O motivo de Hidetaka Miyazaki não querer jogar Elden Ring

Talvez seja a coisa mais bizarra para alguns um criador não aproveitar a sua própria obra. Muita gente acha que porque uma pessoa criou algo, ela naturalmente vai consumir a obra até decorar. Mas a verdade é que isso não é regra alguma. Muitos criadores estão de saco cheio quando terminam, e alguns nem ao mesmo vão experimentar a versão final. Um exemplo é Hidetaka Miyazaki, criador de Elden Ring, que falou sobre sua falta de interesse no jogo.

Miyazaki costuma dar entrevistas curiosas, como quando comentou sobre sua inspiração para criar o gênero soulslike, afirmando que é um fetichista que queria morrer na flechada. E em entrevista à revista Edge, ele acabou explicando a sua "relação" com Elden Ring e como lhe faltava interesse em dar uma conferida no jogo. O desenvolvedor da FromSoftware disse o seguinte:

"Você sabe, provavelmente não vou acabar jogando Elden Ring porque é um jogo que eu mesmo fiz. Esta é uma espécie de política pessoal minha. Você não teria nenhuma das surpresas que um jogador novo irá experimentar. Como eu disse antes, não teria vontade de jogar. Mas se eu fosse jogar, seria perto do jogo ideal que eu gostaria. Eu não o abordo como "Este é o tipo de jogo de mundo aberto que quero fazer"; é só que o mundo aberto enriquece essa experiência ideal que estou tentando alcançar. Para dar alguns exemplos muito simples, se eu fosse para explorar este mundo, gostaria de um mapa - um mapa adequado. Ou, você sabe, se eu visse algo ali, eu gostaria de ser capaz de ir até lá e explorar. E eu gostaria de lutar com um dragão em uma arena épica. Coisas assim. É muito simples, mas Elden Ring permite que muitas dessas coisas se tornem realidade para mim, criando algo que está muito próximo do meu jogo ideal."

Com versões para PC, PS4, PS5, Xbox One e Xbox Series, Elden Ring foi o jogo do gênero soulslike, que deu continuidade às obras do estilo feito pela desenvolvedora, e mostra a evolução da coisa. É notável algo muito mais  rápido com elementos tanto de Dark Souls, quanto do movimentado Sekiro. E claro que também teve o seu tempero especial com a participação do criador de Game of Thrones.

Postar um comentário

0 Comentários