VelociPastor | Filme trash com pastor dinossauro contra o crime!

Enquanto hoje em dia câmeras fodonas de qualidade estão cada vez mais acessíveis e vemos pequenas obras primas do mundo amador, algo que existe há décadas e sempre continuará existindo, são os filmes trash propositais. Aqueles que são ruins com força e os criadores não tem a mínima vergonha disso, pois parece ter nascido de um tic nervoso. Não é como se fosse os filmes dos anos 60 que tentavam fazer obras grandiosas, mas a falta de orçamento fazia virar só o bagaço. É algo que sabem que é tosco e não estão nem aí! E hoje vou falar dessa obra prima chamada VelociPastor!

Essa é a história do padre Doug Jones, que vê sua fé abalada quando explodem seus pais em frente à igreja, e assim faz uma viagem para a China, no entanto enquanto vaga pelo matagal, uma misteriosa mulher surge, sendo perseguida e lhe dá uma garra estranha, mas acidentalmente Doug se corta. Após isso, ele ganha o poder de virar dinossauro. Inicialmente é perturbador, mas com a ajuda de uma garota de programa ele percebe que pode usar esse poder para lutar contra criminosos e ninjas...

Enquanto outros filmes do gênero como o Biscoito Assassino, Sharknado e Pneu Assassino focam na jornada sangrenta de um vilão bizarro fazendo um verdadeiro banho de sangue, esse vai por um caminho diferenciado, colocando o herói como sendo a criatura bizarra pronta para combater o crime de forma ultra violenta.

Vocês acharam alguns traços desse cara semelhantes ao Dexter? Eu achei bastante, talvez o diretor e roteirista Brendan Steere tenha sentido o mesmo, pois achei a história um tanto familiar. O personagem tem uma vontade louca de comer carne, e assim resolve focar essa vontade matando bandido por aí. Só que o Dexter não come eles uahahahaha.

O filme é realmente só o bagaço! A quantidade de tosqueiras é absurdas, e os caras não tem a mínima vontade de disfarçar certos bagulhos, como por exemplo quando o protagonista usa sua força para arrancar a cabeça de um vilão e a cena é de costas e dá pra claramente notar que é uma cabeça de manequim. Porém enquanto grita, o infeliz decide virar a cabeça pra câmera para então aparecer a frase: "Apenas eliminando a violência, finalmente alcançaremos a paz mundial." -Gandhi.

O próprio nome do filme não tem sentido. Enquanto em um dos pôsteres aparece o protagonista com uma transformação inicial e na parte de cima um Velociraptor radical em CGI, a coisa é bem diferente no filme. Ele nem vira um Velociraptor, e sim um tiranossauro corcundinha que parece mais com o Barney do que um ser louco por carne.

Furos bizarros, problemas com câmera desfocando e ações completamente sem sentido surgem o tempo todo. Por exemplo, enquanto a prostituta que ajuda ele é boazinha que faz isso pra pagar a faculdade e apenas quer que ele mate pessoas malvadas, como seu cafetão, do nada a mulher começa a lutar e ajudar ele também no crime. Aliás... Os dois lutam contra ninjas fazendo movimentos radicais. Não tem explicação, eles simplesmente fazem.

Enfim, se você gosta de filmes da bagaceira, certamente vai querer dar uma conferida nesse, mas obviamente é o tipo de obra que tem que lembrar que é trash mesmo, então não adianta exigir muito da coisa. Além disso é também algo que você precisa assistir com os amigos, não vale a pena assistir filmes assim sozinho.

Postar um comentário

0 Comentários