Capcom Fighting Collection | Um oásis de diversão para fãs de fliperama

A era de ouro dos fliperamas com certeza tem ótimas lembranças para aqueles que sentiram a emoção de gastar uma ficha e poder se divertir por um momento em alguma lojinha aleatória dos anos 90. E claro que a mudança que ocorreu no mundo acabou deixando um certo vazio. Capcom Fighting Collection é uma das obras feitas para tentar preencher essa vontade de experimentar os velhos tempos.

O objetivo dessa coletânea é apresentar jogos lançados inicialmente para fliperama pela Capcom e reapresentar a sensação de um começo de noite em que você e os amigos acabam passando em frente a algum lugar com uma máquina arcade e decidem passar um tempinho se divertindo. E claro, com acesso a aspectos modernos. São 10 clássicos da empresa, os jogos disponíveis nessa coleção são: 
-Darkstalkers: The Night Warriors
-Night Warriors: Darkstalkers' Revenge
-Vampire Savior: The Lord of Vampire
-Vampire Hunter 2: Darkstalkers' Revenge
-Vampire Savior 2: The Lord of Vampire
-Hyper Street Fighter II: The Anniversary Edition
-Super Puzzle Fighter II Turbo
-Super Gem Fighter Mini Mix
-Cyberbots: Full Metal Madness
-Red Earth

Todo mundo sabe que a comunidade de jogos de luta se manteve viva, mesmo após a era de ouro dos fliperamas. Pra falar a verdade, ela até formou um grupo próprio, já que assim como jogos de futebol, tem pessoas que apenas jogam jogos de luta e não se interessam tanto por outro tipo de coisa. Tanto que é normal ver pessoas da comunidade realmente estudando personagens e aprendendo de forma mais profunda a hora certa para usar determinados comandos. 
Esses fãs diferem muito de jogadores casuais, que querem ganhar, mas apertam botões de forma adoidada. E graças a essa comunidade, muitos jogos clássicos se mantiveram bem vivos. Ironicamente, até mesmo edições especiais de jogos que nunca saíram no ocidente, acabaram tendo os seus próprios grupos de jogadores ao redor do mundo e recebendo destaque.

Capcom Fighting Collection já tem uma ótima introdução pra te fazer se sentir em casa, entrando em um verdadeiro "cantinho" do entretenimento, com uma música tranquila, porém animada e bem no estilo à moda antiga que passam bem a atmosfera de fliperama. Nela você vê as opções de jogar offline, jogar online, uma área de troféus em que você vê desafios a serem feitos e o museu, que é tão comum e já vimos em outras obras semelhantes como Street Fighter 30th Anniversary Collection.
O museu é uma parte que realmente acredito que apenas os fãs de jogos de luta vão realmente admirar da forma que se deve. Isso porque basicamente apresenta músicas, artes conceituais, pôsteres, documentos, imagens dos manuais originais e etc. Para muitos podem ser só imagens, mas para fãs, certamente vão observar detalhes a mais, especialmente porque são imagens em alta resolução com zoom, permitindo rastrear de perto cada detalhe dos conceitos originais.

O modo treino, é uma opção que pode ser um alívio tanto para quem gosta de jogar de forma mais séria e realmente quer aprender a fazer, quanto para os jogadores casuais que apenas querem entender o que está acontecendo. Ao apertar start, é possível entrar no jogo selecionado e lutar contra a máquina sem ela reagir, podendo atacar à vontade e à esquerda aparecerão os botões que você apertou. Também aparece o acesso à lista de golpes de cada personagem para consulta rápida. Na ausência de um manual físico, é um verdadeiro alívio para tempos modernos.
O modo online é definitivamente um atrativo capaz de fazer fãs comprarem. Isso porque te permite jogar contra pessoas do mundo inteiro e ainda tem opções. Você pode jogar casualmente apenas para passar o tempo, sem grandes preocupações. Pode jogar uma partida ranqueada, para ter registrado o seu nome de acordo com vitórias ou derrotas. E por fim tem a personalização para partidas do jeito que você quiser.
 
Uma outra coisa bem bacana do modo online, é que você não precisa selecionar jogo por jogo para escolher o que quer jogar. Ao invés disso, você seleciona os jogos que te interessam jogar e manda procurar. Se tiver outro jogador com um desses jogos selecionados, vocês podem lutar. A espera te dá as opções de ficar no museu olhando as artes conceituais ou ficar jogando offline enquanto a partida é encontrada, o que pode ser melhor do que ficar olhando pra uma tela de busca para muitos, embora também tenha essa opção.
Acredito que muita gente vai se atrair pela coletânea especialmente por "Vampire Hunter 2: Darkstalkers' Revenge" e "Vampire Savior 2: The Lord of Vampire". Eles não são dois jogos novos, são versões modificadas de "Vampire Savior: The Lord of Vampire", que retiram alguns personagens, mas adicionam outros no lugar. O diferencial desses dois é que nunca foram lançados fora do Japão, sendo um atrativo para fãs de Darkstalkers.

Um outro grande destaque dessa coleção certamente é "Red Earth", lançado no Japão como Red Earth e que é um jogo que usa um estilo "aventura" por um universo de fantasia, mas ao invés de ser um beat 'em up, é um jogo de luta mesmo. No entanto o seu diferencial é que ele até então nunca tinha sido lançado fora dos fliperamas. Sendo assim, jogadores só o experimentaram oficialmente nas máquinas arcades. Um pulo desse para jogar online de forma ranqueada é com certeza algo incrível.
Enfim, acho que a única coisa que pode acabou assustando um pouco, foi o preço de lançamento, sendo R$ 169,90 , o que para fãs de jogos de luta pode ser interessante exatamente por consumirem de forma mais intensa, mas para um jogador casual, esse valor seja complicado. No meu caso, por exemplo,  "Super Puzzle Fighter II Turbo" foi o que mais me atraiu, porque lembro de ter jogado muito na infância, e ele é o título mais deslocado da coletânea. 
 
Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Nuuvem antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Postar um comentário

0 Comentários