Torqueas - A sombra da morte que te persegue

Há diversos casos de pessoas que vão até a porta abrir para ver quem bateu mas acabam descobrindo que não há ninguém e só foi impressão, assim como há outros menos frequentes de algumas pessoas observam pelo olho mágico da porta e vêem uma mulher olhando pra baixo mas quando abre se surpreende ao ver que não tem ninguém. Muitos dizem que isso não é obra do acaso, mas sim um espírito que vaga pelas ruas que alguns médiuns chamam de Torqueas.

O Torqueas tem a aparência de uma mulher mas não é possível ver seus olhos, há apenas um forte brilho saindo deles. Esse espírito vai às portas das pessoas e quando essas abrem, ele entra e passa a perseguir a pessoa fazendo com que ela se acidente e cada vez as coisas fiquem piores até que leve à morte da vítima. Existem relatos de pessoas que falaram ter avistado a entidade de relance por um instante em reflexos no espelho e vultos.

No município Santa Rita do Sapucaí em Minas Gerais aconteceu um caso que assombrou vários moradores no ano de 1997. Morava no luar uma mulher chamada Consoelo Andrade de Souza e essa tinha uma pequena filha chamada Rita, de apenas cinco anos de idade. Camila, a irmã de Consoelo morava com as duas na época e acompanhou de perto o ocorrido.

Tudo começou quando em fevereiro daquele ano, a garota começou a ter uma estranha atitude enquanto a mãe a colocava para dormir. A menina perguntou pra mãe quem era aquela mulher ao lado dela. A mãe sem entender disse que não tinha ninguém e a garota insistiu, mas a mulher disse que era para ela parar de inventar coisas.

No dia seguinte a a pequena Rita continuou perguntando sobre a mulher e sempre apontava, mas tanto a mãe quanto a tia a repreendiam ou simplesmente ignoravam o que a garota falava. Até que a mãe começou a sofrer pequenos acidentes caseiros, se queimar enquanto cozinhava, se cortar ao quebrar um copo, e a menina passou a dizer que a mulher fez aquilo. Irritadas, mãe e tia brigavam cada vez mais com a menina.

Alguns dias depois a garota foi surpreendida por uma terrível notícia, sua mãe faleceu em um acidente de carro. A menina ficou muito triste e passou a dormir com a tia. Algumas semanas depois enquanto Camila fazia o almoço, a garota avisou que tinha alguém batendo na porta e a mulher ocupada pediu pra ela abrir. Logo a tia se assustou com os gritos da menina e correu pra sala, essa se escondeu entre as pernas de Camila dizendo que a mulher tinha voltado. Ao verificar se havia alguém na porta, ela não viu ninguém.

No começo a tia ignorou as reclamações de Rita, mas a partir daquele dia a menina não parava de falar da mulher que a observava, durante a noite a menina se agarrava muito na tia e ficava olhando para o lado da cama dizendo que havia uma mulher parada ali. Ela não ficava mais sozinha momento algum e chorava muito facilmente com medo da suposta mulher.

Após muitas queixas da menina, a tia ficou assustada e começou a desconfiar que ela realmente via algo, chamou um padre no lugar, também foi a uma igreja evangélica e não deu em nada, até que uma amiga falou pra mulher que conhecia uma médium que podia ajudar, mas estava em um município vizinho chamado Pouso Alegre. Não ficava muito longe, então no fim de semana seguinte ela foi com a garota e a amiga até o tal lugar.

O surpreendente foi que a médium disse que também podia ver uma coisa ao lado da garota e logo explicou que nada podia fazer, aquele era o espírito da morte e a menina o via apenas porque também tinha sensibilidade pra isso. Ela disse apenas que o nome do espírito era Torqueas e três semanas depois a tia foi surpreendida quando acordou sem a menina na cama e descobriu o corpo em um grande tanque de cimento feito pra armazenar água que tinha na casa.

Então pra quem acredita nessas coisas, quando ouvirem a porta de sua casa ou até mesmo de seu quarto bater, é melhor começar a se preocupar, se tiver olho mágico na sua porta e não ver ninguém, não abra para ter certeza, apenas finja que não ouviu nada, ou pode ser que você ganhe uma sombra invisível que vá te seguir até os seus últimos dias.

Comentários

Dalino disse…
Boa. Deu medo. hehehe
craa eu preciso parar de ler os seus contos pq eu to ficando pertubado
Anônimo disse…
nao posso ler mais o nerd maldito,estou vendo pessoas,hj mesmo quando estava indo pra escola,vi um velho que ninguem mais podia vê-lo ai quando eu tava na aula ele ficava me perturbando,dizendo que se eu nao o ajudasse haveria mt sangue para ele ai ainda vendo ele agr oq eu faco genteee
Skywalkerpg disse…
Põe um funk bem alto que ele vai embora, velho odeia funk. '-'
Velho odeia funk KKKKKKKKKKKKKKKKK
Velho odeia funk KKKKKKKKK euri!
Steeph Mebarak* disse…
Verdade eu preciso parar de vir aqui,ontem eu fiquei cheia de medo.

Mas cara isso aqui eh muito bom.
Samuel Eliude disse…
Se funk não funsionar vai pra sima critando "Spartaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa"
Samuel Eliude disse…
Cara se o funk não funcionar arruma uma espada e vai pra sima gritando !Spartaaaaaaaaaaaaaa" !