O golpe do bitcoin no Tinder que acabou em suicídio

A tecnologia nos permite ter acesso a coisas incríveis, no entanto as pessoas com más intenções também estão apenas esperando o momento certo. E às vezes isso pode acabar do pior jeito possível, e foi o que aconteceu com um homem na Espanha, que o que começou como um match com uma garota, acabou ocasionando em seu suicídio quatro meses depois por causa de um golpe.
 
O homem de 49 anos (o nome não foi divulgado) estava passando por uma época complicada de sua vida e se sentia sozinho. Decidiu então baixar o Tinder e conheceu uma garota mais nova, asiática em agosto de 2021. E eles passaram a conversar em inglês. Ela sempre mostrando muita atenção e e dedicação, aparentando se preocupar com ele.

Com toda essa atenção e carinho, o relacionamento acabou andando, ela começou a falar sobre um investimento pequeno que era incrível! O mundo da criptomoedas! E como ele gostava dela, aceitou e decidiu colocar um pouco. Ela lhe apresentou um "especialista conhecido dela", que sabia muito sobre o assunto e foi explicando e mostrando o potencial.
 
Aos poucos ele foi colocando mais e mais dinheiro. Mas depois de investir 24 mil euros, os cálculos indicavam que ele já tinha conseguido gerar mais de 50 mil euros com o "investimento" e resolveu que queria sacar. O especialista lhe disse então que precisava de 12 mil euros que cobririam taxas de saque e, como sempre, ele depositou.

Após isso, o especialista e a namorada virtual pararam de responder e desapareceram. Ele foi até a polícia, levou tudo o que tinha sobre e a Interpol se envolveu no caso. Mas a coisa não ia pra frente, afinal de contas tudo tinha sido feito usando bitcoin e não dava pra rastrear. O caso se arrastou e o fato de ter colocado todo o dinheiro, fez o homem entrar em desespero.

Até que em 27 de dezembro de 2021, ele não aguentou mais e acabou tirando a própria vida. Nem a família soube direito o que estava acontecendo e chegou a comentar com a imprensa: “Ela mostrava muito interesse e aparentemente se importava com ele”. E o caso continuou a ser investigado, pois esse não foi o primeiro, mas nem todos acabam de forma tão drástica.

Postar um comentário

0 Comentários