Beijo gay de Lightyear garantiu que o filme fosse banido de 14 países!

Todo mundo sabe o falatório que homossexualidade costuma gerar, porém com o passar do tempo, as coisas foram mudando. É fácil olhar para os anos 90 e ver atitudes que eram normais e hoje em dia simplesmente não são mais toleradas de jeito nenhum. Mas claro que as coisas variam de país pra país, e passou a ficar bem padrão também a censura de conteúdos variados para entrarem em certos mercados. Mas em alguns casos, isso simplesmente não rola, e foi o que aconteceu com Lightyear.

Se você estiver completamente por fora, Lightyear é um spin-off de Toy Story, clássico de 1995 da Pixar. E que conta a história de Buzz Lightyear, sendo que a sua companheira, Alisha Hawthorne, é lésbica, tendo uma esposa e um filho. E uma cena ela tem um beijo breve, mas isso gerou uma insatisfação de algumas pessoas, e claro, em alguns países a coisa foi pior. 
O resultado disso foi o banimento em 14 países da Oriente Médio e da Ásia. Ao serem solicitados para que fosse removida a cena, a Disney se recusou e a produtora Galyn Susman, comentou:

“Não vamos cortar nada, especialmente algo tão importante quanto o relacionamento amoroso e inspirador que mostra a Buzz o que está perdendo pelas escolhas que está fazendo, então isso não será cortado”
 
Os Emirados Árabes Unidos explicaram que a cena fugia dos seus padrões de conteúdo de mídia e por tanto não iria exibir. A homossexualidade não é apenas alvo de preconceito em muitos países do mundo, mas sim crimes cabulosos. Em Uganda, por exemplo, a pessoa pega prisão perpétua se for gay, já em Sudão, Arábia Saudita, Irã e Iêmen a coisa vai além e homossexuais são condenados à morte.

Então naturalmente não é a primeira vez que algo é banido, The Last of Us Part II foi banido da Arábia Saudita, mas normalmente em obras em geral as empresas apenas retiram as cenas para que possam atingir um mercado maior e lucrar mais com isso. Porém de vez em quando, acontece de ser algo tão impregnado à história que fica difícil. Ou talvez a empresa simplesmente não queira retirar mesmo.
Esse é um tema que se tornou mais sensível, pois quando a censura é apenas por violência, isso só costuma irritar o público local com o governo, como a versão censurada de Bulletstorm, no entanto a retirada de um elemento homossexual acaba podendo criar uma visão negativa por um público global com a empresa que fez o conteúdo.

Enfim, confira também o estranho caso de como parece ter dado algum tipo de surto na galera de avaliação de faixa etária e Left 4 Dead 3 foi banido do Uzbequistão sem nem ter sido anunciado.

Postar um comentário

0 Comentários