráficos muiiiito fraquinhos em comparação ao primeiro. O negócio é que claro que os caras não iam piorar, mas eu acho que simplesmente não foi tão bem trabalhado. Acredito que em grande parte isso se deva à paleta de cores, já que visuais sombrios costumam parecer mais realistas do que cores chocantes, que são bem constantes em Assassins Creed 2.

Ainda mais era em um lugar limitado, tipo "Não saia da área ou você perde",  e isso me deu mais agonia ainda pra um começo de jogo, depois fiquei imaginando o que era que fazia eu ter essa sensação quanto ao visual, talvez fosse o cenário, como os de Jerusalém eram muito mais sujos e cheio de coisas, o que requeria mais detalhes, talvez explicasse a sensação de gráficos feios que eu estava vendo.

E ao pesquisar, vi que tinham outras pessoas na net que também sentiram essa estranhesa nos gráficos do jogo, vi também que há pessoas que não notaram, talvez porque minha experiência com o jogo foi imediata, zerei o primeiro e já comecei o segundo, então pude notar de cara, ou talvez seja porque os gráficos do primeiro jogo são espetaculares para a época que foi lançado, e os do segundo não, bom eu não sei, sei que esse é um elemento que a primeira vista foi decepcionante, porém depois são mostradas algumas paisagens também, que são muito lindas mesmo.

Como falei, o jogo já começa com muita ação, ele continua exatamente onde o primeiro parou, o que é muito bom, principalmente pra quem joga os dois um atrás do outro, pois parece que a história não para!
Quando você começa a explorar a cidade no começo, já dá pra sentir o climinha do lugar, a Italia daquela época, as roupas das pessoas, e controlar um personagem jovem correndo pelas ruas da cidade, se aventurando com as garotas, arrumando confusão, podem achar estranho, mas me senti como se estivesse em um dos fictícios mundos de Final Fantasy, só que sabendo que foi realmente uma era real, principalmente com os médicos da cidade, que usam uma máscara que realmente parece de um mundo de fantasia, bem legal a sensação.

Apesar disso, as primeira missões me deram um pouco de agonia, porque no primeiro, você chega com o seu personagem fala com a pessoa, depois sai dali, vê a pessoa indo embora, etc... Já no 2, você chega ao lugar e dá um FLASH e você já ta falando com a pessoa, você aperta em aceitar ou negar e aí FLASH você ja começa a missão, você vai la pega o objetivo, volta, a pessoa agradece e FLASH ela some, isso me deu uma agonia, com tantos personagens piscando e sumindo que tirou a impressão, que eu tinha, de ser um jogo com Mundo aberto, parecia mais um jogo de fase sei lá kkkkk, porém com o tempo eu acabei me acostumando e nem notando mais essas coisas e logo me senti novamente em um jogo sandbox, livre para ir a qualquer lugar.

Os controles evoluíram bastante, assim como no primeiro jogo, há uma tecla para uma parte específica do corpo, a cabeça, as pernas, as mãos, etc... No caso nesse, cada parte foi colocada muito além do que o primeiro, por exemplo, a cabeça no AC1 servia pra pouquíssimo, observar a cidade de um lugar alto e observar personagens conversando, já nesse você usa pra falar(que no AC1 era o botão de ação), pra provocar os inimigos enquanto está em combate fazendo-os se precipitaram nos movimentos e você aproveitar pra atacar, pra contratar serviços, pra comprar em lojas, etc... Então cada botão de controle do corpo pode ser usado em vários lugares, dependendo do que você vai interagir, além disso há agora cenas interativas, que aparece rapidamente um botão, por exemplo se aparecer cabeça, você aperta o botão e consegue desviar de um vaso que ia bater na sua cabeça, já se não aperta no momento certo e a cena muda, fazendo com que você seja acertado.

Eles tiraram a barra de sincronia do jogo, eu achei isso péssimo, agora tem uma barra de vida mesmo e você tem que comprar medicamento pra recuperar, isso fez com que eu não me sentisse mais como se fosse "O matrix" =(.

A interação que se tem na cidade é tão, mas tããão grande que eu simplesmente não conseguia jogar as missões, eu ficava entretido andando pela cidade e brincando com o que dá pra fazer, você não pode roubar mais facas de arremesso, porém pode roubar dinheiro das pessoa da rua, dando uma esbarrada nelas e pegando a grana.

Dá pra contratar serviços nas ruas, tem os mercenários, que são homens com armas pesadas e te acompanham para qualquer combate, causando um verdadeiro estrago, tem o grupo de ladrões, que são bem ágeis e podem te acompanhar saltando por cima de casas, e tem as prostitutas, que você pode usar tanto para ficar oculto no meio delas e passar sem ninguém perceber, quanto usá-las para seduzir os guardas de algum lugar e distraí-los enquanto você faz algo, isso sem contar que quando o bicho pega, elas tiram a faca também e entram na porrada ahahahaha, só que não duram muito, mas é uma boa distração pra você se mandar.

