Rogue Empire | Jogo medieval simples e robusto ao mesmo tempo

Quem não é apaixonado pela era medieval, não é mesmo? E à partir dela vimos surgirem um dos elementos mais marcantes da cultura pop, que são os universos de fantasia medieval. Daí já vimos obras extremamente complexas e ambientes extremamente simplórios. E Rogue Empire: Dungeon Crawler RPG é o tipo que procura tirar um pouco dos dois mundos.


A história é bastante básica, apesar de que a cutscene inicial dá um ênfase nos detalhes, incluindo até mesmo narração. É apresentado as terras de Ethistos, um local onde há vários reinos de raças diferentes. Porém certa vez surge algo, uma sombra monstruosa que faz com que cada um deles sinta o horror e deixando uma desbastação enorme. Os povos se juntam para lutar e é em vão, nada conseguem fazer, até que um dia simplesmente desaparece, mas o mundo que ficou pra trás deixou fortes marcas.

Aqui temos um jogo do gênero roguelike, inclusive com um placar online que faz dar um toque arcade na coisa. Isso porque como em roguelike se você morrer você perde, acaba se adaptando muito bem à coisa, pois na tela de GAME OVER você pode colocar o seu nome para ficar registrado para outros jogadores até onde você foi e naturalmente há aquela disputinha.

Ele é um roguelike puro, porém usa um estilo que nem todos são acostumados, mas que também não é a primeira vez que um jogo do gênero usa. Estou falando da estratégia tática, que já vimos em Dungeon of Gain, Legend of Grimrock, Dungeon Crawlers e Dungeon Dashers. Todos com essa mecânica de você parar e ver suas opções.

Então o que temos aqui é aquele tipo de jogo em que o mundo só se movimenta quando você se movimenta, no estilo meio jogo de tabuleiro. Toda vez que você andar, as coisas ao seu redor podem reagir nesse tempo. Ou seja, se um inimigo te vê e começa a andar em sua direção, você pode tentar fugir, mas na medida em que anda, vê ele também fazendo seus movimentos.

O combate é bem simples, em ataque à distância você seleciona a habilidade, aponta e aperta o botão de ataque. Agora em combates diretos você apenas tem que apertar a seta do teclado em direção ao inimigo. Mas ele também vai fazer o mesmo com você e isso te fará tomar dano. Não há animações bem elaboradas, os personagens são papelões mesmo. Isso até que dá um certo charme pra falar a verdade. 

O que torna o jogo robusto são os elementos de "tempero", como raça e classe do personagem, que aumenta o leque de possibilidades e dá uma variada na jogabilidade. Além disso tem os itens que você vai achando por aí e cards de habilidades. Isso torna ele um daqueles jogos que você no geral vê que existe uma grande simplicidade na mecânica geral, mas os elementos extras  o tornam especial e viciante.

Enfim, Rogue Empire é um jogo simples. Ele pode acabar sendo bem adequado para quando se bate aquela vontade de passar o tempo com algo legal, mas também se está com preguiça de aprender toda uma mecânica complexa pra ter esse prazer. Recomendo sempre dar uma olhadinha no preço dele na Greenman Gaming antes de comprar na loja direta, algumas vezes os preços deles estão bem abaixo do normal, e sempre lembre de olhar os cupons de desconto que eles espalham pelo site, que deixa a coisa mais barata ainda, dê uma conferida aqui.

Comentários