Venda de waffles triplicou em loja dos EUA graças a Stranger Things

Ilustração do Butcher Billy
Enquanto a série Stranger Things gerou diversos subprodutos como Raízes do Mal e o jogo da terceira temporada, sua essência acabou indo além com coisas não-oficiais, e não me refiro apenas a coisas não lucrativas como o jogo brasileiro de Atari, mas a coisas lucrativas, como é o caso de uma loja dos EUA que se deu bem com a fama da série.

Na primeira temporada, Eleven entra em uma loja de conveniências faminta e desesperada para comer alguma coisa. A cena no geral costuma ser considerada uma graça pelos fãs, ela pega uma quantidade exagerada de pacote de Waffles e sai sem pagar. E essa parte acabou se impregnando na cultura pop, se tornando memes e até mesmo ganhando um cardgame bizarro baseado nisso.

No entanto, estranhamente a loja em que foi gravado não era estúdio. Normalmente para evitar problemas com gente passando e olhando e espaço para as câmeras, esses locais assim são montados para serem gravados. Mas nesse caso, realmente acharam uma loja real e alugaram o lugar para gravar essa cena.

Obviamente os fãs encontraram o lugar e virou ponto turístico de fãs de Stranger Things, que começaram a ir lá de cosplay, e pedir para o dono da loja fazer um pequeno tour falando detalhes de como foi. O nome da loja era Big Bradley, em Palmetto, na Georgia, mas acabou mudando de nome e se tornando parte de uma rede chamada Piggly Wiggly. Ainda assim os fãs continuaram indo ao lugar para comprar waffles da marca Eggo, aumentando em três vezes a venda do lugar.

Postar um comentário

0 Comentários