Existem algumas adaptações, por exemplo, não tem mais os monges em que pode-se ocultar, mas há a própria multidão, se você entrar no meio dela, pode ficar oculto, e assim se esconder dos guardas, além é claro, de poder sair pegando a grana de todo mundo, ou pode fazer o contrário e investir no momento, pegando moedas e jogando em um lugar, fazendo com que um monte de gente corra para pegar e você aproveite para se ocultar ali, ou enquanto foge, usar isso para que os guardas demorem mais em meio às pessoas. O personagem agora pode também nadar, o que é bem legal, já que no primeiro era ridículo o Altair ser tão ninja e não saber nadar.

Quando você se torna um procurado por seus crimes, pode sair pela cidade arrancando os cartazes com seu rosto, e assim diminuir o nível, pode também assassinar os mensageiros, ou subornar palestrantes para que parem de falar de você nas praças.

Quando você vai para outra cidade, agora tem a opção de pagar uma viajem, o que é bem agradável para não precisar ficar andando de cavalo, que a propósito, não é mais a única forma de locomoção, agora você pode pegar um barquinho e sair remando uahaahha, mas isso só em certos lugares, porém já é um adicional que faz o jogo mais atraente.

Nesse jogo, você tem uma boa variedade de itens, armas e armaduras, e pode comprar eles, fazer atualizações, reparar caso esteja danificado, é bastante legal isso, poder comprar itens para usar em uma missão, além disso você pode também roubar os cadáveres dos guardas que assassinar, para ver se acha algum item, inclusive tem uma grande novidade que é uma arma de fogo que pode ser usada como a lâmina escondida, porém isso tem seus problemas é claro, pois para a época é um item muito avançado, porém muito ruim, mira péssima e demora para mirar certinho, o que acaba fazendo com que essa arma não seja uma boa opção para combate rápido.

Nas cidades há estabelecimentos comerciais, que vendem pinturas, armaduras, medicamentos, roupas, bolsas, etc... Você pode ir a qualquer um desses lugares, e há uma pequena fortaleza onde sua familia é dona, que você vai melhorando aos poucos, pagando para os lugares ficarem mais bonitos, e com o passar do tempo, vai vendo o lugar melhorando, no começo é um caos, mas depois vai ficando cada vez melhor, com o dinheiro que você acumula, pode melhorar o lugar todo(o primeiro lugar que melhorei foi o cabaré '-' ).

Há uma variação de dia e noite no cenário e também a passagem dos anos, então você começa como jovem mas vê os anos passarem e as coisas indo mudando, o que é muito legal pois dá a sensação de que a busca do personagem não foi algo rápido, mas sim algo que levou anos.

Os combates são incríveis, você tem muitos movimentos e pode inclusive, pegar as armas dos adversários para usar contra eles mesmos, é muito divertido! Sem contar com os itens que pode usar na hora, como a lâmina envenenada, que deixa um inimigo louco tentando atacar tudo ao redor e acertando os aliados, ou então a bomba de fumaça, que você joga no chão ao estilo ninja e passa a faquinha em geral.

Há alguns aperfeiçoamentos ótimos, por exemplo os lugares que você sobe, agora tem umas opções muito altas, que te deixam ver o cenário inteiro de uma forma muito foda, além disso, os saltos que você dá e cai em algum lugar com palha, agora oferece multiplas opções, o que é muito bom, pois você pode escolher o lugar onde quer cair, a lâmina escondida pode ser usada agora para combate, o que antes não era possível.

Infelizmente não tem mais as mendigas nas ruas como no primeiro uahahaha, eu morria de rir, em compensação tem os bardos, que não são tão divertidos, mas tem seus momentos, tentando fazer músicas pra você, mas é só roubar o instrumento deles e eles saem vazados, as falas dos personagens às vezes são hilárias, como por exemplo o cara que sai avisando sobre você ser procurado, se você vê um deles andando na rua e passa na frente deles, às vezes o cara soltam algo curioso.

Por exemplo "NÃO QUERO MAIS! ù.u!" e sai vazado como uma criança ofendida kkkkkkkkk, ou as prostitutas seduzindo os guardas falando "Hummmm, gostaria de conhecer os prazeres ocultos  de Veneza?" kkkkkkkk, ou ter uma mulherzinha passando pela rua e então você dá uma porrada em alguém e ela solta um seco "LOUCOS! TODOS LOUCOS!!!" e se manda dali uahahahaha, ou os guardas, que falam coisas do tipo "Hoje os ratos vão festejar com carne de Assassino assada!" ou então "Primeiro vamos começar cortando seus pés, para que não corra mais assim" kkkkkkkk, a variação de falas é muito grande!

Várias vezes no jogo percebi os personagens falando coisas que nunca tinha ouvido antes, mesmo já tendo começado há tempos, e outras que só ouvi uma vez, os diálogos com os personagens principais então, muitas vezes enrolei pra matar um inimigo, só pra ouvir tudinho que ele tinha pra falar, de tão interessante que era.

Durante o jogo todo há não apenas as missões, mas também submissões, e ainda tesouros escondidos, você pode comprar por exemplo comprar um mapa e ir a caça aos tesouros, e não é só dinheiro escondidos, tem coisas que liberam eventos especiais, tem atualizações para o personagem e várias outras coisas, realmente a variação é gigantesca, eu zerei mas com certeza na próxima vez que eu jogar, vai ter tanta coisa que deixei pra trás, que nem vou me incomodar de ser a segunda vez que to zerando, eu brincava muiiiito mesmo, deixava as missões de lado, até perceber o tempo que estava levando e acelerei porque queria jogar outros jogos logo, mas deixei muita coisa pra trás.

E missões variadas é o que mais tem no jogo, você vê missões muito diferentes das outras e sempre encontra algo novo, alguém que joga AC2 primeiro, vai perder muito a oportunidade de curtir o primeiro jogo, porque os elementos do segundo são mesmo em uma variação gigante, além de que há umas fases especiais, que são as camaras escondidas, você tem que achar elas pelo mundo e não se passam no mapa aberto, mas sim fases próprias que você tem que passar, como se fosse uma das fases de Tomb Raider hahaha.

A história inicialmente eu achei bem tosquinha "Vou matar o assassino do meu pai" uhahahaha, clichê da porra, mas realmente tem um fechamento bem legal, então a história como um geral comparada a do 1 eu preferi a do 1 mesmo porque achei muito profunda e com uma amostra do bem e do mal ótima, mas o desfecho, apesar do primeiro ter um muito foda, o do 2 consegue ser mais ainda!

Já os personagens, há muitos que são marcantes pra caramba, como o Leonardo da Vinci que te ajuda com engenhocas, algumas inclusive que chegam a dar um  toque Steampunk ao jogo, e também tem a Catarina Sforza, que é, na minha humilde opinião, a personagem mais marcante do jogo, a mulher detona mesmo kkk, por exemplo, tem um momento que roubam o castelo dela e ela fica xingando na porta e falando "O que? Acham que é porque eu tenho tetas que não estou ao nível de vocês? Eu tenho mesmo! E eu posso dizer que os homens matariam pra deitar por mim... AHHHH SIMMMM AGORA ENTENDI! hahahaha entendi porque estão rindo, o que vocês querem mesmo é um PAU NO CU!" kkkkkkkkkkk sério gente, ao menos em espanhol, ela fala com essas palavras, eu ri pra cacete, sem contar outras atitudes dela como levantar a saia pra galera ver a calcinha e falar que não ta nem aí kkkkkkkk, realmente muito bom!

Pessoal, esse é um jogo que marca, que você vê que foi feito com amor, com muitos detalhes mesmo, que dá aquele gosto de jogar e depois jogar de novo, não só pela história, mas pra se divertir mesmo, passar um tempo curtindo andar pelas cidades do jogo e enfernizar os guardas. Joguem, pois esse vale a pena mesmo!

Hoje em dia uma franquia imensa se formou e até livros em português de Assassin's Creed nós temos. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A pra ver o preço que está lá, pois eles costumam vender keys da uplay por um valor bem mais barato que na própria uplay e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida no preço que tá lá, clicando aqui




 

Twittem aí para seus amigos pessoal =D

Comentários

Melkor disse…
Agora me deu vontade de jogar!
Será que roda nesse pc:
-Pentium 4 2.8Ghz
-ATI HD 4650 (1gb)
-1gb Ram
-Windows XP

O AC1 rodou tão mal que era injogável, mas já que teve esse "downgrade" nos gráficos talvez o AC2 rode ^^
Julio Cesar disse…
O que eu notei desse jogo foi isso dos gráficos, mas o que eu percebi é que o 1 roda com gráficos mais bonitos em PCs inferiores, jogando tudo no máximo ele fica melhor. Ainda mais que no VG é assim...

Melkor, acho que não roda nessa configuração não. O jogo está mais pesado.
Nisnast disse…
Eu so joguei o primeiro que achei MUITO foda,a variedade do primeiro é boa,mas pelo que li nem se compara ao segundo,espero que a Ubisoft faça um pack com os 2 ACs e eu vou comprar original u.u (vou começar a trabalhar ano que vem!
8D)
TomCrazy disse…
Eu lembro que quando fui jogar o AC2 pela primeira vez fiquei louco pra usar a tal "maquina de voar" e ficar voando com ela, mas ela é um item que só usamos em uma fase =(